ONU proíbe o PT de usar sua marca em propaganda eleitoral

Swgunda fwira, 17  de Setembro por Camila Matos

Partido usou sem autorização a marca da entidade na propaganda eleitoral

PT usou logomarca da ONU sem autorização e entidade ordenou o fim da apropriação

A Organização das Nações Unidas (ONU) exigiu que o PT retirasse sua logomarca da propaganda eleitoral do partido. O PT mostrou seus candidatos sob o slogan “a ONU garante Lula candidato” ao lado da marca na cor azul. O uso do emblema da ONU sem autorização é ilegal. O PT atendeu a exigência da ONU para não desfazer a lorota de que a entidade “apoia” o ex-presidente preso por corrupção. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Escritório de Assuntos Jurídicos da ONU precisa autorizar expressamente a utilização do emblema do qual o PT se apropriou.,O PT criou ao menos quatro peças publicitárias com a logomarca da ONU. Teve de retirá-las de todas as plataformas e redes sociais.

Segundo o Adendo 2 da Instrução Administrativa 189, o uso do emblema é restrito a órgãos da própria ONU. O comitê de direitos humanos, de funcionários contratados, não pode liberar o uso da marca da ONU. Nem tem autoridade para soltar Lula.


TSE concede liminar e Garotinho está de volta às eleições

segunda feira, 17 de Setembro por Camila Matos

O candidato do PRP teve a candidatura ao governo do estado barrada e ainda não divulgou se pretende retomar a campanha; por outro lado, o Ministério Público ainda pode recorrer da decisão

Foto: Reprodução/ Twitter
Foto: Reprodução/ Twitter

O ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PRP), teve uma liminar acatada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode voltar a concorrer às eleições deste ano.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a decisão do ministro Og Fernandes, no domingo (16), suspendeu os efeitos do despacho do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), que enquadrou o político na Lei da Ficha Limpa.

Garotinho teve a candidatura ao governo do estado barrada e ainda não divulgou se pretende retomar a campanha. Por outro lado, o Ministério Público ainda pode recorrer da decisão do TSE.


Eleções 2018:Bolsonaro lidera com 33%, Haddad passa Ciro e assume segundo lugar com 16%, aponta pesquisa FSB

Segunda feira 18 de Setembro por Juliana Ribeiro

Candidato do PSL subiu três pontos, petista dobrou as intenções de voto no levantamento

Fotos: Ricardo Stuckert/Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados/edição bahia.ba

Uma pesquisa do instituto FSB, contratada pelo banco BTG Pactual, mostra o crescimento de Jair Bolsonaro (PSL), após o ataque sofrido por ele, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

No lavantamento divulgado dia 10 de setembro, o candidato tinha 30%. Nesta segunda-feira (17), a pesquisa divulgada pelo FSB mostra que o presidenciável subiu três pontos e foi a 33%.

A pesquisa mostra ainda o candidato petista, Fernando Haddad, com 16% das intenções de voto, em segundo lugar. O ex-prefeito de São Paulo tinha 8% no levantamento anterior.

Já Ciro Gomes (PDT) tinha 12%, agora aparece com 14%, em terceiro lugar. O tucano Geraldo Alckmin marcou 6%, Marina Silva(Rede), 5%, João Amoêdo (Novo) 4%, Alvaro Dias (Podemos), 2%, Henrique Meirelles (MDB), 2%, e Cabo Daciolo (Patriota), 1%.


Vídeo; Pela primeira vez após atentado, Bolsonaro usa rede social para falar ao vivo

Domingo 16 de Setembro Por G1, Brasília    

Da cama do quarto no hospital onde está internado, o candidato do PSL à Presidência da República usou o Facebook para fazer transmissão ao vivo.

Jair Bolsonaro durante transmissão ao vivo pela internet — Foto: Reprodução/Facebook

Pela primeira vez após o atentado que sofreu, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, falou ao vivo neste domingo (16) em transmissão pelo Facebook.

presidenciável do PSL levou uma facada no abdômen no último dia 6 durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) e, desde então, só tem postado mensagens e fotos em suas redes. Bolsonaro passou por duas cirurgias e segue internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Na tarde deste domingo, o boletim médico informou que ele segue “estável”. Nas redes sociais, o candidato escreveu que teve autorização da equipe médica do hospital para fazer a transmissão ao vivo.

Segundo Bolsonaro, o que está em jogo no momento “é o futuro de todos vocês que estão aí”. “Até de você que apoia o PT. Você é um ser humano também. Vejo muito petista mudando de lado”, declarou.

Ele disse que espera estar em casa em uma semana “e conversando toda noite durante o horário eleitoral gratuito com vocês”.

Veja Vídeo 


Bahia cede empate ao Palmeiras e joga fora chance de figurar na primeira parte da tabela

Domingo 16 de Setembro por Juliana Ribeiro/Foto Reprodução

O Bahia recebeu a equipe do Palmeiras na tarde deste domingo, na Arena Fonte Nova e o Tricolor terminou empatando com o time paulista por 1 a 1, jogando fora uma grande oportunidade de figurar na primeira parte da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

O time comandado pelo técnico Enderson Moreira teve uma grande chance logo aos 5 minutos do primeiro tempo com o atacante Gilberto, que dentro da grande área chutou duas vezes, exigindo uma bela defesa do goleiro Weverton. Porém, aos 17 minutos, o camisa 9 do Esquadrão não perdoou. Ele aproveitou uma grande jogada do volante Ramires, que deixou Felipe Melo no chão e o deixou de cara. Gilberto chutou de primeira, no canto do arqueiro alviverde e abriu o placar. Depois disso a única grande chance do primeiro tempo foi numa bela jogada de Marcos Rocha, que deu uma caneta em Zé Rafael e cruzou na medida para Borja, só que o atacante cabeceou pra fora do gol.

Na segunda etapa o Palmeiras voltou mais ligado, porém sem criar oportunidades claras de gol até os 32 minutos, quando o atacante Dudu cobrou escanteio e o volante Felipe Melo cabeceou sozinho na área Tricolor, empatando o duelo.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

 


Eleições 2018; Em Boa Vista, Ciro Gomes xinga e manda prender jornalista

Domingo 16 de Setembro por Juliana Ribeiro /Foto Reprodução

Candidato do PDT acusou repórter de estar a serviço de Jucá, a quem chamou de vagabundo

Ciro a repórter em Roraima: “Vá para a casa do Romero Jucá seu filho da puta”

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, causou mais uma polêmica neste fim de semana. O pedetista ficou irritado com a pergunta de um jornalista, em Boa Vista, durante campanha, e empurrou, xingou e ainda o mandou prender. O repórter questionou o ex-ministro sobre uma declaração anterior dele a respeito da situação de brasileiros e venezuelanos em Paracaíma.

“Vá para a casa do Romero Jucá seu filho da puta”, disse o candidato, empurrando o repórter. “Pode tirar esse daqui, esse aqui é do Romero Jucá. Prende ele aí”, gritou Ciro.

O vídeo da confusão circula nas redes sociais. O temperamental e explosivo Ciro Gomes visitava o Centro Comercial Caxambu na capital de Roraima, estado do senador Romero Jucá, presidente do MDB e candidato a reeleição ao Senado.

Na declaração de Ciro a que o repórter se referia, o político chamou de “desumanidade” e “canalhice” o ataque xenófobo contra venezuelanos em Pacaraima (RR), ocorrido no dia 18 de agosto. Ciro também dissera ter sentido pela primeira vez “vergonha de ser brasileiro”.

Assista ao vídeo


Em Salvador Caminhada em solidariedade a Jair Bolsonaro reúne multidão no Farol da Barra

Domingo 16 de Setembro por Juliana Ribeiro
Coordenador do Movimento Seu Voto Muda o Brasil e organizador do evento, capitão Cláudio Silva

Um ato em solidariedade ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) foi realizado na manhã deste domingo (16), no Farol da Barra, em Salvador. A organização do evento aponta que cerca de cinco mil pessoas participaram da caminhada em direção ao Cristo.

Coordenador do Movimento Seu Voto Muda o Brasil e também organizador do ato, Cláudio Silva ressalta que “tentam denegrir a imagem do futuro presidente do Brasil”. “Querem dividir o país com ódio. Querem que brancos não gostem de negros. Querem que ricos não gostem de pobres. E vice-versa. Tentaram até mudar a cor da nossa bandeira. Mas Bolsonaro veio para varrer do mapa a política tradicional. Nós vamos unir o país em um projeto novo, com desenvolvimento econômico e social. E nesta nação, bandido não terá vez”, afirmou. Silva é também chamado de “Bolsonaro Baiano”.

O evento, que começou ao som do Hino Nacional, contou ainda com apoio do candidato ao Senado, Irmão Lázaro (PSC). Ele não esteve presente, mas gravou um áudio com uma oração pelo restabelecimento de Bolsonaro. “A mão de Deus é poderosa e Bolsonaro será recuperado sem sequelas desse atentado praticado por esse homem mau”, afirmou o candidato, que é também pastor. O candidato do PSL foi vítima de uma facada enquanto fazia uma passeata de campanha no município de Juiz de Fora, em Minas Gerais, no último dia 6.

Diante das pesquisas que mostram uma maior resistência a Bolsonaro entre as mulheres, o evento também destacou a presença feminina, como no caso da cirurgiã-dentista Ana Kolbe, de 61 anos. “Minha filha mora em Londres porque já foi assaltada aqui três vezes. Eu quero meu Brasil de volta”, defendeu a mulher. Uma das principais bandeiras de Bolsonaro é a liberação do porte de arma como medida de segurança pública.


Ciro Gomes chama Romero Jucá de ‘vagabundo e ‘gângster’ em ato

Domingo 16 de Setembro por Juliana Ribeiro/Foto: Agência Brasil

Presidenciável do PDT visitou Roraima em ato de campanha e acusou um jornalista de trabalhar para o senador do MDB

Foto: Agência Brasil

Assim como Geraldo Alckmin, o presidenciável do PDT Ciro Gomes também visitou o norte do país como parte da agenda da campanha deste sábado (15). Ciro foi para Boa Vista, Roraima, onde falou sobre seus planos para a Previdência e fez duras críticas ao senador Romero Jucá (MDB), a quem chamou de “vagabundo” e “gângster”.

O clima esquentou quando Ciro foi abordado por um jornalista, se irritou e o acusou de trabalhar para o emedebista, vice-líder no Congresso Nacional. “Esse aqui é do Romero Jucá, tira ele, tira ele”, disse irritado.

O desconforto refletiu no discurso do candidato do PDT, que prometeu “mediar o conflito” em Roraima e ajudar a prender Jucá, “uma das piores figuras da política brasileira”.

“Esse canalha que lidera todos os governos e agora, bandido como é, fala mal de Michel Temer para enganar o povo de Roraima […] Um gângster”, disparou.

Ciro falou sobre a sua proposta para a reforma da Previdência, que visa estabelecer um teto de R$ 5 mil. O modelo, chamado de capitalização da Previdência, visa que cada trabalhador contribua para pagar a própria aposentadoria. O valor seria descontado automaticamente da folha de pagamento, e, quem quiser receber acima do teto, teria que ter outra conta vinculada para aumentar a contribuição.


Filho de ditador africano tem dólares e relógios avaliados em R$ 69 mi apreendidos pela PF

Domingo, 16 de Setembro
Filho de ditador africano tem dólares e relógios avaliados em R$ 69 mi apreendidos pela PF

Foto: Reprodução / G1

A Polícia Federal apreendeu malas com US$ 1,5 milhão (aproximadamente R$ 6,3 milhões) e R$ 55 mil em dinheiro, além de cerca de 20 relógios avaliados em US$ 15 milhões (cerca de R$ 63 milhões), com uma comitiva da Guiné Equatorial que chegou ao Brasil nesta sexta-feira (14), pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, a 93 km de São Paulo)

Os valores dos itens apreendidos, quando somados, equivalem a mais de R$ 69 milhões e não foram declarados à Receita Federal.

Conforme informações da Folha de são Paulo, o vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Mangue, estava na comitiva. Ele é filho do ditador Teodoro Obiang, que governa o país há quase 40 anos.

A comitiva prestou depoimentos por quatro horas na sala da PF no aeroporto e foi liberada. Os 11 passageiros estão hospedados em um hotel em Campinas.

Um dos funcionários da embaixada disse que o vice-presidente estava no Brasil para realizar um tratamento médico e posteriormente seguiria para Singapura em missão oficial. Segundo ele, os relógios são de uso pessoal do vice-presidente.

Segundo o jornal O Globo, uma investigação feita por agentes franceses revelou que Teodorín tem vários imóveis no Brasil, que valem mais de US$ 200 milhões de dólares.


Em visita de Haddad, atitude de Rui cria mal-estar e gera rumores de candidatura de Aline Peixoto, a Prefeitura de Jequié em 2020

Sábado, 15 de Setembro por Bruno Luiz

Em visita de Haddad, atitude de Rui cria mal-estar e gera rumores de candidatura de Aline

Foto: Divulgação

A passagem do candidato a presidente do PT, Fernando Haddad, e de sua vice Manuela D’Ávila (PCdoB) por Jequié, neste sábado (15), terminou com um mal-estar entre o governador e candidato à reeleição Rui Costa (PT) e o prefeito da cidade, Sérgio da Gameleira (PSB).

Segundo relataram ao Bahia Notícias pessoas que acompanharam a caminhada ocorrida pelo município, o socialista se sentiu desprestigiado por Rui, que, durante discurso feito para os participantes do evento, não mencionou Gameleira em nenhum momento, apesar de ter citado até a primeira-dama do estado, Aline Peixoto, nascida na cidade. 

De acordo com informações obtidas pela reportagem, inicialmente, o prefeito de Jequié havia sido informado que faria um discurso na caminhada, assim como Manuela, Rui e Haddad. No fim das contas, acabou não discursando e também não recebeu nenhum aceno por parte do candidato à reeleição. 

O ato foi recebido por aliados e figuras do PSB como falta de “generosidade” de Rui, já que o prefeito cuidou pessoalmente de mobilizar a população de Jequié e região para o evento, além de ir até rádios da cidade para divulgar o ato. Por outro lado, o socialista também é aliado do governador e apoia sua candidatura à reeleição, sendo integrante também de um partido que compõe a base do petista.   

Algo que chamou atenção também foram as menções consideradas “veementes” que Rui fez à esposa no discurso. O fato intensificou rumores, principalmente por parte de figuras do PSB, de que Aline pode ser candidata à prefeitura de Jequié em 2020. Segundo um relato ouvido pelo BN, o governador apresentou a primeira-dama como uma espécie de “mãe” da cidade. 

Na avaliação de um nome ouvido pela reportagem, a atitude de Rui com Gameleira se assemelhou ao que o ex-governador Antonio Carlos Magalhães fazia com inimigos políticos. “Rui repete a prática de ACM. Quando ele não se dava com o prefeito, não o citava nos eventos, não ajudava e ainda desdenhava. Ele tratou de forma descortês”, reclamou esta fonte.

RUSGAS PASSADAS

As tensões nas relações entre Rui e Gameleira não são novas. Episódios passados demonstram um estranhamento entre os dois.

O primeiro deles aconteceu quando o atual prefeito de Jequié decidiu ser candidato a vice-prefeito da ex-prefeita da cidade, Tânia Britto (PP). Ele contrariou a orientação de Rui, que, na época deputado federal, pediu que a aliança não fosse feita. 

Outro episódio ocorreu no fim de 2014, quando Rui, candidato a governador da Bahia, pediu a Gameleira que não rompesse as relações com Tânia, na época já prefeita da cidade e desgastada por um mandato com alta rejeição popular e denúncias de irregularidades na gestão. Contrariando mais uma vez o petista, o então vice-prefeito desfez a aliança política.

Mais um fato para expor as tensões entre Rui e Gameleira ocorreu nas eleições municipais de 2016. Da base do governador, ele esperava receber o apoio do petista para a campanha à prefeitura de Jequié. No entanto, recebeu um golpe quando Aline Peixoto resolveu apoiar outro candidato, Tadeu Cafezeiro, fazendo com que Rui fizesse o mesmo. No entanto, Cafazeiro acabou ficando em terceiro lugar e Gameleira venceu o pleito.