Mucugê – Ba – Vice Prefeita Zenilda Rebouças deverá assumir Prefeitura por 90 Dias!

Fernando MucugêEx Prefeito de Mucugê- Ba, Fernando Medrado concede boas vindas a atual,  Vice Prefeita a Sra, Zenilda Rebouças

Mensagem do Ex Prefeito:

Mucugê, cresceu e se desenvolveu em todos os aspectos, nos estamos prestes a atingir a marca de 90% da população com água tratada e mais 80% da população com Luz elétrica. Tivemos sorte de termos em mucugê grandes Produtores Rurais conscientes das suas responsabilidades sócias e ambientais, todos os trabalhadores dessas Fazendas, tem carteira assinada o Sindicato do trabalhador rural atua de forma significativa.
O PIB de Mucugê cresceu acima da media nacional e talvez tenha sido o maior crescimento percentual da Bahia. Contamos sempre com os Ex Deputados Federal – Horácio Mattos Junior e Marcos Medrado e o Ex Dep Estadual Horácio Mattos Neto. O Asfalto que liga Andaraí, Mucugê a Barra da Estiva, e a  Barragem do Apertado, obras estas solicitadas através dos nobres dep acima citados e concebida projetada e autorizada pelo saudoso ACM, a obra física da Barragem do Apertado, foi iniciada no Gov Paulo Souto e Finalizada pelo então, Ex: Gov Cezar Borges. Sem a barragem e a estrada  o desenvolvimento não tinha ocorrido.
Em 1993 quando assumi a Prefeitura o ICMS de Mucugê era de R$7.000,00 por mês,  No mês de dezembro de 2014 o ICMS de Mucugê foi R$1.345.931,98

FIM DA GESTÃO DE 2009 A 2012

Nesse período Deixei R$15 milhões em convênios assinados, com R$12 milhões para a Prefeitura Receber.
Deixei R$8 milhões em projetos prontos para construção do Centro de Convenções, do Hospital, e do Centro Esportivo e outros.Mas com estilos de administração diferentes, Ana e Fernando, Fernando e Ana terminaram por causar um mal maior, a divisão da família mucujeense. A política tem o dom de afastar amigos fraternos e unir inimigos mortais

PERIDO ATUAL

Você começa bem Sra ZENIDA REBOUÇAS, a Prefeitura de Mucugê tinha em disponibilidades financeiras em Abril de 2015 R$4.012.980,89, dinheiro em Banco, desse total R$614.015,20 no Fundo de Saúde.
Amiga Zene, se pudesse te dar um conselho! Te  diria:Faça diferente, faça algo novo para esse povo e essa juventude que busca dias melhores e Paz, mas não perca de vista as experiências dos tempos difíceis dos Srs Ex Prefeitos dessa querida cidade que tanto nós amamos a exemplo de meu Pai o Sr: Antonito Medrado, do Grande líder o Sr.TACIO MATTOS, o Sr.Carlito Medrado e o Sr Fulgêncio Landulfo Pereira . Pois se não fossem as lutas árduas desses homens de bem e se os mesmos não tivessem permanecido em Mucugê ao lado do povo menos favorecido, com certeza Mucugê não teria deixado um legado histórico para os seus descendentes, Deus os abençoe!

PARABÉNS PREFEITA ZENILDA! desejo a você de coração muito sucesso a frente da Prefeitura, espero que você dê inicio a uma nova era, o povo já cansou de Fernando e Ana, Ana e Fernando.Considero que tanto Ana como Fernando, nós não fizemos mal a Mucugê

“Jesus Nosso Senhor Iluminando a nossa cidade
Nessa terra de gente aguerrida de um povo trabalhador de infinito esplendor Casa da prosperidade
presente que o Criador fez pra humanidade isso é Mucugê!”

 


POLÍCIA FEDERAL PEDIU PARA INVADIR CASA DE PIMENTEL

CASA DE PIMENTEL 1

Comandada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que já havia apontado abusos na Operação Acrônimo, a Polícia Federal pediu autorização para invadir a residência oficial do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT); a solicitação foi negada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas o simples pedido pode provocar uma crise de graves proporções no País; Cardozo tem sido criticado por não controlar alas radicais da PF; na Lava Jato, delegados que fizeram campanha para o tucano Aécio Neves na disputa presidencial prosseguem na caçada ao PT e ao ex-presidente Lula; Cardozo resistirá?

Pedro Peduzzi – A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (25) nova fase da Operação Acrônimo, que investiga um grupo suspeito de ter praticado crime de lavagem de dinheiro. Foram expedidos mandados de busca e apreensão em diferentes localidades do país. Como a investigação corre sob sigilo, o órgão não tem dado detalhes sobre o caso, nem apresentado o nome de suspeitos. A operação é resultado de uma investigação iniciada em outubro de 2014 quando, após denúncias anônimas, policiais federais localizaram e apreenderam R$ 113 mil em uma aeronave que chegava a Brasília.

Desde então, os policiais acompanharam suspeitos e analisaram dados obtidos a partir de apreensões, em especial dispositivos de mídia como notebooks, smartphones e tablets. A PF suspeita que, entre os recursos que circulavam nas contas de pessoas físicas e jurídicas ligadas aos investigados, havia dinheiro com origem em fraudes a partir de contratos com órgãos públicos, e que notas fiscais eram emitidas para o pagamento de serviços não prestados ou com sobrepreço.

No dia 29 de maio, quando a Operação Acrônimo cumpriu 90 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e nos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Goiás, a PF informou que, para tentarem ocultar a origem dos recursos, os suspeitos usavam laranjas e empregavam uma técnica conhecida como smurffing – fracionamento de valores para disfarçar e dificultar a identificação de grandes movimentações bancárias.

Entre as cinco pessoas presas na época estavam o ex-assessor do Ministério da Cidades Marcier Trombiere; Benedito de Oliveira Neto, conhecido como Bené e dono da Gráfica Brasil; Pedro Augusto de Medeiros, apontado como laranja de Benedito; e Victor Nicolato, sócio de Benedito. No ano passado, Bené atuou na campanha do então candidato e atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, que nega ser objeto de investigação no processo.


Motivos para a ansiedade de Acm Neto

 

                                                                                                             Foto: Max Haack/AgecomACM NETO

                                                                       Prefeito ACM Neto (DEM)

A articulação política de Rui Costa (PT), petistas de um modo geral e outros aliados do governador estão, como eles próprios afirmam, se divertindo com a ansiedade que dizem vir notando no prefeito ACM Neto (DEM) com relação ao seu destino partidário. Neto apostou forte na fusão de sua agremiação com o PTB, a qual parece ter empacado, depois de muitos solavancos. Paralelo a isso, avaliando uma espécie de plano B, passou a analisar a hipótese de ingresso no PSB, na perspectiva da aventada fusão do partido com o PPS, que é seu aliado no campo municipal, mas o projeto também enfrenta agora muitas dificuldades.

Até um membro do PSB, tão histórico quanto petista, Roberto Amaral, tem se dedicado à tarefa de relembrar aos companheiros de legenda quem foi o ex-senador ACM na tentativa de dissuadí-los de qualquer aproximação com o prefeito de Salvador. Uma outra alternativa à mão de Neto seria o PMDB, que também integra sua base de sustentação, mas, pelo visto, não assegura a tranquilidade de que o prefeito gostaria de desfrutar e está no âmago do seu desejo de migrar para uma outra legenda diferente do DEM, à qual pertence desde criancinha ou desde quando se lançou oficialmente na política.

Neto poderia entrar no partido por cima, ou seja, via o vice-presidente da República, Michel Temer. Até em jantar exclusivíssimo foi recebido junto com a bancada federal do Democratas em Brasília pelo vice-presidente, que hoje comanda, aos trancos e barrancos e sobre algumas cascas de bananas colocadas pelos petistas, a articulação política do governo Dilma Rousseff (PT). Mas isto, sem dúvida, abriria uma crise com a seção baiana do partido, comandada pelo ex-ministro Geddel e seu irmão, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, o que, definitivamente, não está nos planos do prefeito. Migrando para o PMDB, Neto pode vislumbrar algumas vantagens.

A maior delas é não precisar escolher um vice do partido pelo qual disputará a reeleição. Mas o prefeito, como qualquer liderança política em ascensão com profundo entendimento dos meandros da vida partidária no país, quer um partido para chamar de seu, projeto a que, a menos que resolva enfrentar uma grande briga, com seus consequentes desgastes, o PMDB da Bahia não se prestará. Quando pensa em sair do DEM, depois do praticamente malogrado projeto de fusão com o PTB, o prefeito planeja um cenário de mais conforto para que possa definir as alianças com que pretende disputar a reeleição.

Exatamente porque, na hipótese de reeleger-se, Neto pode deixar o cargo em 2018 a fim de disputar o governo, sua vice é hoje alvo de uma cobiça desenfreada, principalmente por parte daqueles que têm consciência de que só por herança conseguirão assumir um cargo que ele galgou pelo voto. Estando num partido maior, dono de tempo de televisão superior ao que o nanico DEM dispõe hoje, Neto sabe que estará mais fortalecido para negociar com os próprios aliados os termos do apoio à sua reeleição. De fato, o prefeito tem realmente motivos de sobra para estar ansioso em relação a uma mudança partidária.

* Artigo publicado originalmente na Tribuna da Bahia


Habeas corpus preventivo pede à Justiça que Lula não seja preso

lula ljUm habeas corpus preventivo pedindo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seja preso na Operação Lava Jato foi apresentado ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, TRF-4, que abrange a Justiça Federal no Paraná, onde a investigação se desdobra. O habeas corpus foi impetrado por um cidadão e não pelo próprio ex-presidente. O TRF-4 ainda não divulgou a autoria da peça. A assessoria do ex-presidente nega que Lula, seus advogados ou o Instituto que leva seu nome tenham entrado com o habeas corpus. “Não partiu do ex-presidente Lula, até porque o ex-presidente e o Instituto Lula não são objetos de investigação da Operação Lava Jato”. “Não existe motivos para ingressar com esse habeas corpus”. A assessoria de Lula disse ainda que causa “estranhamento” o fato de o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) ter dado a notícia antes de todos e destacou que qualquer pessoa pode entrar com um habeas corpus. Veja abaixo !

HABESCORPUS LULA


‘Brahma’, o apelido carinhoso de Lula entre os caciques da OAS

alx_brasil-leo-pinheiro-oas                                   Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS(Beto Barata/Estadão Conteúdo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era chamado carinhosamente de “Brahma” pelo ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, seu amigo próximo. O nome, que remete à marca de cerveja, aparece pelo menos três vezes na troca de mensagens entre Pinheiro e o ex-diretor da empreiteira Augusto César Uzêda, interceptada pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato. No relatório de inteligência produzido pela PF, os investigadores concluíram que a menção se referia a Lula a partir do cruzamento de dados. Por exemplo, em uma mensagem, Pinheiro relata a Uzeda: “Nossa amigo Brahma pode fazer uma palestra no dia 26/11. Tema: Brasil/Chile”. A PF, então, consultou a agenda do presidente pelo Instituto Lula, e verificou que, nos dias 26 e 27 de novembro de 2013, Lula participou de um seminário em Santiago, no Chile. Em outro recado, desta vez enviado por Uzeda, Lula é comparado à presidente Dilma Rousseff: “A agenda nem de longe produz os efeitos das anteriores do governo Brahma, no entanto, acho que ajuda a lubrificar as relações. (A senhora [Dilma] não leva jeito, discurso fraco, confuso e desarticulado, falta carisma)”. (Eduardo Gonçalves, de São Paulo)

Relatório de inteligência rasgado PF

Justiça nega liberdade ao ex-deputado Luiz Argôlo

 

Luis Argolo 2O Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou, por unanimidade, pedido de habeas corpus apresentado pelo ex-deputado federal Luiz Argôlo, um dos ex-parlamentares presos na Operação Lava Jato por suspeitas de envolvimento no petrolão. Acusado dos crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro, ele é réu em uma ação penal que será julgada pelo juiz Sergio Moro. De acordo com a acusação, Argôlo atuava com Alberto Youssef em uma espécie de “sociedade para o crime”, recebendo propina e favores do doleiro, que chegou a pagar o aluguel de um helicóptero para o ex-deputado. “Alberto Youssef teria pagado propina a João Luiz Correia Argôlo dos Santos em interesse próprio e em razão da função por ele então ocupada, buscando obter atos do deputado em seu favor na realização de negócios, como interferência para obtenção de financiamentos em instituições financeiras oficiais”, relatou o juiz Moro no despacho em que aceitou a denúncia contra o político. (Laryssa Borges, de Curitiba)

 


Odebrecht afirma que PF ‘deu ares de escândalo’ a bilhete apreendido

LAVA JATO ODEBRECH 2

Um bilhete do empresário Marcelo Odebrecht escrito na prisão, em Curitiba em que ele solicita a destruição de “e-mail sondas” , cita o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, que também é o maior acionista da empresa Sete Brasil, contratada pela Petrobras para fomentar a indústria naval, com encomendas de sondas para o pré-sal no Brasil. A correspondência foi apreendida pela Polícia Federal e foi avaliada pelos investigadores como um indício de que ele estaria passando orientação para eliminar uma correspondência eletrônica de 2011 que faz referência à colocação de sobrepreço de US$ 25 mil por dia em contrato de afretamento e operação de sondas. Os advogados da Odebrecht entregaram petição ao juiz federal Sérgio Moro  em que afirmam que o bilhete encontrado não significa intenção dele em eliminar provas, de acordo com o Estadão. “As anotações não continham o mais remoto comando para que provas fossem destruídas, e que – à toda evidência – a palavra destruir fora empregada no sentido de desconstituir, rebater, infirmar a interpretação equivocada que foi feita sobre o conteúdo do e-mail”, diz o documento subscrito pelos advogados criminalistas Dora Cavalcanti, Augusto de Arruda Botelho e Rodrigo Sánchez Rios.  Para Augusto Botelho, “chega a ser infantil a acusação da Polícia Federal de que esse bilhete, esse termo, constitui a prática de um crime”. “Muito pelo contrário, é comunicação entre Marcelo e seus advogados, elencando mais uma vez pontos a serem utilizados em seu habeas corpus”, assinala o criminalista. “Não faz sentido algum alguém mandar destruir um e-mail que é público. Esse e-mail faz parte da representação que a Polícia Federal fez para pedir a prisão de Marcelo Odebrecht. Não faz sentido algum pedir a destruição de algo que é absolutamente público”, afirmou o advogado.  A Odebrecht manifestou nesta quarta-feira (24), sua ‘indignação’ sobre o que chama de “incidente processual que se tentou criar em torno de um bilhete do seu diretor-presidente, Marcelo Odebrecht”. Em nota à imprensa, a maior empreiteira do País afirma que o bilhete contém “orientação (de Marcelo Odebrecht) aos advogados” com argumentos para serem usados no habeas corpus em favor do empresário. Para a Odebrecht, o delegado da Polícia Federal (Eduardo Mauat, que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato), ‘infelizmente optou por dar publicidade e ares de escândalo em um bilhete com simples orientações do cliente para seus advogados’. A empreiteira diz que o delegado feriu ‘a proteção da relação que a Lei garante a todos os cidadãos brasileiros’.


Com artistas regionais, São João de Itaquara foi um dos mais elogiados da região:

ITAQUARA 1A prefeita de Itaquara Iracema Araújo (PMDB), quem vem realizado uma das melhores Adm a frente do poder publico municipal, do vale do jequiriça, comemora o sucesso de público do São João no município. Itaquara realizou um São João rico de  detalhes vividos na valorização regional e nas ornamentações destacadas no clima junino. É como diz os mais velhos: para aparecer não precisa diminuir o vizinho. E foi assim que a prefeitura de Itaquara focou na realização do São João, antecipando a organização e divulgação do evento, que recebeu, assim como as demais cidades,  atrações locais e regionais. 

Itaquara 3

Itaquara 2

Foram seis dias de festas, sendo quatro de Vila Junina e dois de São João. A cidade de Itaquara recebeu um bom público local e regional durante a realização dos festejos, motivo que fez a prefeita Iracema Araújo agradecer à equipe e aos foliões através de sua assessoria.

Agradecemos a Deus e a todos que direto ou indiretamente nos ajudaram a realizar a Vila Junina e São João mais lindo da região, obrigado a todos os colaboradores, a todas as bandas que participaram e aos que ajudaram na ornamentação, na segurança e principiante a vc folião, vc que veio, brincou, se divertiu e recebeu os turistas de braços abertos. A nossa Vila foi a mais comentada e visitada da região, provamos que com força de vontade e planejamento, mesmo com pouco recurso, se faz uma grande festa- Agradeceu a gestora. informações Wmelo assessor de comunicações.

 


Pai de Cristiano questiona existência de Deus após morte do filho: ‘Será que Deus existe?’

PAI DO CAO pai do cantor Cristiano Araújo, que morreu na manhã desta quarta-feira (24) vítima de um acidente de carro na BR-153, em Goiás, está inconsolável com a morte do filho, aos 29 anos. Bastante abalado, João Reis, comentou que costumava acompanhar o cantor nas viagens, mas que excepcionalmente na última não esteve presente. “É uma tristeza muito grande. Será que Deus existe? Todos os dias faço uma oração pedindo que Deus acompanhe ele nas viagens. Entro no carro ou no avião e faço uma oração. Eu não estava com ele ontem? Será que Deus existe?”, disse ao G1 de Goiás. A irmã do cantor, Ana Cristina de Melo também falou sobre a tragédia. “Não acredito nisso. Meu irmãozinho do coração”, lamentou. O acidente aconteceu por volta das 3h da madrugada desta quarta (24), na altura do km 614 da rodovia, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. Além de Cristiano, a namorada dele, Allana Moraes, de 19 anos, também não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O sertanejo, que é pai de dois meninos, João Gabriel, de seis anos e Bernardo, de dois, chegou a ser socorrido, mas morreu no helicóptero durante a transferência para o Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). Ele teve quatro paradas cardíacas e não resistiu. De acordo com a assessoria do cantor, o velório será realizado no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, mas o horário ainda não foi confirmado.


Vidente teria enviado carta a Cristiano Araújo antes de acidente, diz jornal

ACIDENTE CA

De acordo com o Jornal O Popular, o vidente Jucelino Nóbrega da Luz teria enviado uma carta ao cantor Cristiano Araújo, para alertá-lo dos riscos que corria após o show realizado em Itumbiara-Goiás na madrugada desta quarta-feira (24). A suposta carta endereçada ao cantor teria sido enviada no dia 8 de junho, antes do acidente de carro. “Esse show seu será em Itumbiara- Goiás, na volta será o maior perigo pra você portanto, não queira voltar rápido, a velocidade poderá levar sua vida e de sua namorada, também”, teria escrito o vidente.