Integrantes do MST ocupam Ministério da Fazenda

(Foto: Gabriel Luiz/G1)  Segunda, 03 de Agosto de 2015 – 08:30pm     por CSenna   

MST FAZ

Integrantes do Movimento Sem Terra invadiram o prédio do Ministério da Fazenda, no Distrito Federal, na manhã desta segunda-feira (3) em protesto por reforma agrária. Segundo a Polícia Militar, cerca de 500 pessoas participam da manifestação. A organização do MST afirma que o protesto reúne 2 mil pessoas.

O grupo chegou ao local por volta das 5h20. Inicialmente, a PM havia informado que os manifestantes tinham quebrado uma porta de vidro para conseguir entrar no prédio. A informação foi corrigida às 8h20. Eles estão mobilizados no saguão de entrada do edifício e afirmaram que vão ficar acampados no local até que sejam atendidos por algum representante do governo.

De acordo com o coordenador nacional do MST, Alexandre Conceição, o grupo também protesta contra o ajuste fiscal elaborado pelo governo de Dilma Roussef.nEle afirma que o contingenciamento de verbas do governo retira recursos que poderiam ser investidos na reforma agrária. O MST estima que a verba destinada a reforma agraria caiu de R $ 3,8 milhões para R $ 1,6 milhoes.

“O primeiro mandato Dilma foi um dos piores para a reforma agrária e agora está indo no mesmo ritmo por causa do ajuste fiscal neoliberal imposto por Joaquim Levy”, disse. “Pode fazer ajuste fiscal sim, mas taxando grandes fortunas, por exemplo, e não impactando as famílias mais pobres.”

mst 2
                    Integrantes do MST ocupam o saguão do prédio do Ministério da Fazenda (Foto: Gabriel Luiz/G1)

José Dirceu é preso em nova fase da Operação Lava Jato

Segunda, 03 de Agosto de 2015 – 07:50 pm     por CSenna    ze direceuO ex-ministro José Dirceu foi preso na manhã desta segunda-feira (3), em Brasilia, em decorrência da 17ª fase da Operação Lava Jato, por conta do seu suposto envolvimento com recebimento de propinas disfarçadas na forma de consultorias, por meio de sua empresa JD assessoria. Ainda não se sabe se o mandado contra Dirceu é de prisão preventiva ou temporária. Por determinação do juiz Sergio Moro, a Polícia Federal incluiu a JD Assessoria e Consultoria em um grupo de 31 empresas  ”suspeitas de promoverem operações de lavagem de dinheiro” em contratos das obras da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco – construção iniciada em 2007, que deveria custar R$ 4 bilhões e consumiu mais de R$ 23 bilhões da Petrobrás. De acordo com o Estadão, o documento é o primeiro de uma série de perícias técnicas da Polícia Federal que apontam um percentual de desvios na Petrobrás de até 20% do valor de contratos. O percentual é superior aos 3% apontados até aqui nas investigações da Operação Lava Jato, que incluía apenas da propina dos agentes públicos e políticos. Fonte G1.com


Presidente Dilma vai diminuir número de ministérios, diz colunista

Domingo, 02 de Agosto de 2015 – 06:50 pm     por CSenna

mimnisterio DF

A presidente Dilma Rousseff (PT) avalia promover uma ampla reforma administrativa de modo a reduzir significativamente o número de Ministérios que, atualmente, são 38 e estabelecer critérios de mérito para o preenchimento de parcela dos mais de 22 mil cargos de confiança na administração federal.

De acordo com informações da colunista Cristiane Lobo, a proposta está sendo preparada pelo Ministério do Planejamento, por ordem da mandatária brasileira, e, se houver condições políticas para ser adotada, poderá ser anunciada nos primeiros dias depois da reabertura dos trabalhos do Congresso Nacional, que acontece nesta semana.

A redução do número de ministérios, porém, colide com interesses dos partidos aliados que, neste momento, estão em disputa por indicação de mais cargos de segundo e terceiro escalões na administração pública federal. A tarefa de distribuição dos cargos está com o PMDB, sob o comando do vice-presidente Michel Temer, e com planilhas que estão sendo feitas pelo ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha.

Se de um lado colide com as pretensões dos aliados, de outro, vai ao encontro de proposta do próprio PMDB de reduzir para 20 o número de ministérios na administração federal. Projeto nesse sentido foi lançado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e apresentado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em momento de rusgas – anteriores à citação dos dois na Operação Lava Jato – com o Palácio do Planalto.

Esta proposta de reforma administrativa tem o objetivo de mostrar à sociedade que, neste momento de ajuste fiscal, o governo é capaz de cortar na própria carne, mas, ao mesmo tempo, fazer alguma economia. A redução de gastos não seria significativa, mas teria grande simbologia, entendem auxiliares da presidente.

Líderes governistas já ouviram a proposta e a veem como forma de o governo dar uma resposta à sociedade. Mas que deverá ser precedida de muita negociação política para não aumentar ainda mais os problemas do governo com o Congresso


FHC nega ter culpado Lula mas fala em ‘estilo lulopetista’

Domingo, 02 de Agosto de 2015 – 18:35 pm  por CSenna     Foto: Divulgação / PSDB

FHC nega ter culpado Lula mas fala em ‘estilo lulopetista’

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso negou, neste sábado (1°), que tenha atribuído ao seu sucessor Luiz Inácio Lula da Silva a culpa pelo esquema de corrupção na Petrobras. “A entrevista foi dada há algum tempo, não me recordo os termos que usei. Mas, ao falar ao estrangeiro cuido sempre de não ser agressivo com políticos brasileiros”, defendeu o político em seu perfil no Facebook. De acordo com matéria do UOL, FHCteria dito a um jornal alemão que Lula é “politicamente responsável” pelo esquema investigado na Operação Lava Jato, já que “os escândalos começaram no governo dele”. “Não falo, ao estilo lulopetista, desconhecendo o passado e negando fatos. Lula, gostemos ou não dele e de suas políticas, foi o primeiro líder operário a chegar à Presidência, o que tem inegável peso simbólico”, avalia o político na rede social. “Por que haveria eu de dizer ao exterior que merece cadeia? Se o merecer, quem dirá será a Justiça e é de lamentar, porque terá jogado fora (coisa que vem fazendo aos poucos) sua história”, completa. No texto, FHC ainda diz que “não se constrói o futuro com amargor, nem desmerecendo feitos” e que, na democracia, a palavra final não é dada por interesses pessoais ou partidários. “O bom senso de cada líder deverá conter seus naturais impulsos por ‘justiça já’, ou a qualquer preço, em favor da moderação e do respeito às regras do jogo. O fato dos adversários não se comportarem assim não deve nos levar a que nos igualemos com eles”, conclui


‘Isso é desvio de função, é pedalada’, diz Dep.Sandro Regis, sobre obras paradas

Domingo, 02 de Agosto de 2015 – 18:20pm  por CSenna       Foto ReproduçãoDep Sandro BA

O deputado estadual Sandro Régis (DEM) criticou, neste domingo (2), aparalisação de 157 obras escolares na Bahia após o suposto não pagamento pelo governo. De acordo com o parlamentar, é um “absurdo” o governador ter lançado dois programas de Educação e não fazer os investimentos necessários. “Essas obras tiveram verbas federais. O pior é que esse dinheiro já foi pago e o Estado não repassou para as empresas continuarem o serviço. O dinheiro vem para uma coisa mas eles gastam com outra. Isso é desvio de função, é pedalada”, denunciou ao Bahia Notícias. O democrata disse ainda que a gestão “se preocupa mais com propaganda do que com melhorias para a população”, divulgando uma situação distante da vivida pelos baianos. “Eles falam da Bahia como se fosse outra Bahia, e na verdade nós vivemos outra realidade”, avaliou. Régis defendeu que as dívidas sejam quitadas o mais rápido possível, para que as obras possam ser retomadas. “Fez uma propaganda maciça dos programas e as obras estão paradas desde o natal de 2014, se deteriorando. Se brincar, o custo para retomá-las vai ser muito maior”, afirmou. Em nota pública, as empresas responsáveis afirmam que não são feitos pagamentos desde a extinção da Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab). Em julho, a Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC-BA) confirmou que herdou obras de ampliação, reforma e construção de unidades escolares da Sucab, mas que das 197 repassadas, 139 já haviam sido retomadas.Fonte Por/ Samuelita S.Santana Ass. comunicação


Marcelo Nilo oficializa saída do PDT

  Foto Reprodução domingo  02 de agosto 2015 – 10:15 pm por CSenna

MNILLO

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o deputado Marcelo Nilo, comunicou oficialmente sua saída do PDT ao presidente nacional da agremiação, Carlos Lupi, no último sábado (1º).

De acordo com o parlamentar, que agora trabalha pela recriação do PL na Bahia, caso o partido não seja constituído, o deputado vai pedir autorização ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para deixar o partido sob a alegação de que tem sido vítima de grande perseguição. “Com certeza, o PL será criado. Se fracassar, entretanto, não há hipótese de ficar no PDT”, garantiu.


Chapada: Festival de Jazz do Capão já tem programação completa; confira as atrações

Foto Reprodução postado em agosto 02/ 2015 – 09:44pm por CSenna
Entre-os-shows-estão-os-pianistas-Ricardo-Castro-e-André-e-a-cantora-Joyce-FOTO-Montagem-do-JC
O Vale do Capão, distrito de Palmeiras, na Chapada Diamantina, vai abrigar mais uma edição do Festival de Jazz, que acontece este ano entre nos dias 18 e 19 de setembro. Neste sábado (1º), os organizadores divulgaram a programação completa do evento, que já entra no calendário anual de festas da região. Para o primeiro dia de shows, o festival recebe o pianista Ricardo Castro, além de Jorge Solovera, e Toninho Gerragutti, que se apresenta com Quinteto, e a Mostra Capão, que terá as apresentações do Coral do Capão, Bando Passarim e Elixir Tafari. Já no sábado, segundo dia de festa, o som fica por conta do também pianista André Mehmari, Aguidavi do Jêje, Joatan Nascimento, que vai se apresentar com Sexteto, e Joyce Moreno.Entre as apresentações estão o pianista Ricardo Castro, a musicista Joyce Moreno e o também pianista solo André Mehmari Aguidavi do Jêje, Joatan Nascimento, que vai se apresentar com Sexteto, e Joyce Moreno.
festival-de-jazz Capão

Confira a programação completa:
Sexta 18/09
Ricardo Castro (piano solo)
Mostra Capão: Coral do Capão, Bando Passarim e Elixir Tafari
Jorge Solovera
Toninho Ferragutti – Quinteto

Sábado 19/09
André Mehmari (piano solo)
Aguidavi do Jêje
Joatan Nascimento – Sexteto “Back to the 70’s”
Joyce Moreno


“Eu não sou ameaça para ninguém”, diz Wagner sobre Pinheiro

                Everaldo Anunciação, Rui Falcão e Jaques Wagner se reúnem com diretório do PT na Bahia

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, afirmo neste sábado (1º), durante encontro com o Diretório Estadual do PT, em Salvador, não disputará o comando do Palácio Thomé de Souza com o prefeito ACM Neto (DEM) nas eleições de 2016. “Já duvidaram várias vezes do que eu falei. Duvidaram que eu não iria ser candidato a nada. E duvidaram de outras coisas. Eu não sou candidato a prefeito de Salvador. Em hipótese nenhuma , não é o meu papel, não vou sair do Ministério da Defesa, não vou deixar o governo federal”, afirmou.

A resposta do ex-governador baiano foi após questionamento sobre um possível disputa interna com o senador Walter Pinheiro (PT) para a disputa a uma das vagas do Senado no pleito de 2018, um dos motivos pelo qual Pinheiro deixaria o partido. Segundo Wagner, o Senado Federal não está no seus planos. “Não estou colocando como objetivo meu ser candidato [a senador], até porque vou continuar comungando daquilo que nos ajudou a chegar onde a gente chegou: ou a gente distribuir poder ou a gente não vai conviver”.

O ministro disse ainda que “não é ameaça para ninguém”. “Pinheiro tem legitimidade naturalidade para continuar sendo o nosso senador. A outra coisa, mas é para ele analisar, é a relação dele com o partido. Isso é uma questão do cotidiano e do dia a dia. Eu não sou ameaça para ninguém”, disse.

Já o presidente nacional do PT, Rui Falcão, ao lado de Wagner, afirmou que desconhecia as desavenças entre Pinheiro e o PT baiano. “Primeiro, 2018 está muito distante. Segundo, tem duas vagas para o Senado em 2018. Terceiro, quem decide as candidaturas não é nem Jaques Wagner, nem o Pinheiro, mas o encontro estadual do PT da Bahia. Não há nenhuma razão que me conste de uma avaliação depreciativa do senador Pinheiro. Cabe ao partido em 2018 avaliar”, despistou, ao receber o reforço do presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação. “A relação nossa [na Bahia] com o senador Walter Pinheiro é tranquilo”, minimizou o dirigente estadual.


Onze membros da Força Aérea Colombiana morrem em queda de avião militar

 Atualizado em 01/08/2015 06h06    Por Csenna 
Onze membros da Força Aérea Colombiana morrem em queda de avião militar

Foto: FAC
Onze integrantes da Força Aérea Colombiana (FAC) morreram nesta sexta-feira (31) na queda de um aeronave militar na área de Las Palomas, em Agustín Codazzi, município próximo a La Paz, capital do país. Segundo informações da Agência Lusa, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, informou pelo Twitter que se tratavam de doze vítimas. O número oficial foi confirmado posteriormente pelo Ministério da Defesa e pela FAC: morreram um major, um tenente e nove sargentos. Santos também lamentou o ocorrido, que que “matou os heróis das forças aéreas colombianas”, e ofereceu pêsames às famílias dos mortos. De acordo com a FAC, uma falha no motor foi relatada pela tripulação. Não há sobreviventes. Os relatos iniciais indicam que o avião partiu da base de Palanquero, no centro-oeste de La Paz. A aeronave, um CASA 235, é normalmente utilizado para transportar tropas e pode levar até cinquenta pessoas.Fonte G1

Lua azul !

por Csenna: Atualizado em 01/08/2015 05h30   Por Csenna

A noite desta sexta-feira (31) tem a segunda lua cheia de julho. Essa ocorrência é chamada, desde a década de 1940, de lua azul. Mas isso não significa que a lua realmente terá a coloração azulada.

(Foto: Marcello Cavalcanti)

'Lua azul' passa atrás do bondinho do Pão de Açúcar, no Rio (Foto: Marcello Cavalcanti)                   Lua azul passa atrás do bondinho do Pão de Açúcar, no Rio

Como explica o astrônomo Cassio Barbosa, autor do Blog Observatório, trata-se apenas de uma lua cheia comum. O uso do termo com esse sentido teve origem em 1946, quando um astrônomo amador publicou um texto em uma revista popular de astronomia dos Estados Unidos afirmando que à segunda lua cheia do mês dava-se o nome de lua azul.

A última vez que o fenômeno ocorreu foi em agosto de 2012 e a próxima vez será em janeiro de 2018.

(Foto: Eraldo Peres/AP)'Lua Azul', segunda lua cheia do mês de julho, aparece sobre o Palácio da Alvorada, em Brasília (Foto: Eraldo Peres/AP) ‘Lua Azul’, segunda lua cheia do mês de julho, aparece sobre o Palácio da Alvorada, em Brasília 

(Foto: Eddie Keogh/Reuters)a segunda lua cheia de julho, conhecida como 'Lua Azul', no sudeste da Inglaterra (Foto: Eddie Keogh/Reuters) Segunda lua cheia de julho, conhecida como ‘Lua Azul’, no sudeste da Inglaterra

Em 2006, Donald W. Olson, Richard Fienberg e Roger Sinnott escreveram um artigo para a revista Sky & Telescope chamado “O que é uma lua azul?” a fim de explicar o fenômeno. Os astrônomos e editores realizaram um diálogo virtual dentro de suas páginas por anos discutindo interpretações do fenômeno, que acabou sendo explicado pura e simplesmente como a segunda lua cheia de um mesmo mês.

O ciclo lunar completo tem 29,5 dias e por conta disso, na sincronização entre o ciclo e o calendário, um mesmo mês pode acomodar duas luas cheias, algo que acontece a cada 2,7 anos. Sua última ocorrência foi em 2012, e ele só voltará a se repetir no dia 31 de janeiro de 2018. Extraído do Portal iG.