Eleições 2018:Wagner afirma que apoiaria Alckmin em segundo turno contra Bolsonaro

O ex-governador da Bahia e candidato ao Senado, Jaques Wagner (PT), afirmou nesta quinta-feira (13) que apoiaria Geraldo

Alckmin (PSDB) caso o tucano fosse para o segundo turno contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

Em declaração dada em Brasília, durante a posse do ministro Dias Toffoli como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Wagner disse que vai apoiar “quem for contra o Bolsonaro independente da posição do PT”.

“Eu irei apoiar quem for contra o Bolsonaro independente da posição do PT, mas não acho que isso vai acontecer. Acho que o Haddad vai para o segundo turno em qualquer cenário, mas se o Bolsonaro for para o segundo vou apoiar quem for contra ele, seja o Alckmin ou Ciro”, disse.

O ex-governador da Bahia ainda acenou ao candidato ao Planalto do PDT, Ciro Gomes, ao dizer que foi um dos principais nomes dentro do PT a tentar fazer aliança com o pedetista nas eleições.

“Eu fui um dos que defendeu dentro do PT: não tendo a candidatura de Lula, apoiar alguém do nosso campo [da esquerda]. Nunca defendi ser vice do Ciro, eu disse que tínhamos duas estratégias, nomear alguém novo [do PT] ou apoiar alguém do campo, que obrigatoriamente é o Ciro. Ele foi ministro do Lula e foi super leal. A estratégia não vingou, então não adianta discutir”, declarou ao site Poder 360.


Deixar um comentário

Notícias Relacionadas