Jaguaquara: População aguarda a reforma do Hospital, anunciada pelo gov do estado

Quinta, 09 de Fevereiro , por Juliana Ribeiro,//Foto Reprodução

ruigovernadorfotodoblogmarcosfrahm-1

Durante sua passagem pelo município de Jaguaquara, em 15 de Setembro do ano de 2016, o governador Rui Costa ao ser indagado pela imprensa local, onde através da Radio Povo, confirmou a proposta de fortalecer uma rede de atendimento hospitalar regionalizada no interior, com requalificação de hospitais públicos em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, e Ipiaú, no Médio Rio de Contas. Acompanhado do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, Rui disse que a proposta de reestruturação do Hospital Municipal de Jaguaquara – HMJ, unidade que já foi estadual e depois municipalizada pelo ex-governador Paulo Souto, ainda está de pé. ”O planejamento do estado, conforme meu compromisso assumido é a regionalização da saúde. Já estou implementando esse meu compromisso. Na época o  Gov da Bahia disse que  policlínica em Jequié iria  atender municípios da região. Nós teremos ônibus com ar-condicionado para pegar os pacientes na região e transportá-los com dignidade até Jequié. Foi concluída a primeira etapa da obra da emergência do Hospital Prado Valadares de Jequié e estou autorizando mais trinta milhões de reais para a segunda etapa e lá nós faremos as cirurgias mais complexas, inclusive nós estamos retomando o atendimento com neuro e quando tiver pronto faremos outras cirurgias a exemplo da de cardiologia e os pacientes não precisaram ir pra Salvador. Então, nós teremos os especialistas aqui na região, os exames aqui na região e as cirurgias. E como os hospitais, de suporte, as cirurgias menos complexas, nós vamos operar com dois hospitais, o de Ipiaú e o de Jaguaquara e com os três hospitais, o de Jequié, de Ipiaú e o de Jaguaquara, é claro nesses dois, primeiro vamos fazer uma reforma neles, instalar o que ta faltando, ampliar o que for necessário para que eles possam servir como hospitais de apoio regional. Formaremos assim um tripé de três hospitais para atender a demanda da região”, garante.

Na época em 15/09/16. O chefe do Executivo baiano ainda chegou anunciou que, no município de Jaguaquara, investirá na instalação de equipamentos da Unidade de Pronto Atendimento – UPA, construída no distrito Stela Dubois,  ”Nós temos upas estaduais, que são mantidas pelo governo do estado, e nós instalamos onde tem hospital estadual para que o estado possa regular melhor os pacientes do hospital estadual. As upas municipais, quem tem contratualmente a obrigação de ajudar é o Ministério da Saúde. O estado está apoiando e ajudando os municípios. A construção teve apoio do governo federal e o estado está ajudando com equipamentos e eu já me comprometi em vários municípios, inclusive aqui em Jaguaquara, em ceder todos os equipamentos da UPA.Vamos fazer a entrega aqui dos equipamentos, mas o custeio é o Ministério da Saúde que tem a obrigação de assumir”, sentenciou. A UPA do distrito Stela Dubois  atendendo gratuitamente moradores de Jaguaquara e de outros municípios do Vale do Jiquiriçá. O objetivo é reduzir a fila de espera para seis procedimentos médicos – cirurgias de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama. Segundo o governador, o programa tem o olhar da primeira dama, Aline Peixoto, e receberá investimentos de aproximadamente R$ 30 milhões em toda a Bahia. ”Eu quero zerar a fila desses seis procedimentos. O SUS [Sistema Único de Saúde] tem um valor de remuneração e nós estamos pagando 50% a mais do que o oferecido pelo SUS, com recursos do governo do estado, para que as equipes médicas tenham interesse em fazer as cirurgias”.

Apesar de anunciar reforma, secretário não define data

Em entrevista a imprensa local o Secretaria de Saúde da Bahia,Fábio Vilas-Boas, que fez sua primeira visita na condição de secretário de Estado a Jaguaquara, disse que o projeto de reestruturação já foi entregue na Secretaria e que, agora, o Estado seguirá os trâmites burocráticos para providenciar os recursos.

O cenário atual da saúde pública em Jaguaquara, maior cidade do Vale do Jiquiriçá, não é dos melhores. Num município de quase 60 mil habitantes, o único hospital público funciona em condições ultrapassadas, sobretudo no que se referem as suas estruturas física ocupacional. Diante da extrema necessidade reestruturação da unidade hospitalar, que antes pertencia ao estado, e numa decisão considerada desacertada, tomada pelo ex-governador Paulo Souto (DEM), que na gestão do ex-prefeito Valdemiro Alves – Mirinho (PTB) municipalizou o órgão, cresce a expectativa da população local de poder contar com um hospital de ponta na capital do hortifrutigranjeiro, uma das cidades mais importantes da região do Vale do ponto de vista econômico. E o que fez o anseio dos munícipes aumentar por melhorias no hospital, foi a ampla propagação de informações de que o HMJ passaria, caso o atual governador Rui Costa (PT) fosse eleito, por um processo de reestruturação, dentro da proposta do chefe do Estado de regionalizar o atendimento a Saúde. Se a promessa será concretizada, ou não, cabe a todos a guardar. E o primeiro passo pode ter sido dado hoje. É que o Hospital de Jaguaquara recebeu a vista do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, que conheceu as dependências do prédio-sede do HMJ, no bairro Muritiba, conversou com diretores, médicos, servidores e garantiu que a proposta de Rui está de pé, que o governador cumprirá o prometido.

Como o senhor define hoje a situação do hospital de Jaguaquara?

”O hospital está precisando de reformas físicas urgentes e nós precisamos rever todo o sistema de saúde daqui de Jaguaquara, para que a gente possa vocacionar os três hospitais; Maternidade, a clínica Sagrado Coração de Jesus [localizada no Entroncamento] e o Hospital Municipal. Cada um vai ter um papel definido a partir dessa reestruturação que nós estamos desenhando para a saúde da região, que envolve Jaguaquara, envolve Jequié, envolve Ipiaú e nós estamos trabalhando num conceito de rede”, afirma. Por fim, quando o assunto foi data de início da reforma, Na época Apesar de anunciar reforma, secretário Fábio não definiu a data

Matéria via aquivo reprodução

Prefeitos do “Convale” reivindicam do Gov do Estado, sistema de abastecimento de água via Rio Paraguaçu

Quinta 02 de Fevereiro, Juliana Ribeiro via Ascom Convale Fotos: Reprodução

Prefeitos do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá – Convale,querem o  sistema de abastecimento de água do Vale vale-jiquirica-768x576

Diante da crise hídrica vivida nos municípios em face da escassez de água e, em todos os municípios, o esvaziamento de reservatórios, os prefeitos dos municípios de Planaltino, Maracás, Lajedo do Tabocal, Itiruçu, Jaguaquara, Irajuba e Lafaiete Coutinho, criaram o grupo chamado de G7, o qual denominou grupo ‘SOS ÁGUA’, estiveram reunidos com o Secretário estadual Cássio Peixoto, da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento-SIHS, e com o Coordenador dos Consórcios de Infraestrutura da Bahia, o Ex Prefeito Zenildo Santana (Zé Cocá), para buscar alternativas imediatas, de médio e a longo prazo que possam solucionar a falta de água nos municípios do convale.

16473981_694327974072124_5407698651536186659_nacccb435-1971-4798-99d1-2f1502b2b097-768x576

De acordo informações  através do coordenador dos Consórcios de Infraestrutura da Bahia. o Ex Prefeito Zenildo Santana (Zé Cocá) disse ter levado ao conhecido do secretário que a situação em municípios como: Jaguaquara, Itaquara, Irajuba, Itiruçu, Lafaiete, Maracás e Planaltino é preocupante diante da escassez de chuvas.  ”A seca que assola a região é preocupante. Já o prefeito  Zeca Braga, que fez frente à reunião,  com os demais prefeitos, pontuou questões especificas de Planaltino, como os sistemas simplificados de água dos Povoados Barro Vermelho e São Diogo em Planaltino. Zeca garantiu que as causas defendidas pelos gestores terão respostas.  “O secretário Cassio Peixoto abraçou as causas dos municípios para ajudar e se comprometeu em defender. onde ficou  definido a inclusão na pauta de pleitos no MI – Ministério da Integração-,  do maior sistema de abastecimento do Vale do Jiquiriçá: o Projeto Paraguaçu, que atenderá mais de 150 mil habitantes do Vale. O projeto  trará água do Rio Paraguaçu aliviará o sofrimento da população”, disse Zeca Braga.

Além de Zeca Braga, estiveram na reunião os prefeitos Giuliano Martinelli (PP), de Jaguaquara; Jeronimo Santos (PSD), de Irajuba; João Véi (PP), Lafaiete Coutinho; Soya Novaes (PDT), de Maracás; Mariane Fagundes  (PSD), de Lajedo Tabocal; e Lorena Di Gregório de Itiruçu.


Moradores de Irajuba dizem que estão sem água há três meses em bairro da cidade

Quarta, 01 de Fevereiro por Camila Matos, via Bmf 

agua8

                                 Moradores de Irajuba em Jaguaquara. Foto: Joselito Araújo/BMF

Moradores de Irajuba, um dos municípios atendidos pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa, deslocaram-se a Jaguaquara nesta terça-feira (31) para também manifestar-se contra a estatal pela falta de água na cidade, que de acordo com os manifestantes está a cerca de três sem abastecimento em determinados pontos. A reclamação é que sem água nas torneiras, o serviço doméstico fica acumulado e o consumo é feito a partir da compra de água de carros-pipa, mas para quem tem condição de adquirir. A dona de casa Francilene, moradora do bairro Alto da Tijuca, diz que o problema de interrupção no fornecimento de água é recorrente em Irajuba, mas que atualmente a situação se agravou. ”A gente quer água na torneira e de uma maneira que todos os bairros, todos os moradores possam ser beneficiados. O pior é que, mesmo sem a água cair, a gente continua recebendo a conta pra pagar no final do mês e não dar pra pagar o que a gente não consome”. Os problemas no abastecimento vêm incomodando as famílias dos três municípios atendidos pelos mesmos reservatórios: Jaguaquara, Itaquara e Irajuba. Com a falta de chuvas na região, um dos mananciais utilizados pela Embasa, a Barragem do Baixão, na área rural de Jaguaquara, entrou em colapso e está sem condições de captação de água, passando a Embasa a realizar captação no segundo reservatório, o Rio das Almas. Uma das cobranças dos consumidores refere-se à limpeza e ampliação da Barragem do Baixão, anseio antigo dos moradores, mas que o Estado não atende.

Fonte e Credito BMFrahm

Prefeito de Jequié congela aumento salarial do executivo

Quinra feira 19/01/17 por Camila Matos// Divulgaçãonoticias-6776186803

O Prefeito Sérgio da Gameleira baixou um decreto congelando o aumento para os secretários, vice prefeito e prefeito. A medida foi publicada no diário oficial de 18 de janeiro de 2017, onde ficou estabelecido que os salários do executivo vão permanecer congelados até 30 de junho de 2017. O Projeto foi promulgar, elevando os salários dos vereadores para R$ 12 mil reais por mês, o aumento é permitido por lei e deve ocorrer a cada 4 anos. Os edis da Câmara Municipal de Jequié defendem que o aumento não onera os cofres públicos por que o valor repassado pela Prefeitura para a Câmara continua com o mesmo percentual, 6% conforme a lei. O Observatório Social, em Jequié, entrou com uma ação pública na 4° Promotoria Estadual com o intuito de impedir o aumento salarial do vereadores e executivo baseados em uma recomendação do Tribunal de Contas dos Municípios.

Credito Blog Jr Mascote

Itaquara: Marco Aurélio (PSB),Prefeito mais jovem dá Bahia“Espera ser avaliado por um trabalho de quatro anos”,

Prefeito mais novo da Bahia é de Itaquara.

O advogado Marco Aurélio Wanderley Cruz Costa, de 23 anos, foi eleito o prefeito mais novo da Bahia para administrar o município de Itaquara, cidade situada no Vale Jiquiriçá, com 50.36% dos votos.  Sua eleição, no entanto, para a região foi uma surpresa, pois a ex-prefeita do município, a médica Iracema Araújo, gozava de um marketing positivo nas mídias sociais e na imprensa. Para o novo prefeito, o resultado das eleições não foi surpresa e classificou o governo anterior como apenas propaganda.  -“A gestão era somente propaganda, por isso que o povo de Itaquara mostrou à realidade nas urnas. O povo usou da democracia para mostrar a força popular. O povo mostrou que não estava satisfeito”, – disse o jovem prefeito.

O prefeito comentou em entrevista para o Itiruçu Online como encontrou o município após a saída da ex-prefeita, Dra. Iracema Araújo. -“As ruas continuam na situação vivida durante toda gestão: sem calçamentos, sem esgotamento sanitário e os devidos cuidados que o povo de Itaquara merece. Quanto à parte financeira, nossa equipe está finalizando os restos a pagar e estamos diagnosticando a real situação encontrada”, – declarou.

Jovem na política e ainda usando de poucas palavras para responder aos questionamentos da imprensa, Marco de Dr. Geo, como é conhecido na cidade, disse que vai trabalhar na geração de novos empregos e que não quer ser avaliados por 100 dias de governo. – “Não quero ser avaliado durante 100 dias, seis meses ou um ano, quero ser avaliado pelos quatros anos de governo. Queremos trazer para o município uma fábrica de beneficiamento de poupa de frutas. Já conversei com o secretário de Agricultura, deputado Victor Bonfim e já estamos encaminhando um ofício para secretaria solicitando a viabilização desta fábrica. Quero trazer cursos de formação profissional para o município, para que os jovens tenham qualificação para o mercado de trabalho. O município é pequeno e a prefeitura não cabe todo mundo, isso nos levará a buscar destes mecanismos para gerar emprego e renda. Temos que buscar incentivar o pequeno comerciante trazendo o SEBRAE e firmar parceria com o município para desenvolver o comercio local. É um  sentimento de gratidão a Deus e ao povo de Itaquara por esta oportunidade, é uma honra governar o município nestes próximos quatro anos.  Vamos trabalhar incansavelmente para fazer uma boa gestão. Espero ser avaliado não por 100 dias de governo, mas pelo resultado de um trabalho dos quatro anos. Teremos tempo para transformar a vida das pessoas e a história do município.”, – comentou.

Fonte e informações via blog itiruçu oline

Lafaiete Coutinho:Prefeito,João Freitas(PP) é eleito presidente do Convale

Sexta feira 06 de Janeiro por Camila Matos via BIoline.Foto Reproduçã 
O prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas (PP), foi eleito por aclamação presidente do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá (Convale), em assembleia nesta sexta-feira (6). O pepista comandará o colegiado no biênio 2017-2018, acompanhado de Zé Renato (PP, de São Miguel das Matas) como vice-presidente institucional, Rodrigo Maicon (PMDB, de Mutuípe) como vice-presidente administrativo, Jerônimo Souza (PSD, de Irajuba) como tesoureiro, Mariane Fagundes (PSD, de Lajedo do Tabocal) como 1ª secretária e Lorena Di Gregório (PRB, de Itiruçu) como 2ª secretária. De acordo com o Bmf, o processo de escolha foi marcado por uma surpresa de última hora: momentos antes do registro da chapa, o prefeito de Planaltino, Zeca Braga (PSD), afirmou que não abriria mão de uma discussão mais ampla sobre a nova diretoria. Um dos fundadores da entidade, Braga sugeriu até o adiamento da eleição, já que apenas oito municípios do grupo estavam aptos a votar. Com o adiamento, os inadimplentes teriam tempo de quitar suas dívidas e participar do pleito. A intenção era que ocorresse um bate-chapa, com o próprio Braga como líder de uma possível chapa 2. Depois de duas horas de debate interno, chegou-se a um consenso, definindo a chapa única com João Freiras. A condição, para tanto, foi que Lorena Di Gregório abrisse mão da vice-presidência para registro de Zé Renato. A presidente da União dos Municípios da Bahia, Maria Quitéria (PSB), acompanhou o processo de votação com o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), candidato à sucessão na entidade

Jaguaquara: Comunicador Weder Mello assume Secretaria no Gov Julliano Martinelli.

Quinta feira 05/01/17 por Camila Matos //Foto: Asom PMJ

wm01

O prefeito municipal de Jaguaquara, GIULIANO MARTINELLI (PP),após a posse em seu segundo mandato , publicou o DECRETO N.º 142, de 05 de outubro de 2016. Onde dispõe sobre a nomeação do comunicador Weder Mello,  secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Wmelo, que teve atuação destacada campanha política em Jaguaquara .Sendo assim o novo secretario  já mostrou para o que veio a frente da nova pasta, onde o mesmo reuniu na manhã desta quinta 05/01, funcionários do quadro administrativo de sua pasta a fim de iniciar os trabalhos para esse primeiro semestre de 2017. Traçar metas para o desenvolvimento de ações que impulsionem a a valorização da cultura no município é o foco dessa nova administração.em contato com a redação do blogcafénobule, Wmello.  diz que;

Copia da Publicação no D.Oficial

wmelo

“A execução se dará baseada no empeno de cada um de nós. Nos doaremos para oferecer aos jaguaquarenses o que o próprio nome de nossa secretaria nos apresenta: Cultura Esporte e Lazer. Trabalharemos com responsabilidade com os recursos a nós destinados no sentido de poder ofertar a nossa população momentos interativos e inovadores”. Comenta Weder.

wme

Focado em compromisso, responsabilidade e respeito pelo povo a administração Juliano Martinelli busca a valorização profissional como uma rotina diária. Por isso, convocados para essa reunião, funcionários da secretária vinculados aos diferentes setores podem sentir-se abraçados pela nova equipe administrativa e ter a certeza de que juntos poderão contribuir de maneira intensa para o crescimento do município. assim concluiu.WMello.


Lafaiete Coutinho:Prefeito João Freitas,(PP) é candidato à presidência do Consórcio do Vale Jiquiriçá

Quarta, 28 de Dez, por Juliana Ribeiro // Foto:Reprodução Facebook

joao-vei-lafaiete-prefeito

O prefeito eleito de Lafaiete Coutinho, João Freitas,(PP) é candidato à presidência do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do vale do Jiquiriçá, ainda presidido pelo ex-prefeito de Lafaiete Zenildo Brandão, Zé Cocá. A nova eleição para escolher o novo presidente será realizada na próxima sexta-feira, dia 06, às 14h na sede do Consórcio em Maracás.  As inscrições das chapas serão feitas no mesmo dia da eleição.

O Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do vale do Jiquiriçá é hoje o mais atuante da Bahia e elogiado pelo governador Rui Costa como referência no estado pela organização, que permite firmar convênio com o estado e com a república.  O ex-prefeito de Lafaiete, Zé Cocá, em contato com a redação do blogcafenobule e ao Blog Itiruçu Online diz que espera para a próxima gestão da entidade.  “Nós, prefeitos, colocamos o Consórcio no patamar de mais atuante da Bahia, isso foi o resultado da união dos gestores, que mesmo enfrentando uma crise aguçada em seus municípios não abandonaram o consorcio e com isso ganhamos força na organização para buscar investimentos aos municípios. Sou honrado em ser lembrado pelo governador Rui Costa por onde ele  (Rui Costa)  passa citando nosso consórcio como uma referência no estado. Espero que os novos gestores continuem unidos cada vez mais para fortalecer esta parceria. Ajudarei naquilo que estiver ao meu alcance, mas tenho certeza que o próximo presidente fará por merecer a confiança de todos e saberá continuar buscando apoio no estado e no governo federal.  Sempre disse aos prefeitos que municípios que não se ajudam não progridem, e é por isto que o Consórcio do Vale é importante, pois aquilo que o município não conseguir fazer pode pedir ajuda e ser auxiliado”, disse Cocá.


Prefeito de Mutuípe declara emergência administrativa no município e suspende licença – prêmio dos servidores públicos

Terça feira, 03/01/17, Débora Fonseca em Politica/Foto:Reprodução Midia Bahia

posse-de-digao-93

O prefeito Rodrigo Maicon de Santana Andrade – Digão (PMDB), da Cidade de Mutuípe recém empossado, através da Edição nº 1827 – Decreto Nº 08/2017, de 02 de janeiro de 2017 – Declara Emergência Administrativa no Município de Mutuípe – BA e dá outras providências. Declarou Emergência Administrativa no município. O decreto foi publicado no Diário oficial de segunda feira(02). Segundo o Decreto os motivos são: O encerramento do mandato do Ex-prefeito Carlinhos e a necessidade de dá continuidade as atividades fundamentais do município, o prefeito também alega que a transição do governo foi realizada de forma incompleta, dessa forma implicando na reavaliação do quadro financeiro e administrativo do Município, e a necessidade de medidas administrativas objetivando a continuidade dos serviços essenciais.

Diante das necessidades o Prefeito Municipal resolveu tomar algumas medidas emergenciais como por exemplo, decretou situação de emergência por 45 dias podendo prorrogar por mais 45, autorizar as Secretarias adotar medidas urgentes para atender a situação ora decretada, autorizar a administração pública contratar e adquirir materiais necessários, bem como funcionamento dos serviços básicos sem a necessidade de certame licitatório, o Prefeito também resolveu suspender as licenças – prêmio dos servidores públicos concedidas no mês de novembro e dezembro devendo os servidores comparecer no departamento de pessoal até o dia 04 de janeiro de 2017.

Matéria Relacionadas

Mutuípe; Prefeito, Rodrigo Maicon(Digão-PMDB) vice e vereadores são empossados e seguem em caminhada ao lado do Povo


Mutuípe; Prefeito, Rodrigo Maicon(Digão-PMDB) vice e vereadores são empossados e seguem em caminhada ao lado do Povo

 Domingo, 01/12/17 Por Débora Fonseca em Politica//Foto:Reprodução MBahia
posse-de-digao-30

Foram empossadas na câmara de vereadores de Mutuípe, neste domingo (01), o prefeito Rodrigo Maicon de Santana Andrade – Digão (PMDB), o vice Roque Ramos (PMDB), e os vereadores, Amigo (PSB), Júnior Cardoso (DEM), Dalva (PSD), Gil (PT), Val da D10 (PT), Lek (PRB), Margarida (PROS), Índio Josafá (PDT), Ademário (PPS), Didi Mocó (DEM), Vando de João das Neves (PMDB).

Inicialmente foi realizada a eleição para mesa diretora da câmara, tendo três chapas inscritas, a chapa um que renunciou, a dois, do vereador Amigo e a três de Júnior Cardoso, Amigo (PSB) venceu com oito votos e é o novo presidente.

posse-de-digao-89

Logo em seguida Digão foi empossado, o novo prefeito fez um discurso de muitas perspectivas, agradeceu os apoios, lembrou da importância do ex-prefeito Béu Rocha, e chorou ao falar dos pais, Digão recebeu as chaves da prefeitura pelas mãos do ex-prefeito Carlinhos (PT), que de forma discreta entregou a prefeitura ao novo mandatário.

Após finalizar a posse na câmara, o prefeito, vice, vereadores, lideranças políticas, e populares caminharam pela avenida Beira Rio até a sede da prefeitura, local onde foi realizado mais um ato, com orações, hasteamento de bandeira e entoação do hino do município.

Fonte Via Mídia Bahia