Neto venceria no primeiro turno, com 54,5%, contra 24,1% do petista Rui Costa, nas eleição de 2018, diz pesquisa

Quarta feira, 07 de Junho por Juliana Ribeiro// Fotos: Max Haack/ Agecom

Em um possível segundo turno, o atual prefeito de Salvador bateria o governador com 58,4% contra 28,8% das intenções de voto

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), saiu à frente do governador Rui Costa (PT) em uma pesquisa de intenções de votos para a eleição estadual de 2018, feita pelo Instituto Paraná, sob encomenda da Record Bahia, e divulgada nesta quarta-feira (7).

De acordo com o levantamento, o democrata, que cogita a participar do pleito, venceria no primeiro turno, com 54,5%, contra 24,1% do petista. No cenário, o senador Otto Alencar (PSD) pontuou com 4,7% e Fábio Nogueira (PSOL), com 2,9%. Entre os entrevistados, 4,3% estão indecisos e 9,5% não escolheriam nenhum dos candidatos listados.

Em outro cenário, sem Otto, Neto manteria a ponta e cresceria para 56,4%, seguido de Rui, com 25,8%. Nogueira marcaria 3,1%, enquanto 10,6% das pessoas pesquisadas não escolheriam nenhum dos postulantes. O porcentual de indecisos permaneceria o mesmo: 4,3%.

Outra simulação, sem Rui e com o senador do PSD, mostra ACM Neto com 65,3%. Otto marcaria 10,6% e Nogueira 4,5%. No panorama, 5,1% não saberiam em quem votar e 14,4% não escolheriam nenhuma das opções.

Sem Neto, Rui venceria com 47,2%, mas haveria segundo turno. Otto teria 13,8% das intenções de votos e o socialista 5,7%. Os indecisos seriam 7,5%, enquanto 25,8 não votariam em ninguém.

Um possível segundo turno entre o governador e o prefeito também foi proposto na consulta. O chefe do Executivo de Salvador venceria o rival por 58,4% a 28,8%. Os indecisos seriam 3,9% e 8,9% não votariam em ambos.

A pesquisa entrevistou 1.510 pessoas em 70 cidades no estado, entre os dias 31 de maio e 4 de junho. A margem de erro é de 2,5 pontos porcentuais para mais ou para menos.


Crise no PP: partido tenta manter protagonismo na Bahia

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Gilberto Júnior

O Partido Progressista na Bahia passa por um período de turbulência inegável. Nacionalmente há uma pressão para que os pepista deixem a nau petista e saltem para a caravela do prefeito de Salvador ACM Neto. Por outro lado, o vice-governador João Leão tem mantido a palavra dada ao ex-governador Jaques Wagner e ao atual Rui Costa e resistido às investidas.

A aliança permanece assegurada pelo menos até 2018. O deputado federal Cacá Leão, filho do presidente estadual do partido, já declarou que o cenário eleitoral do próximo ano ainda é turvo e, portanto, seria contraproducente se posicionar neste momento. O fato é que o planejamento do atual governo mantém a estrutura atual na ocupação das vagas na majoritária com uma mudança: sai Lídice da Mata para entrar um candidato indicado pelo PSD.

Em 2010, quando a chapa majoritária contava com quatro espaços, dois foram ocupados por petistas (Jaques Wagner e Pinheiro – senado), o PP teve Otto Alencar como vice-governador (depois fundou o PSD e pulou) e o PSB indicou Lídice da Mata. No atual cenário, se não houver impedimentos judiciais, a chapa tem assegurada as presenças de Rui Costa (reeleição) e Jaques Wagner (Senado), o PSD deve indicar o outro postulante ao Senado e o PP manter João Leão na vice.

Mas o perigo mora ai: Ronaldo Carletto, deputado federal do PP, não esconde o desejo de ser candidato ao Senado. Já se cogitou a possibilidade de migrar para o PSD para ocupar a outra vaga. Hipótese ainda não descartada, embora tenha esfriado. O deputado estadual Robinho, apadrinhado por Carletto, é quem manifesta insatisfação com a direção partidária sob orientação do federal.

É neste sentido que surgem declarações colocando em dúvida o comando de Leão. As respostas vieram na mesma linha. Cacá Leão diz que o partido não tem interesse em manter quem não quer ficar. Antônio Henrique Júnior, deputado estadual em primeiro mandato e filho do ex-prefeito de Barreiras, também coaduna com o filho do vice-governador.

Em nota enviada à imprensa deixa claro o recado: os nossos correligionários reconhecem no vice-governador João Leão “o governador do oeste baiano”. Tantos são os seus feitos e as suas ações políticas e administrativas em benefício da população oestina. Sabemos que ele tem o seu jeito peculiar de fazer política e tocar projetos… É dessa forma que vejo o presidente do PP na Bahia, João Leão, nosso líder.

A declaração é interessante, pois a reafirmação de uma posição é vista sempre como sinal de fragilidade politica. Isso quer dizer que se alguém precisa afirmar que tem liderança é porque esta liderança está ameaçada. Isso em geral.

Outra situação interessante que acontece no PP baiano é a tentativa de atração do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM). Todos os envolvidos negam publicamente as conversas sobre adesão, no entanto, nos bastidores é sabido que o dialogo está avançando. Se entrar de fato no PP deve ser para ter um lugar na chapa majoritária.

A entrada em campo um novo jogador que tem dialogo aberto com ACM Neto não pode ser ignorada. A jogada ainda não está consolidada e não há como cravar se Zé Ronaldo vai de fato para o PP e, uma vez desembarcando, se vai mudar o espectro político, ou seja, se aliar a Rui Costa. Qualquer definição só será revelada mais adiante.

No mais o PP tem, na avaliação de seus próprios quadros coadjuvantes, que manter-se numa espécie de “em cima do muro” porque esta ‘insegurança’ pode evitar que o passe dos pepistas seja rebaixado antes da definição das chapas.
O PSD se valorizou com as vitórias eleitorais municipais. Partido da base que mais elegeu prefeito. Tem hoje o comando da União dos Municípios da Bahia (UPB) e a presidência da Assembleia Legislativa. A primeira pedida será deles. O PP, neste sentido, tem que encontrar formas de valorizar o passe.
PR, PDT, PSB, além do PCdoB são partidos da base que observam as movimentações e que pleiteiam também um lugar ao sol.


Em encontro, Alckmin defende apoio do PSDB a reformas; Temer faz ‘desabafo’

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Reprodução / NBR

O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) confirmou ao presidente Michel Temer durante encontro realizado nesta sexta-feira (2) que seu partido deve se manter apoiando as reformas econômicas e que quaisquer discussões sobre a saída da base do governo só acontecerá mais à frente. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a reunião foi solicitada pelo peemedebista e aconteceu por cerca de uma hora na sede do governo de São Paulo, o Palácio dos Bandeirantes. Interlocutores do governador afirmam que o tom de Temer foi de “desabafo”. Os esforços de Alckmin para acalmar os ânimos dos tucanos paulistas vem sendo empreendidos desde a última quinta (1). Na segunda-feira (5) o Diretório Estadual discutirá a posição da sigla – o governador orientou seus aliados para que não seja tomada nenhuma posição radical no momento.


Vitória perde para o Flu e segue sem vencer na Série A

Sábado, 03 de junho por Juliana Ribeiro

Com apenas um ponto em quatro jogos, rubro-negro segue na zona de rebaixamento após derrota por 2 a 1 para clube carioca

Foto: Mailson Santana / Fluminense
Foto: Mailson Santana / Fluminense

Se o clima fora de campo não é bom, dentro das quatro linhas vai tão mal quanto. Após uma semana de pura instabilidade, o Vitória foi derrotado por 2 a 1 pelo Fluminense em partida válida pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Precisando do resultado, o técnico, agora interinamente, Petkovic promoveu mudanças ousadas no rubro-negro com a utilização de um 3-5-2, promovendo a estréia do lateral Thallyson e com a utilização de Patric no meio de campo. Se o esquema de três zagueiro era pensado como um modo de possibilitar uma maior consistência defensiva do Vitória, já nos dez minutos inciais o panorama da partida foi diferente.

Com pleno domínio das ações no meio de campo, o Flu pressionou nos primeiros momentos de partida aproveitando a velocidade de Gustavo Scarpa. Percebendo a deficiência do time em atuar no esquema, Petkovic avançou Renê para a frente da dupla de zaga e prostrou o time em um 4-1-4-1.

Ainda que o esquema tenha facilitado o posicionamento na faixa central do campo, o Fluminense continuou assustando. Aos 29′ Henrique Dourado fez boa jogada e cruzou para Scarpa que colocou a bola no Travessão. Já aos 33′ o gol finalmente saiu. Em um erro de reposição de bola de Fernando Miguel, o lateral Thallyson se atrapalhou com a bola e perdeu para Scarpa que serviu Richarlison para abrir o placar, chutando no contrapé do goleiro rubro-negro. (mais…)


LULA AMEAÇA DELATAR TODO MUNDO SE FOR PRESO!

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Divulgação 

A BOMBA NUCLEAR DA POLÍTICA BRASILEIRA. VAI CAIR MINISTRO, PROCURADOR, PROMOTORES, JUÍZES.. NÃO VAI FICAR UM EM PÉ

“Vai cair ministro, procurador, promotores, juízes, não vai ficar um em pé. Eu sei de muita coisa e estou pedindo pra me deixar de canto”.
O estado de nervos de Lula é dos piores. Em recente conversa de bastidores, tentando convencer o PMDB a se manter na base de Dilma, ameaçou contar tudo o que sabe e detonar todo mundo se vier a ser preso. A ameaça deve ter deixado não só PMDB, mas meia Brasília em pânico. Afinal, não deve ter negócio nebuloso, malcheiroso ou ilícito na política brasileira nos últimos 14 anos que o Chefão não tenha conhecimento ou, quem sabe, maior envolvimento.
Se cumprir o que disse, Lula vai explodir uma bomba nuclear sobre o mundo político brasileiro. Ruim para os corruptos, bom para o Brasil. Só podemos torcer para que a ameaça se cumpra com todos os seus horrores.A ameaça de Lula (que parece estar ligada a estranha divulgação de doações da Odebrecht, que mistura doações legais e ilegais colocando todos políticos na mesma canoa, é suspeita de ser manobra do PT), é relatada pelo jornalista Ricardo Noblat, de O Globo, um dos mais bem informados do Brasil.
Confira a nota, intitulada “Ameaça no ar”:
“A dois líderes do PMDB, com os quais conversou nas últimas 48 horas, Lula, o bom de gogó, disse, em meio a uma conversa até ali amena: Se eu cair, não cairei sozinho.Para ser exato: ele não usou o verbo “cair”. Usou outro, mais de acordo com sua habitual maneira de se expressar.”

Irajuba:Prefeito Jerônimo Santos recebe Dep Antônio Brito e visita Município em companhia de Secretários Municipais

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Divulgação Facebook

Realização da  feira de saúde que acontecerá nos dias 7 e 8 de junho do corrente mês e ano

Em IRAJUBA na manhã  deste sábado dia 03/06 O Prefeito Jerônimo (PSD) ao lado do Dep.Federal Antônio Brito (PSD) e seus Secretários; A frente da pasta a Secretária de saúde Luciane Barbosa, o Secretário de assistência social Cizenando Ribeiro Sena e o Secretário de Esporte, Ednaldo Santana ambos circularam no centro da cidade  onde os mesmos estiveram, verificando a área  para realização da  feira de saúde que acontecerá nos dias 7 e 8 de junho do corrente mês e ano.

Em seguida o Dep.Federal Antônio Brito e o Prefeito Jerônimo Santos, estiveram visitando o hospital  Santo Antônio ao lado do Dr Fernando, e seus Secretários, Ramon Barbosa, Junior Araújo e Ednaldo Santana, ambos  formalizaram uma pauta em discussão para melhorias no HMSA. A redação do blog café no bule obteve informações através de seus leitores no município, os mesmo diz  que o que chamou atenção foi a ausência do Vice Prefeito;José de Sousa (Daí) dos Vereadores da base aliada do prefeito é a ausência  do Ex Prefeito Antônio Sampaio (PP) na comitiva a fim de recepcionar o Dep federal

Na continuidade  Brito sempre acompanhado pelo chefe do executivo e Secretários, em vista ao comércio local e a feira livre teve tempo e visitou de perto os feirantes o qual o mesmo chegou a fazer compras dos produtos ali vendidos nas barracas  .


Caminhão pega fogo e motorista escapa ileso na BR-101

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Divulgação/PRF

As causas do incêndio ainda não foram descobertas

Foto: Divulgação/PRF

Um caminhão carregado com caixas de leite pegou fogo, na madrugada deste sábado (3), no trecho do município de Itamaraju, no sul da Bahia, na BR-101.Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), motorista do veículo foi avisado por outros condutores que passavam pela rodovia quando o incêndio começou e conseguiu sair do caminhão.As causas do incêndio ainda não foram descobertas.


PP ‘não faz questão’ de quem não quer continuar, diz Cacá Leão em resposta a Robinho

Sábado, 03 de Junho , por Bruno Luiz

PP 'não faz questão' de quem não quer continuar, diz Cacá Leão em resposta a Robinho

Deputado federal Cacá Leão | Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputado

O deputado federal Cacá Leão (PP) afirmou que o partido “não faz questão” alguém que não deseja continuar na sigla. A declaração foi dada em resposta ao deputado estadual Robinho (PP), que manifestou, em entrevista ao Bahia Notícias, interesse em sair da agremiação e também teceu críticas ao vice-governador João Leão, presidente do partido na Bahia (leia aqui). Cacá se disse “surpreso” com a decisão de Robinho, mas assegurou que, dependendo do PP, “ele não precisa esperar nada” para se aninhar no PSD, como deseja. “Tenho certeza absoluta que, pelo PP, ele não precisa esperar nada. A gente não faz questão de ter conosco alguém que não deseja estar conosco. Se ele deseja sair agora, o partido vai liberar ele para ele cuidar da vida dele. Se ele deseja sair, nem precisa esperar a janela partidária. O partido dá liberação a ele”, afirmou o progressista, em entrevista ao BN. Cacá ponderou, entretanto, que sair do partido não é a melhor decisão e assegurou que está disposto a conversar com Robinho para tentar resolver as insatisfações dele. “Estamos tentando resolver as demandas uns dos outros. Ele tem algumas chateações, trocas no governo, nomeações”, explicou, antes de fazer uma crítica ao governo estadual por conta da não execução das emendas impositivas. “A articulação do governo está dando bola um ‘foríssima’. O valor é muito pouco para a quantidade de problemas que está sendo criada”, avaliou. 


MP solicita prisão preventiva de Garotinho

Sábado, 03 de Maio, por Juliana Ribeiro -Foto: Renato Araújo/ABr.

Os promotores afirmam que o ex-governador do Rio de Janeiro ameaçou de morte algumas testemunhas de acusação

Foto: Renato Araújo/ABr

O Ministério Público (MP) do Estado do Rio solicitou a prisão do ex-governador Anthony Garotinho. A solicitação foi feita ao juizado da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, onde o processo contra ele, por distribuição de cheques-cidadão na última eleição para prefeito, tramita.

Garotinho havia sido preso em 17 de novembro de 2016 e chegou a ser levado ao Complexo Prisional de Gericinó, em Bangu. Depois disso, no entanto, conseguiu ser transferido para prisão domiciliar e posteriormente teve a liberdade concedida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio de um habeas corpus.

O MP alega, no pedido, que Garotinho estaria pressionando e constrangendo testemunhas do processo, através de redes sociais, por meio de um blog que ele mantém na internet. Os promotores afirmam que Garotinho também ameaçou de morte algumas testemunhas de acusação.


Mantega prepara delação que implica Dilma, diz revista

Sábado,03 de junho por Camila Matos

Segundo a “Época”, ex-ministro está à procura de um advogado que o oriente nas tratativas com o Ministério Público Federal

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Em busca de um advogado especializado em acordos de delação, o ex-ministro  da Fazenda Guido Mantega se propõe a apresentar citações que comprovariam o envolvimento da ex-presidente Dilma e dezenas de petistas em utilização de recursos não declarados durante campanhas políticas. A informação é da revista Época e confirma suspeitas de que Mantega seria o operador do caixa-dois do Partido dos Trabalhadores ao longo de vários pleitos eleitorais.

De acordo com a publicação, Mantega está à procura de um advogado que o oriente nas tratativas com o MPF. Para fechar a delação, o ex-ministro precisa oferecer provas consistentes das acusações e, sobretudo, evidências de crimes contra o sistema financeiro, a exemplo do uso de informações privilegiadas da equipe econômica petista.

Equiparada à delação do também ex-ministro Antônio Palocci – ainda em negociação,mas em estágio avançado –  a colaboração de Mantega pode preencher as lacunas que os procuradores precisam para provar o recebimento de propinas pelo PT.