‘Nem a pau, Juvenal’, diz Ciro Gomes sobre possível apoio a Haddad no 2º turno

Quarta, 19 de Setembro por Juliana Ribeiro
'Nem a pau, Juvenal', diz Ciro Gomes sobre possível apoio a Haddad no 2º turno

Foto: Divulgação

O candidato à presidência da República pelo PDT , Ciro Gomes, afirmou que não apoiaria o postulante ao Palácio do Planalto pelo PT, Fernando Haddad, no 2º turno “nem a pau, Juvenal”.

“Eu ser vice dele [Fernando Haddad]? Em nenhuma circustância… O Haddad aceitou desenvolver um papel que eu considero que o diminui profundamente. Esse papel foi oferecido a mim, esse é um fato real. O Lula – via Dilma Rousseff, via Roberto Requião, via Gleisi Hoffmann – me cercou por todos os lados para eu aceitar ser o vice dele de araque”, disse, durante sabatina promovida pelo G1 e Rádio CBN.

Ciro fez duras críticas ao PT e pediu para que não fosse comparado com a ex-presidente Dilma Rousseff, porque isso o ofende, e voltou a afirmar que o Brasil não suporta mais um presidente fraco que tenha que consultar o seu mentor sempre que aparece alguma crise.


Mais de 30 cidades baianas tiveram repasses federais bloqueados por dívidas

quarta feira 19 de Setembro por Juliana Ribeiro; Foto DivulgaçãoTrinta e oito cidades da Bahia tiveram repasses federais bloqueados este ano causados por dívidas previdenciárias

Trinta e oito cidades da Bahia tiveram repasses federais bloqueados este ano causados por dívidas previdenciárias. Entre janeiro e julho, as cidades em débito com a Previdência deixaram de receber pelo menos uma parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que foi direcionada para o pagamento da dívida. De acordo com a coluna Satélite, do jornal Correio*, levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) apontam que ficaram retidos, em todo o Brasil, R$ 3,61 bilhões do FPM – o que corresponde a 5,3% do total repassado pela União. Das 5.568 cidades brasileiras, 663 tiveram retenção do FPM, que é a principal fonte de receita para custeio de serviços básicos e investimentos nos pequenos e médios municípios. Ainda segundo a publicação, outro dado levantado pela entidade demonstra que o valor do FPM retido por causa da dívida previdenciária vem aumentando nos últimos anos, passando de R$ 6,17 bilhões em 2013 para R$ 7,26 bilhões em 2017. De 2013 a julho de 2018, o total chega aos R$ 38,9 bilhões.


Em vídeo, filhos de Bolsonaro convocam nova manifestação dia 23/09 no Farol da Barra em Salvador

quarta feira 19 de Setembro por Juliana Ribeiro

Resta saber quem é o candidato ao governo da Bahia que vai compor o palanque do evento: João Henrique Carneiro ou José Ronaldo, declarado por Magno Malta como o candidato baiano do grupo


Foto: Reprodução/ blog Família Bolsonaro

Um vídeo protagonizado pelos filhos do candidato do PSL à Presidência da República Jair Bolsonaro, Flávio e Eduardo, que circula nas redes sociais nesta quarta-feira (19), convoca a militância do capitão da reserva para mais uma manifestação em favor da campanha dele, em Salvador.

A mensagem, que também conta com a participação do senador Magno Malta (PR), agenda o encontro para o próximo domingo, no Farol da Barra, às 9h.

Bolsonaro permanece internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se recupera das cirurgias em decorrência do ataque ocorrido em Minas Gerais no dia 6 de setembro, e delegou aos filhos a função de manter a agenda de compromissos da campanha.

Resta saber quem é o candidato ao governo da Bahia que vai compor o palanque do evento. Enquanto o ex-prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (PRTB), se autodenomina representante de Bolsonaro no estado, José Ronaldo (DEM) foi declarado por Magno Malta, em vídeo, como o candidato baiano do grupo.

Veja:



‘Eleitor está junto com Bolsonaro porque está com medo do PT’, diz Alckmin

Quarta, 19 de Setembro por Martha Alves | Folhapress

'Eleitor está junto com Bolsonaro porque está com medo do PT', diz Alckmin

Foto: Divulgação

Com 7% nas intenções de voto segundo a pesquisa Ibope, o candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, diz acreditar que pode ganhar as eleições porque tem menor rejeição entre os eleitores que o primeiro colocado Jair Bolsonaro (PSL).

“Uma parte do eleitor está junto com o Bolsonaro porque está com medo do PT”, ressaltou o candidato.

Na entrevista ao Jornal da Globo, na madrugada desta quarta-feira (19), o ex-governador de São Paulo falou que pretende fazer a reforma na Previdência Social logo no começo do governo.

“Não vamos reduzir o teto de R$ 5.600 para R$ 4.000 como tem candidato querendo fazer. Vamos agir contra os privilégios que o trabalhador de menor renda paga”, explicou.

Questionado sobre educação, Alckmin afirmou que a avaliação do ensino em São Paulo caiu porque o MEC (Ministério da Educação) não inclui as escolas de ensino técnico. “Os alunos não são avaliados corretamente”.

O presidencial ressaltou que São Paulo tem a melhor rede de ensino técnico e tecnológico da América Latina e que três universidades do estado estão entre as melhores do mundo.

Alckmin também disse que pretende zerar a fila por vagas na pré-escola para que as crianças entrem no primeiro ano praticamente alfabetizadas. “Quero ser o presidente da primeira infância”, falou.

Sobre segurança, o presidencial explicou que pretende integrar as inteligências das polícias e Forças Armadas, investir mais em tecnologias e criar uma guarda nacional para ampliar mais rapidamente o controle das fronteiras. “Não produzimos violência, o nosso problema é na fronteira”, falou o candidato.


Do PSDB, prefeito de Manaus prega voto contra Alckmin: ‘Não leva o meu apoio’

quarta feira, 19 de Setembro por Juliana Ribeiro

Na Bahia, ACM Neto (DEM) tenta controlar os ânimos dos aliados que se preocupam com os maus resultados do tucano nas pesquisas e sequer o citam em seu material de campanha

Foto: George-Gianni/ PSDB

O prefeito de Manaus Arthur Virgílio (PSDB) resolveu colocar pólvora nas diferenças internas com o correligionário e pregou o voto contra o candidato do partido à Presidência da República Geraldo Alckmin durante um discurso no Amazonas.

“Não leva o meu apoio, não leva o meu voto, não leva o dos amazonenses”, bradou em um palanque de um aliado local.

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, Virgílio também pretendia concorrer ao Palácio do Planalto e deixou a disputa das prévias da sigla alegando desigualdade de condições para disputar.

“Ele que faça o que bem entender, não sei como funciona essa coisa do jurídico… Só sei de uma coisa: não seria eu cúmplice de uma mentira que seria contada mais uma vez. Em 2006 ele veio aqui, eu me sacrifiquei por ele, Arthur Bisneto quase não se elege deputado estadual para que a gente pudesse fazer um palanque para ele aqui”, justificou citando o último pleito em que Alckmin concorreu à Presidência.

Pulando do barco – Na Bahia, o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) tenta controlar os ânimos dos aliados que se preocupam com os maus resultados do tucano nas pesquisas e sequer o citam em seu material de campanha, a exemplo da delegada e candidata a deputada federal, Kátia Alves (DEM).

O presidente nacional do Democratas, um dos coordenadores da campanha de Alckmin, garante que o grupo caminhará com o ex-governador de São Paulo “até o fim” e convocou reunião de emergência com a base para reverter a situação justamente na semana em que o candidato chega à Bahia para cumprir agenda.


Coligação de Zé Ronaldo pede auditoria em pesquisa Ibope divulgada nesta terça

Terca-feira,18 de setembro por Juliana Ribeiro

Presidente do DEM na Bahia, José Carlos Aleluia viu com estranheza o resultado que apontou Rui Costa (PT) com 60% e José Ronaldo (DEM) com apenas 7% das intenções de voto

O deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas da Bahia, declarou na noite desta terça-feira (18) que a coligação Coragem para Mudar a Bahia vai entrar com pedido de auditoria na Justiça Eleitoral questionando os resultados da pesquisa do Ibope divulgada há pouco pela TV Bahia.

A pesquisa aponta crescimento do petista Rui Costa – que tenta a reeleição – com 60% das intenções de voto. O candidato José Ronaldo (DEM), aparecem com apenas 7%.

Segundo Aleluia, os números das pesquisas internas realizadas pelo Democratas são completamente divergentes dos números apresentados pelo Ibope, que vem errando historicamente nas avaliações realizadas no estado da Bahia.

“Estamos vendo a insatisfação nos olhos da população em todos os municípios por onde passamos. Por isso, é muito estranho esse resultado”, disse Aleluia


Bolsonaro lidera com 28% e Haddad com 19% ocupa o segundo lugar em nova pesquisa Ibope

Terça, 18 de Setembro por Juliana Ribeiro

Bolsonaro lidera e Haddad ocupa o segundo lugar em nova pesquisa Ibope

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) continua liderando a disputa pela Presidência da República conforme pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (18). Em comparação ao último levantamento do instituto, Fernando Haddad cresceu 11% e agora ocupa a segunda posição.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e tem nível de confiança de 95%. O Ibope entrevistou 2.506 eleitores em 177 municípios brasileiros entre os dias 16 e 18 de setembro e protocolou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral sob o registro BR-09678/2018. Confira abaixo a pesquisa:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 19%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Marina Silva (Rede): 6%
Álvaro Dias (Podemos): 2%
João Amoêdo (Novo): 2%
Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%


“Na minha ótica, nunca faria isso”, diz Otto Alencar sobre propagandas de ataque a irmão Lázaro

Terça, 18 de Setembro por Juliana Ribeiro

senador Otto Alencar (PSD-BA) foi cauteloso ao recriminar os ataques que o seu grupo político faz contra o candidato ao Senado, o deputado federal Irmão Lázaro (PSC), em recentes propagandas eleitorais.

“Não vi esse programa que tá se discutindo. Não sei qual foi o ataque. Não sei se ele votou contra o impeachment […] Na minha ótica nunca faria isso, nunca fiz isso. Agora, não acho que falar que fulano ou ciclano (sic) votou no impeachment seja ataque”, comentou em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta terça-feira (18).

Nesta segunda (17), Irmão Lázaro reagiu às provocações e bradou que, “no dia 7 de outubro, essa raça terá que engolir o negão no Senado”.

“Nunca tinha visto minha imagem sendo alvo de difamação na televisão. O que eles fizeram comigo foi um tapa e uma ferida em cada homem de bem. Passei mal ao ver a propaganda na TV. Minha mãe e o meu pai não aguentam mais isso”, disse Lázaro durante discurso em evento de lançamento do programa de governo de Zé Ronaldo (DEM).

Antes, a Justiça Eleitoral havia ordenado que campanha do PT para o Senado retirasse do ar a propaganda que associava Irmão Lázaro ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e à crise por que o país atravessa.

Ao Se Liga Bocão, Otto Alencar também rechaçou as avaliações de que Angelo Coronel ainda é desconhecido pelos eleitores. “[Fernando] Haddad era desconhecido no Nordeste e agora desponta nas pesquisas. Em 1989, ninguém conhecia quem era Collor… É o carisma, a capacidade de falar com o povo. Coronel não tá caçando marajá, não! [tal como Collor discursava]. Ele tem boas ideias”.

“Temos avaliações internas, estamos vendo o crescimento. Eu digo a Coronel: ‘Não fica assustado com pesquisa, vamos trabalhar, temos base forte’. A entrada dele na chapa foi traumática […] Ficou sequela, mas não acho que essa sequela vai atrapalhar a eleição de Coronel”, completou.


Senado: Wagner lidera pesquisa Ibope com 41% Irmão Lázaro (PSC), com 22%;

Terça, 18 de Setembro por Juliana Ribeiro

Na sequência estão Irmão Lázaro (PSC), com 22%; Ângelo Coronel (PSD), com 15%; e Jutahy (PSDB), com 11%

Pesquisa Ibope encomendada pela Rede Bahia divulgada na noite desta terça-feira (18) mostra o candidato Jaques Wagner (PT) liderando a preferência dos baianos na disputa pelo Senado, com 41% das intenções de voto. Em seguida continua na segunda colocação o candidato Irmão Lázaro (PSC), com 22%.

A terceira posição no ranking continua com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Ângelo Coronel, (PSD), com 15%. Jutahy Junior, do PSDB, pontuou 11%, na quarta colocação.

Wagner e Coronel concorrem pela chapa do governador Rui Costa (PT), que tenta se reeleger. Lázaro e Jutahy disputam pela chapa do candidato do Democratas ao governo da Bahia, José Ronaldo.

Na sequência estão os candidatos Jorge Viana (MDB), com 4%; Fábio Nogueira (PSOL), com 5%; Marcos Maurício (DC), com 3%; Comandante Rangel (PSL), também com 3%. Pontuaram 1% cada os candidatos Francisco José (Rede) e Adroaldo dos Santos (PCO). Celsinho Cotrim (PRTB) ficou com 0%.

A opção brancos e nulos somaram 21% para a primeira vaga da Bahia no Senado, e 32% para a segunda. 41% dos entrevistados responderam que ainda não sabem em quem vão votar para a senatoria.

O Ibope ouviu 1008 eleitores de 61 municípios entre sábado (15) e domingo (16) últimos. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está protocolado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 01723/2018, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a numeração 03445/2018.


Rui Costa lidera corrida pelo governo com 60% e Zé Ronaldo aparece em segundo com 7%

Terça, 18 de Setembro por Juliana Ribeiro

É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça

O governador e candidato à reeleição pelo PT, Rui Costa, lidera a corrida pelo governo do estado com 60% das intenções de voto, conforme pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (18). Caso o levantamento se confirme nas urnas, ele venceria o pleito ainda no primeiro turno. O segundo colocado no levantamento é o candidato do DEM, Zé Ronaldo, com 7%.

A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O Ibope entrevistou 1.008 pessoas entre os dias 15 e 17 de setembro e protocolou o levantamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o registro 01723/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o registro 03445/2018.