Jaguaquara: Serviço de coleta de lixo arcaico é alvo de críticas dos moradores

quarta feira, 22 de Março ,por Camila Matos /Foto Leitor BCBule

17424986_1025485730919920_2400738404828504205_n

                                               Os garis é transportado em cima  do veiculo caçamba no meio dos detritos

Jaguaquara é uma das maiores cidade do Território Identidade, no Vale do Jiquiriçá, não faz jus ao seu slogan “Jaguaquara, o trabalho continua. cidade que tem a frente do executivo municipal o prefeito reeleito Giuliano Martinelli (PP) hoje atual vice Presidente da (UPB/BA);  Na tarde desta terça feira (21/03) uma caçamba que transporta os resíduos sólidos urbanos, vulgarmente denominados por lixo urbano na sede do município, foi flagrada na via publica no bairro da muritiba na Av.Marechal Deodoro da Fonseca, onde o referido veiculo estava  parado em frente a Casa de Saúde e Maternidade Maria José de Souza Santos-SBOTE , colhendo e em seguida trasportando o lixo hospitalar e outros, sem observar o perigo de contaminação, por exemplo sem nenhuma proteção, deixando restos de resíduos pela  via durante seu longo trajeto, onde o lixo é despejado e deixado à “céu aberto”. Aprovada em 2010 pelo Congresso Nacional, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10) exige que as cidades brasileiras acabem com seus lixões.

17424914_1025485747586585_102056725817528981_n

Como se não bastasse, os garis é transportado em cima  do veiculo caçamba no meio dos detritos, os mesmos são obrigados a prestar o serviço em regime de semi escravidão. onde realizam um trabalho árduo sob o sol escaldante, vasculhando o lixo acumulado nas ruas, sem fardamento adequado, sem botas nem luvas. Enfim, sem os devidos equipamentos de segurança e proteção.

Em Jaguaquara, os moradores andam revoltados com o setor de limpeza pública. Segundo informações do leitor a redação do blog o mesmo diz que a coleta de lixo voltou a ser feita nas conhecidas caçambas-basculantes, onde não deveria esta sendo mais usada no municipio. Em uma cidade de quase 60 mil habitantes haja visto que já existe sistema mais moderno como o compactador de lixo no qual o mesmo e mais adequado para um município do porte de Jaguaquara ; Será que é assim que os nossos governantes querem que nos orgulhemos da Nossa Terra?! Conclui leitor P.s.n

Nota do blogcafénobule


IF Baiano inscreve para concurso com 80 vagas

Sexta feira 17  de Março por Juliana Ribeiro, Foto Divulgação

ifsantainesblogmarcosfrahmIF Baiano tem um de seus campos na cidade de Santa Inês

As inscrições para o concurso público do Instituto Federal Baiano (IF Baiano) estão abertas até o próximo dia 9 de abril. São oferecidas 80 vagas, sendo 37 para técnicos-administrativos (em cargos de níveis médio, técnico e superior) e 43 para professores (nível superior). O edital nº 69/2016 é voltado aos cargos de nível E (analista de tecnologia da informação, economista, bibliotecário – documentalista, médico veterinário, relações públicas, tecnólogo em cooperativismo e tecnólogo em gestão pública), nível D (assistente em administração, revisor de texto braille, récnico em alimentos e laticínios, técnico em contabilidade e tradutor e intérprete de linguagens de sinais) e nível C (assistente de aluno).

Já o edital nº 70/2016 é destinado ao cargo de professor de ensino básico, técnico e tecnológico, nas áreas de música, atendimento educacional especializado, matemática, história, inglês, meio ambiente, cooperativismo, agronomia, engenharia química e gastronomia.

O vencimento básico para cargos de nível C será de R$ 1.834,69, para cargos de nível D será R$ 2.294,81 e para cargos de nível E será R$ 3.868,21.  Para professor, o vencimento básico varia de R$ 2.129,80 a R$ 9.114,87. Os aprovados recebem ainda percentual de Incentivo à Qualificação se possuir escolaridade superior à exigência mínima para ocupação do cargo, auxílio alimentação de R$ 458, auxílio transporte e assistência suplementar à saúde.

A inscrição deve ser feita por meio do site da empresa organizadora. A taxa custa R$ 100 (nível E), R$ 80 (nível D), R$ 60 (nível C) e R$ 150 (carreira de professor). As provas estão previstas para o dia 9 de julho.

Dúvidas sobre o concurso podem ser enviadas para o e-mail ifbaiano@fundacaocefetminas.org.br. O prazo de validade do certame é de um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano, contados a partir da data de homologação do resultado final.

Fonte Ascom IF Bahiano

Irajuba: Prefeito Jeronimo Santos (PSD), entra em acordo com APLB e garante cumprir Piso Salarial conforme – Lei nº 11.738

Sexta feira 10 de Março, por Camila Matos, em Vale do Jequiriça , Fotos: Reprodução

jeronimo-de-irauba-foto-do-blogmarcosfrahm

Em Irajuba após denucia na câmara de vereadores através do líder de oposição o vereador Jhonny Franco (PMDB) que acusou prefeito o Jeronimo Santos (PSD), por não cumprir a Lei nº 11.738,do Piso Salarial dos Professores! Sendo assim mediante fato ocorrido,  após rodada de negociação com Presidente da APLB -José Carlos (BIM) e  o  Prefeito de Irajuba  Jeronimo Santos (PSD) o mesmo em reunião realizada na ultima quarta feira dia 08/03, garante cumprir a lei.

Reunião na sede da APLB-IRAJUBA // Foto: Ascom Aplb

sem-titulo

A reunião ocorreu na  sede da APLB-IRAJUBA , onde contou com a presença do chefe do Executivo Municipal, a Secretária Municipal de Educação a Sra:Jucélia Souza dos Santos, a procuradora do município Dra: Simone, o procurador jurídico da APLB o Dr.Joel Câmara, juntamente com a diretora da regional centro Oeste. Segundo informações a redação do blog através do Presidente da APLB-Irajuba, após as negociações entre as partes, ficou definido que será pago em Março o piso nacional dos professores sendo que o retroativo referente a Janeiro e fevereiro será diluído nos meses subsequentes. Por outro lado o  1/3 de férias está sendo pago segundo cronograma encontrado na secretaria Municipal de Educação, que obedece  a lotes, onde   será mantido esse ano, mas no próximo ano, todos os servidores da educação receberão em Janeiro.

Já os vencimentos dos funcionários de escola como auxiliar de classe, agente administrativo e outros também serão corrigidos. Ainda foi discutida a gestão democrática com eleição para diretores e vice que já iniciará os estudos para implantação.

Em seguida o  Prefeito Jeronimo Santos (PSD), diz que a educação que é a menina dos olhos do seu governo onde consome atualmente 65% da receita do município, mas o mesmo pretende aumentar esses gastos em prol de uma educação de qualidade.

Para ressaltar o Sr: José Carlos (BIM)  diz que a classe saiu vitoriosa e quem ganha é a Educação, onde  todas as reuniões realizada com prefeito foram  na sede da APLB, a qual na opinião  do mesmo uma mudança excepcional em relação a administração anterior. 

Fonte e informações via APLB/IRAJUBA – Matéria blogcafebule

Em Salvador; Giuliano Martinelli (PP) é recebido pelo Cel; Alselmo Alves Brandão, Comandante Geral da PM/BA

quarta feira 08 de Março , por Camila Matos/Foto: Ascom Dep Aderbal 17190885_1016234411845052_6604144653535163700_n

Na manhã deste quarta dia 08 de Março do ano em curso, na Capital baiana o prefeito de Jaguaquara ,Giuliano Martinelli (PP), acompanhado do Dep Estadual Aderbal Caldas (PP), ambos foram recebidos pelo Cel;Alselmo Alves Brandão, Comandante Geral da PM/BA, Sendo assim o mesmo preocupado com a segurança Publica no município de Jaguaquara, não mediu esforços a fim de atender as reivindicações da população em torno da segurança publica no município.

Veja cópia do Oficio na Íntegra

17201142_1016234415178385_3636640622636626831_n

Por outro lado, a redação do blogcafenobule obteve com exclusividade as informações, conforme oficio  n.87/2017 expedido em 08/03/17, no qual o chefe do executivo municipal solicita viaturas  da policia Militar/Civil a fim de tornar o município de Jaguaquara uma companhia Independente, visto que o município chega aproximadamente em torno de 60 Mil habitantes. Sendo assim para efetuarem serviços de Policiamento  e rondas o mesmo solicitou de imediato para o momento ao Comandante Geral da PM/BA,, 03 Viaturas, 12 Efetivos Policiais Militares e 02 motos para as demandas  em torno do município e do Distrito Stela Câmara Dubois.

 


Irajuba: Presidente da APLB-Sindicato aderiu a paralisação das atividades na educação no município por até 10 dias

Quarta, 08 de Março, por Juliana Ribeiro -Foto: Ascom Aplb sidicato Irajuba
17156237_1015976745204152_878410581518670494_nJOSÉ CARLOS (BIM) PRESIDENTE DA APLB-SINDICATO IRAJUBA, EM EVENTO REALIZADO EM JEQUIÉ 

Em Jequié, nesta terça feira dia 07 de Março foi realizada uma assembleia regional da APLB SINDICATO, organizada pela regional centro Oeste com sede em Jequié que comanda 28 municípios para decidir sobre a greve geral. A assembleia contou com representante da executiva estadual, diretores de delegacias e núcleos, representante da CTG -SINSERG, professores, funcionários de escola e outros sindicatos. Após os esclarecimentos sobre os perigos que a reforma da previdência trás para todos os brasileiros e principalmente as mulheres, Sendo assim foi colocado em votação a participação da regional nos 10 dias de greve e todos os presentes apoiaram a decisão e vão parar as atividades na educação por até 10 dias e segundo informações do Sr. José Carlos ,Presidente da APLB-SINDICATO IRAJUBA, o mesmo informou que também aderiu a paralisação e estará a APLB, reunida com a categoria no dia 09/03 as 15;30 na sede da aplb para decidir como vai se manifestar enquanto durar a greve.


Irajuba: Jhonny Franco (PMDB) acusa o Prefeito Jeronimo Santos (PSD), por não cumprir a Lei nº 11.738,do Piso Salarial dos Professores!

Terça feira, 07 de Março, por Camila Matos; Foto :Humberto Lima

jhonny

Em Irajuba, município que fica localizado no vale do jequiriça, na noite de segunda feita  (06/03), em  sessão realizada na Câmara Municipal de Vereadores,  o líder da oposição na câmara Vereador: Jhonny Watson O.Franco (PMDB) com dois Meses de mandato a frente do poder legislativo municipal ao lado dos  demais edis, que compõem o bloco de oposição, tem como aliando políticos os vereadores, Josué dos Santos (PDT), Leandro da Hora (PR) e Jhully Fontana P. da Silva,(PMDB), Em seguida o mesmo fez uso da tribuna e deu inicio em suas falas na seção onde  o vereador,  acusa o atual Prefeito; Jeronimo Santos (PSD) por não pagar  o Piso Salarial  – Lei nº 11.738, de 16/7/2008 … conforme determina a Lei,  o mesmo diz que  novo reajuste do piso salarial dos professores de escolas públicas, anunciado pelo Ministério da Educação (MEC)  para remunerar os profissionais da Educação com salário de R$ Atual 2.298,00 e, assim garantir a valorização dos docentes.

Veja ai a integra da Lei!

Piso nacional dos professores da rede pública. – Jus.com.br | Jus …

Na continuidade da tribuna da Câmara Municipal o lider da oposição em Irajuba diz que os  recursos repassando pelo Gov Federal nas contas da Prefeitura destinado ao Fudeb, foram creditados onde só no  Mês  de Janeiro do corrente ano; O valor de R$ 268,048,47 , e  no mês de Fevereiro do ano em curso, o valor de R$795,789,65,00, haja visto que a folha de pagamento dos professores no município de Irajuba, não chega a  (R$ 400,00  Quatrocentos mil  Reais )

Sendo assim  O parlamentar municipal diz que devido os recursos serem creditado nas contas os mesmos, dariam para efetuarem o pagamento, do Piso salarial e o 1/3 das ferias dos professores, referente ao ano de 2017 , haja visto que os professores saíram de ferias em 12/16, onde em outros municípios já receberem em Janeiro em Irajuba  Sabe “DEUS “, quando os professores da rede municipal de ensino  vão receber. Em seguida o mesmo, faz lembrar que  Durante abertura da Jornada Pedagógica  em 2017, Atual  prefeito, falou muito com palavras bonitas e cheio de filosofias, onde  até o presente momento não cumpriu o que mande e determina a Lei .Lei nº 11.738, de 16/7/2008 .Haja visto que ele esqueceu que no ano de 2016, na gestão de seu aliado politico,  o Ex Prefeito Antonio Sampaio, os professores  encerram o ano letivo recebendo o seus salários, de acordo com o Piso Salarial, conforme a Lei. o Vereador diz ainda que o Ano Novo,parece não ter chegado para o Prefeito e  qual foi o motivo,  haja visto que o Dinheiro tem em caixa e o mesmo não pagou porque não quis.

Para concluir o  lider da oposição na câmara  o Vereador  Jhonny Franco (PMDB) em contato com redação do blogcafénobule diz que encaminhará o requerimento a câmara, a fim de que seja tomadas as  devidas providencias, visto que o mesmo vai solicitar do chefe do Executivo Municipal , que atualize o Piso Salarial dos Professores que segundo a vereador ainda não foi reajustado, e que  o mesmo deveria ser reajustado em janeiro e cada ano.

A lei acima citada pelo vereador que instituiu o Piso Salarial para professores da Educação Básica onde um dos artigos trata do reajuste desses profissionais “Art. 5º O piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica é atualizado, anualmente, no mês de janeiro,  desde do ano de 2009”.

A redação do blog também manteve contato com Presidente da APLB-IRAJUBA, José Carlos (BIM) o mesmo diz existir uma decisão do MP/BA, onde obrigou o ex Gestor Antonio Sampaio a pagar o piso salarial conforme a Lei, ja com a nova gestão do atual prefeito do  Município de Irajuba.onde até o presente momento a APLB, não obteve uma solução  junto ao Chefe do Executivo Municipal , onde o mesmo vem buscando viabilizar uma reunião a fim de solucionar a questão em pauta.

Relembre : Aqui  Irajuba: Prefeito diz que adotará medidas para cumprir a LRF em sua Gestão


Jaguaquara: Vereador Dema (PSD) diz ser contra o pedido de municipalização Colégio Estadual Virgílio Pereira de Almeida

Segunda, 20 de Fevereiro, por Juliana Ribeiro, Foto:Reprodução Bmf

dema-vereadorblogmarcosfrahm

O Vereador;Edmilson dos Santos Barbosa, popular Dema (PSD), diz ser contra a municipalização da instituição pública de ensino. Onde  jovens saírem às ruas, Na tarde de quinta-feira (16), com faixas e cartazes, com frases de efeito, contra o processo de municipalização, que tem gerado polêmica na cidade. Os estudantes reclamam da transferência da gestão da escola do Estado para o Município, Sendo assim  em contato com redação do blogcafénobule.com.br, (Dema (PSD), diz ele vai votar contra caso o projeto de municipalização do Colégio, por parte do Chefe do Executivo, o qual  segundo ele, essa atitude irresponsável, representaria regressão, causando um prejuízo de demissão em massa de 19 funcionários terceirizados e mais 17 professores do Reda, além do remanejamento de 14 professores efetivos para outras escolas da rede estadual.

003-41

O vereador diz também da total apoio ao gestor escolar, o professor Antônio Filho, e todos os alunos,do Colégio Estadual Virgílio Pereira de Almeida, localizado no bairro Muritiba, em Jaguaquara,, pelo ato Público, visto que  o pedido de municipalização partiu da Prefeitura, através de guia de tramitação nº 3979/2017 que está na Coordenação de Articulação Municipal da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. O Colégio Estadual Virgílio é uma unidade escolar que funciona com estudantes de ensino fundamental (6º ao 9º ano), Educação de Jovens e Adultos (fundamental e médio), e dois anexos de ensino médio na zona rural, totalizando 1.062 estudantes de todas as modalidades ofertadas. Ele alega que a Prefeitura de Jaguaquara teria que custear, com recursos próprios, pelo período de um ano as despesas do Colégio com o ensino fundamental, o que geraria mais despesas para o município, visto que apenas passaria a receber recursos para estes estudantes até o próximo ano, pois os recursos são destinados apenas de acordo com o censo do ano anterior.

O Vereador Dema, é atual Presidente do (PSD) o qual o mesmo  também faz parte do Comissão Municipal de Educação,  diz que vai convidar o gestor escolar Antônio Filho, juntamente com os professores a fim levar ao conhecimento a Presidência da Câmara Municipal e do Conselho, para obter um solução viável.

Indignação dos Alunos 

Os alunos que disse ter recebido com surpresa a informação de que o processo de solicitação de municipalização foi feito sem consultar a comunidade escolar, além do CEEP – Pio XII, maior instituição de ensino da rede estadual na cidade, apenas o Virgílio é prédio do Governo do Estado, que poderá servir de base para o novo ensino médio de tempo integral que será gradativamente implantado em todo o país. Ficando somente o Pio XII para ofertar o ensino médio, afirmando Antônio que, toda a cidade de Jaguaquara, terá problemas sérios com falta de vagas e superlotação de salas. ”Eu soube desse processo por acaso. Me informaram de lá da secretaria do estado que havia essa solicitação. Imediatamente comuniquei a toda a comunidade, pois nesta escola tudo é sempre feito de forma muito transparente e participativa”, lamentou. A Prefeitura ainda não se pronunciou sobre o assunto. A Secretaria Estadual da Educação, contata pela redação do Blog cafenobule, informou que vai acompanhar a situação para posteriormente esclarecer. Os estudantes, durante o ato, disseram temer que o Virgílio fique desestruturado em poder do município, citando como exemplo a municipalização do Hospital de Jaguaquara – HMJ, por parte da gestão do ex-governador Paulo Souto, que na ocasião teria atendido solicitação da Prefeitura.


Itaquara: Prefeito diz que não demitirá irmão secretário e cita caso da oposição

Terça, 14 de Fevereiro , por Juliana Ribeiro //Foto Reprodução BN

ma-5

Eleito com 22 anos em outubro passado, Marco Aurélio Costa (PSB) se tornou o mais novo prefeito da Bahia. O jovem vai comandar o executivo da pequena Itaquara, cidade localizada no Vale do Jiquiriçá, com população de 8,5 mil habitantes. Em entrevista ao Bahia Notícias, Marco Aurélio conta como se iniciou na política e como pretende trazer o “novo” para a prefeitura. O neopolítico ainda manifestou o que espera da gestão de Eures Ribeiro na União dos Municípios da Bahia (UPB) e disse que não teme ações contrárias por ter nomeado um parente para o secretariado de governo, o que contraria uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). “Não temo. É uma forma de manter alguém de confiança perto. E em Itaquara, o secretário de governo da ex-prefeita [Iracema Guimarães], que a gente derrotou, era o marido dela. Então, acredito que isso não pode ser usado como arma pela oposição. Qual o discurso, já que eles tiveram essa prática também?”, declarou ao BN.Materia do Bahia Noticia Clique aqui e leia a entrevista na íntegra na Coluna Municípios.


Jaguaquara: População aguarda a reforma do Hospital, anunciada pelo gov do estado

Quinta, 09 de Fevereiro , por Juliana Ribeiro,//Foto Reprodução

ruigovernadorfotodoblogmarcosfrahm-1

Durante sua passagem pelo município de Jaguaquara, em 15 de Setembro do ano de 2016, o governador Rui Costa ao ser indagado pela imprensa local, onde através da Radio Povo, confirmou a proposta de fortalecer uma rede de atendimento hospitalar regionalizada no interior, com requalificação de hospitais públicos em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, e Ipiaú, no Médio Rio de Contas. Acompanhado do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, Rui disse que a proposta de reestruturação do Hospital Municipal de Jaguaquara – HMJ, unidade que já foi estadual e depois municipalizada pelo ex-governador Paulo Souto, ainda está de pé. ”O planejamento do estado, conforme meu compromisso assumido é a regionalização da saúde. Já estou implementando esse meu compromisso. Na época o  Gov da Bahia disse que  policlínica em Jequié iria  atender municípios da região. Nós teremos ônibus com ar-condicionado para pegar os pacientes na região e transportá-los com dignidade até Jequié. Foi concluída a primeira etapa da obra da emergência do Hospital Prado Valadares de Jequié e estou autorizando mais trinta milhões de reais para a segunda etapa e lá nós faremos as cirurgias mais complexas, inclusive nós estamos retomando o atendimento com neuro e quando tiver pronto faremos outras cirurgias a exemplo da de cardiologia e os pacientes não precisaram ir pra Salvador. Então, nós teremos os especialistas aqui na região, os exames aqui na região e as cirurgias. E como os hospitais, de suporte, as cirurgias menos complexas, nós vamos operar com dois hospitais, o de Ipiaú e o de Jaguaquara e com os três hospitais, o de Jequié, de Ipiaú e o de Jaguaquara, é claro nesses dois, primeiro vamos fazer uma reforma neles, instalar o que ta faltando, ampliar o que for necessário para que eles possam servir como hospitais de apoio regional. Formaremos assim um tripé de três hospitais para atender a demanda da região”, garante.

Na época em 15/09/16. O chefe do Executivo baiano ainda chegou anunciou que, no município de Jaguaquara, investirá na instalação de equipamentos da Unidade de Pronto Atendimento – UPA, construída no distrito Stela Dubois,  ”Nós temos upas estaduais, que são mantidas pelo governo do estado, e nós instalamos onde tem hospital estadual para que o estado possa regular melhor os pacientes do hospital estadual. As upas municipais, quem tem contratualmente a obrigação de ajudar é o Ministério da Saúde. O estado está apoiando e ajudando os municípios. A construção teve apoio do governo federal e o estado está ajudando com equipamentos e eu já me comprometi em vários municípios, inclusive aqui em Jaguaquara, em ceder todos os equipamentos da UPA.Vamos fazer a entrega aqui dos equipamentos, mas o custeio é o Ministério da Saúde que tem a obrigação de assumir”, sentenciou. A UPA do distrito Stela Dubois  atendendo gratuitamente moradores de Jaguaquara e de outros municípios do Vale do Jiquiriçá. O objetivo é reduzir a fila de espera para seis procedimentos médicos – cirurgias de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama. Segundo o governador, o programa tem o olhar da primeira dama, Aline Peixoto, e receberá investimentos de aproximadamente R$ 30 milhões em toda a Bahia. ”Eu quero zerar a fila desses seis procedimentos. O SUS [Sistema Único de Saúde] tem um valor de remuneração e nós estamos pagando 50% a mais do que o oferecido pelo SUS, com recursos do governo do estado, para que as equipes médicas tenham interesse em fazer as cirurgias”.

Apesar de anunciar reforma, secretário não define data

Em entrevista a imprensa local o Secretaria de Saúde da Bahia,Fábio Vilas-Boas, que fez sua primeira visita na condição de secretário de Estado a Jaguaquara, disse que o projeto de reestruturação já foi entregue na Secretaria e que, agora, o Estado seguirá os trâmites burocráticos para providenciar os recursos.

O cenário atual da saúde pública em Jaguaquara, maior cidade do Vale do Jiquiriçá, não é dos melhores. Num município de quase 60 mil habitantes, o único hospital público funciona em condições ultrapassadas, sobretudo no que se referem as suas estruturas física ocupacional. Diante da extrema necessidade reestruturação da unidade hospitalar, que antes pertencia ao estado, e numa decisão considerada desacertada, tomada pelo ex-governador Paulo Souto (DEM), que na gestão do ex-prefeito Valdemiro Alves – Mirinho (PTB) municipalizou o órgão, cresce a expectativa da população local de poder contar com um hospital de ponta na capital do hortifrutigranjeiro, uma das cidades mais importantes da região do Vale do ponto de vista econômico. E o que fez o anseio dos munícipes aumentar por melhorias no hospital, foi a ampla propagação de informações de que o HMJ passaria, caso o atual governador Rui Costa (PT) fosse eleito, por um processo de reestruturação, dentro da proposta do chefe do Estado de regionalizar o atendimento a Saúde. Se a promessa será concretizada, ou não, cabe a todos a guardar. E o primeiro passo pode ter sido dado hoje. É que o Hospital de Jaguaquara recebeu a vista do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, que conheceu as dependências do prédio-sede do HMJ, no bairro Muritiba, conversou com diretores, médicos, servidores e garantiu que a proposta de Rui está de pé, que o governador cumprirá o prometido.

Como o senhor define hoje a situação do hospital de Jaguaquara?

”O hospital está precisando de reformas físicas urgentes e nós precisamos rever todo o sistema de saúde daqui de Jaguaquara, para que a gente possa vocacionar os três hospitais; Maternidade, a clínica Sagrado Coração de Jesus [localizada no Entroncamento] e o Hospital Municipal. Cada um vai ter um papel definido a partir dessa reestruturação que nós estamos desenhando para a saúde da região, que envolve Jaguaquara, envolve Jequié, envolve Ipiaú e nós estamos trabalhando num conceito de rede”, afirma. Por fim, quando o assunto foi data de início da reforma, Na época Apesar de anunciar reforma, secretário Fábio não definiu a data

Matéria via aquivo reprodução

Prefeitos do “Convale” reivindicam do Gov do Estado, sistema de abastecimento de água via Rio Paraguaçu

Quinta 02 de Fevereiro, Juliana Ribeiro via Ascom Convale Fotos: Reprodução

Prefeitos do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá – Convale,querem o  sistema de abastecimento de água do Vale vale-jiquirica-768x576

Diante da crise hídrica vivida nos municípios em face da escassez de água e, em todos os municípios, o esvaziamento de reservatórios, os prefeitos dos municípios de Planaltino, Maracás, Lajedo do Tabocal, Itiruçu, Jaguaquara, Irajuba e Lafaiete Coutinho, criaram o grupo chamado de G7, o qual denominou grupo ‘SOS ÁGUA’, estiveram reunidos com o Secretário estadual Cássio Peixoto, da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento-SIHS, e com o Coordenador dos Consórcios de Infraestrutura da Bahia, o Ex Prefeito Zenildo Santana (Zé Cocá), para buscar alternativas imediatas, de médio e a longo prazo que possam solucionar a falta de água nos municípios do convale.

16473981_694327974072124_5407698651536186659_nacccb435-1971-4798-99d1-2f1502b2b097-768x576

De acordo informações  através do coordenador dos Consórcios de Infraestrutura da Bahia. o Ex Prefeito Zenildo Santana (Zé Cocá) disse ter levado ao conhecido do secretário que a situação em municípios como: Jaguaquara, Itaquara, Irajuba, Itiruçu, Lafaiete, Maracás e Planaltino é preocupante diante da escassez de chuvas.  ”A seca que assola a região é preocupante. Já o prefeito  Zeca Braga, que fez frente à reunião,  com os demais prefeitos, pontuou questões especificas de Planaltino, como os sistemas simplificados de água dos Povoados Barro Vermelho e São Diogo em Planaltino. Zeca garantiu que as causas defendidas pelos gestores terão respostas.  “O secretário Cassio Peixoto abraçou as causas dos municípios para ajudar e se comprometeu em defender. onde ficou  definido a inclusão na pauta de pleitos no MI – Ministério da Integração-,  do maior sistema de abastecimento do Vale do Jiquiriçá: o Projeto Paraguaçu, que atenderá mais de 150 mil habitantes do Vale. O projeto  trará água do Rio Paraguaçu aliviará o sofrimento da população”, disse Zeca Braga.

Além de Zeca Braga, estiveram na reunião os prefeitos Giuliano Martinelli (PP), de Jaguaquara; Jeronimo Santos (PSD), de Irajuba; João Véi (PP), Lafaiete Coutinho; Soya Novaes (PDT), de Maracás; Mariane Fagundes  (PSD), de Lajedo Tabocal; e Lorena Di Gregório de Itiruçu.