Ministro Marco Aurélio rejeita pedido de Aécio sobre julgamento de prisão

Sábado, 17 de Junho, por Juliana Ribeiro

Senador afastado queria transferir decisão ao plenário do STF, mas análise permanece sob a responsabilidade da Primeira Turma

Foto: Lula Marques/ Agência PT
Foto: Lula Marques/ Agência PT

Relator do inquérito que investiga o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) no Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio Mello negou pedido para que a solicitação de prisão preventiva do tucano fosse julgada pelo plenário da Corte. Com isso, a decisão permanece a cargo da Primeira Turma.

Segundo informações do jornal O Globo, a tendência da Primeira Turma é de rejeitar o pedido de prisão, mas manter o afastamento de Aécio do Congresso. Requerimento do advogado Alberto Toron, defensor do tucano, pede o retorno do tucano ao exercício do mandato –o afastamento foi determinado, em maio, pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato. O julgamento no STF está previsto para a próxima terça-feira (20).


Comentários fechados.

Notícias Relacionadas