ACM Neto deve contingenciar do orçamento; corte deve chegar a R$ 6,5 bi

quinta feira, 29 de Dez, por Juliana Ribeiro  //Foto: Raul Spinassé/Folhapress
SALVADOR, BA, 15.10.2014: ENTREVISTA/ACM NETO - Entrevista com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), em Salvador (BA). (Foto: Raul Spinassé/Folhapress)
Entrevista com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), em Salvador -BA

O prefeito ACM Neto deve editar um decreto de contingenciamento de 8% a 10% do orçamento de 2017, o equivalente a cerca de R$ 6,5 bilhões, segundo informações do jornal Valor Econômico. “Nossas preocupações são as incertezas nacionais. Não sabemos como o país vai se comportar e, portanto, não temos condições de trabalhar num cenário otimista”, afirmou. De acordo com o prefeito, como não será possível contingenciar gastos com pessoal ou pagamento de dívida, os cortes devem recair sobre 80% dos investimentos. Segundo Neto, a situação se complicou mesmo com o ajuste fiscal realizado entre 2013 e 2014. “Só que em 2015 a arrecadação começou a cair, e em 2016 isso perdurou”, explica. Apesar das contas deste ano ainda não terem encerrado, ele afirma que fechou o exercício com superávit de R$ 200 milhões.


Comentários fechados.

Notícias Relacionadas