Marqueteiro de Aécio ganhou R$ 1,8 mi sem prestar serviço, aponta PF

Sabado 11 de Agosto por Csenna via G1 em Reprodução

Segundo delator, senador pediu para que empreiteira fizesse doação por meio de caixa 2

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) apontou mais um indício de que, entre 2009 e 2010, o marqueteiro do senador Aécio Neves (PSDB) recebeu dinheiro da Odebrecht mesmo sem prestar serviço. A informação é do G1.

Em depoimento, o executivo da empresa Sérgio Neves disse que, a pedido do senador Aécio, a Odebrecht repassou dinheiro, por meio de caixa 2, para a campanha de Antonio Anastasia ao governo de Minas Gerais.

O pagamento de R$ 1,8 milhão teria sido combinado diretamente com o executivo da empreiteira Benedicto Junior.

Em nota, a defesa de Aécio Neves defende que não houve nenhum ato irregular por parte do senador, que nenhum delator fez qualquer acusação referente à existência de contrapartida pelo senador e que o serviço de publicidade foi prestado. A assessoria de Antonio Anastasia sustenta que ele nunca tratou de qualquer assunto ilícito com ninguém.


Deixar um comentário

Notícias Relacionadas