Leão dá regulagem nos petistas em Uauá

Terça feira , 02 de maio , por Camila Matos  //Foto: Camila Souza/GOVBA

Na comitiva estava o deputado Zé Nunes (PSD), que é de Euclides da Cunha, e levou uma sonora vaia dos aliados da deputada Fátima Nunes

A visita que João Leão, vice-governador, fez no fim de semana à Cooperativa Agrária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Cooperfuc), famosa por produzir a cerveja de umbu, em Uauá, deu uma umbuzada. Na comitiva estava o deputado Zé Nunes (PSD), que é de Euclides da Cunha, e levou uma sonora vaia dos petistas aliados da deputada Fátima Nunes. Leão bateu forte:

— Olha, se vocês não querem a minha companhia e a de Otto Alencar com os nossos aliados, digam que vamos procurar outro caminho, mas assim não dá.

Precedentes

Aliás, a base de Rui Costa articula na tentativa de apagar o fogo amigo. Os deputados federais João Carlos Bacelar e Mário Negromonte Júnior já foram vaiados. Em Uauá, acabou em palmas para Rui.


Acidente em show de Safadão deixa pelo menos 10 feridos

Segunda feira 01 de Maio, por Camila Mattos //Foto;Divulgação

presentação do cantor, em Olinda, chegou a ser interrompida por 10 minutos após choques e princípio de tumulto

Um acidente durante um show do cantor Wesley Safadão em Olinda (PE) deixou pelo menos dez pessoas feridas, na noite deste domingo (30), e terá suas causas investigadas pela Polícia Civil, de acordo com informações do G1.

Foram registrados casos de vítimas de choque elétrico em uma área próxima ao bar.

O evento Vai Safadão foi realizado na área externa do Centro de Convenções local, com um público de aproximadamente 20 mil pessoas, e contou também com apresentações de Leo Santana e Márcia Felippe.

A organização do evento informou que o acidente foi causado pela queda de um cabo energizado que sustentava um balão de publicidade.

Conforme os organizadores, o fio bateu em uma grade localizada atrás de um dos pontos de compra de bebidas. As pessoas levaram choques e, logo em seguida, houve um princípio de tumulto. O show do cantor cearense chegou a ser interrompido por 10 minutos.


Greve geral foi tiro que saiu pela culatra’, diz Aleluia

Sábado, 29 de abril, por Julliana Ribeiro

Em Salvador, o ato reuniu 80 mil pessoas no Campo Grande, segundo os organizadores, já a PM calculou 72 mil

Foto: Gustavo Lima/ Agência Câmara
Foto: Gustavo Lima/ Agência Câmara

Aliado presidente Michel Temer (PMDB) na Bahia, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) criticou, neste sábado (29), as manifestações contra as reformas trabalhistas e previdenciárias. Em Salvador o ato reuniu 80 mil pessoas no Campo Grande, segundo os organizadores, já a PM calculou 72 mil.

“O povo brasileiro não foi na onda dos pelegos. A greve geral foi um tiro que saiu pela culatra. O desfecho deste fiasco sindical foram os abomináveis atos de violência, repudiados pela grande maioria da população”, condenou o democrata.

No entendimento do deputado, o propósito do movimento não foi defender os interesses do povo brasileiro, mas sim a permanência da contribuição sindical obrigatória “A farra está em seu capítulo final e o desespero bateu na porta dos pelegos, que não vão ter mais a boa vida financiada pelos trabalhadores e empreendedores”, atacou.


Ciro chama Doria de ‘viado com areia no c*’ e é acusado de homofobia

Sábado, 29 de Abril, por Camila Matos  // Foto: Reprodução

Assessoria do ex-governador e presidenciável disse que o caso não passa de “invencionice de redes sociais”

Uma suposta declaração do ex-governador e presidenciável, Ciro Gomes (PDT), tem gerado uma polêmica nas redes sociais. Em um evento na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), o pedetista teria chamado o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), de “um viado com areia no cu”. Alunos e internautas acusaram o ex-governador de homofobia.

Ao jornal Folha de São Paulo, a assessoria de imprensa de Ciro Gomes disse que o caso não passa de “invencionice de redes sociais” e que ele nunca disse tal frase.


Wagner diz que Lula pode se tornar herói se for preso

Terça, 25 de Abril,por Julliana Ribeiro / Reprodução

Jaques Wagner, ex-governador da Bahia e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico da Bahia, na gestão de Rui Costa (PT), disse que o ex-presidente Lula é candidato a presidente em 2018 e que o petista virará “herói” caso seja preso ou mesmo impedido de concorrer.
Durante seminário promovido pelo PT em Brasília, nesta segunda-feira (24), Jaques ainda afirmou que o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, sofreu “tortura psicológica” para dar as declarações contra Lula no caso do tríplex do Guarujá (SP).
“O Léo está sofrendo tortura psicológica. Ele pode dizer o que quiser. Construíram um roteiro e querem a confirmação. Para mim, Lula é candidato em 2018. Se interditarem o Lula, a história não para por aí. Não quero fazer comparações, mas todos que são perseguidos, presos, como Tiradentes, viram heróis. Preso, a imagem é mais forte para virar herói. Mas interditado (em sua candidatura) também”, disse Jaques Wagner.
Ele afirmou que irá acompanhar Lula em seu depoimento em seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, quando ele ocorrer. O PT organiza uma manifestação popular no dia da audiência.
“Será um ato de solidariedade a Lula e não de confrontação a ninguém”, disse o ex-governador. Lula já é réu em cinco ações penais, depois de três anos de Lava-Jato.

Mucugê: Cadeirante se revolta com veto do presidente da Câmara sobre plano de acessibilidade

Domingo 23 de Abril , por Juliana Ribeiro,| Foto: Montagem 

A cadeirante Luziana Cardoso, que colaborou para criação do projeto, afirmou que a atitude foi, “no mínimo, equivocada” | Foto: Montagem 

A sessão da Câmara de Vereadores de Mucugê, na Chapada Diamantina, da última quarta-feira (19) deu o que falar nas redes sociais. O caso é que o presidente da Casa, o vereador José Almeida (PSD), mais conhecido como Zelinho, vetou a votação de uma indicação para o Plano Municipal de Acessibilidade e deixou cadeirantes revoltados com o caso. A cadeirante Luziana Cardoso, que colaborou para criação do projeto, afirmou que a atitude foi, “no mínimo, equivocada”.

Segundo Cardoso, “Zelinho alegou que era uma indicação já aprovada anteriormente e que inclusive já havia se tornado lei. De forma leiga eu sei que indicação não é lei. E que ao legislativo cabe apenas indicar ao executivo o cumprimento ou iniciativa de realizar a demanda em forma de indicação”.

Ela contou que participou efetivamente das indicações referidas. A primeira aconteceu em 2014 pela causa da pessoa com deficiência e mobilidade reduzida. “Tal indicação tratava da construção de rampas de acesso e retirada de barreiras das calçadas da cidade. Ela foi sim aprovada, não de forma unânime, e encaminhada a então prefeita Ana Medrado, que pelo meu conhecimento e creio que pelo senso comum não atendeu a tal indicação nem transformou indicação em lei”, contou Luziana.

A segunda indicação seria dada o tratamento de forma ampla a questão da acessibilidade. Propondo a criação do Plano Municipal de Acessibilidade. “Ela amplia o alcance para mais questões além das rampas e barreiras”, disse Cardoso. Para ela, o presidente da Câmara não deveria alegar a existência de uma indicação anterior como motivo para vetar outra indicação. Nossa equipe de reportagem procurou o vereador Zelinho, mas ele não foi encontrado.


Nova Itarana:Vereadores da oposição denunciam Prefeito, junto ao MPE/MPF por creche inacabada há cinco anos

Domingo 23 de Abril , por Juliana Ribeiro, em POLITICA //Foto: Reprodução 

Vereadores da oposição denunciam que o atual prefeito, Danilo de Zéu (PSD) recebeu do FNDE uma verba de R$2.097,20 para manutenção de 46 crianças,

Os vereadores Zezé  (ao centro), Jéu de Tota e Vel, denunciam o estado de abandono da creche inacabada há cinco anos.

As famílias de trabalhadores carentes da cidade de Nova Itarana, município integrante do Território Vale do Jiquiriçá, sentem a falta de um equipamento muito importante para seus filhos em idade da pré-escola, uma creche que já existe construída com recursos do FNDE/MEC, para amparar 120 crianças de 0 a 5 anos, mas encontra-se inacabada e abandonada pela Prefeitura Municipal. Este descaso com o patrimônio da coletividade e o mau uso do dinheiro publico federal, chega agora ao conhecimento da opinião pública, depois que os vereadores ;José Borges de Souza, Zezé (PRB), reeleito para o sétimo mandato; Everaldo Vaz de Matos, Vel, (PSDB) em seu primeiro mandato e Jeronimo Ramos Costa, Jéu de Tota (PSDB), no segundo mandato, apresentaram a grave situação para a imprensa

De acordo as informações via o Paraguaçu, jornal parceiro os três vereadores da oposição, garantiram que estarão apresentando denúncia junto ao Ministério Público Estadual e Federal, visando solucionar o problema da creche onde denunciam que o atual prefeito, Danilo de Zéu,  recebeu do FNDE uma verba de R$2.097,20 para manutenção de 46 crianças, que deveriam estar amparados pela nova creche, mas que estão instalados na Escola Sinval Galvão, enquanto o prefeito garante junto ao governo federal que a creche está pronta e funcionando..

Embromeixon de pai pra filho

Uma verdadeira “novela do embromeixon da creche”, contam os vereadores, envolvendo pai e filho políticos, vem acontecendo desde 2012, quando o convênio foi assinado pelo ex-prefeito José Andrade Brandão de Almeida Zéu (DEM), pai do atual prefeito Danilo de Zéu (PSD). Do orçamento de R$619.921,54 do convênio, o ex-prefeito Zéu recebeu duas parcelas: a primeira de R$123.954,31, em 08/09/2011, correspondente à execução de 20% da obra, que deveria ser concluída em outubro de 2013. Quase um ano depois, em 27/07/2012, de atraso no cronograma da obra, recebeu a segunda parcela no valor de R$185.976,46, deixando a creche inacabada.

Já era o período eleitoral, quando o ex-prefeito Zéu lançou candidato à sucessão, o seu apaniguado e ex-tesoureiro, Eduardo Alves da Silva (PSD). Eleito, o ex-prefeito Eduardo recebeu  mais duas parcelas: uma no dia 5/3/2013, no valor de R$154.560,39 (25%) e a ultima parcela do total do convenio, no valor de R$151.032,49 (24,36%), foi recebida no dia 02/10/2013, dando por concluída a creche que, entretanto, se encontra inacabada e abandonada em 88% da construção.  Todos esses percentuais e valores estão disponíveis no portal do FNDE. Continuar lendo 

(mais…)


Vereadores trocam socos em sessão da Câmara de Correntina

Sábado, 22 de Abril , por Camila Matos  

Foto: Reprodução/ YouTube

Os ânimos ficaram acirrados na sessão da última quarta-feira (19) na Câmara de Vereadores de Correntina, no oeste baiano. O que começou como uma troca de agressões verbais acabou como uma troca de socos entre os vereadores Adenilson Pereira de Souza (PTN), conhecido como Wil, e Jon Felix Pereira Barbosa (PSDB), popularmente conhecido como Jon de Ezequiel. Segundo o portal Folha do Vale, os vereadores eram aliados até Wil resolver se aliar ao grupo do prefeito Nilson José Rodrigues (PCdoB). Por causa da confusão, a sessão foi suspensa. Ainda de acordo com a publicação, o clima já era tenso na Casa desde o último dia 5, quando os parlamentares debateram a contratação de servidores temporários pela prefeitura. Na semana, oito vereadores governistas não compareceram e cinco vereadores da oposição aproveitaram para aprovar uma ata que não tinha a aprovação da maioria e acrescentou apêndices ao final do documento. Em nota, o presidente da Casa, Wesley Campos Aguiar (PV), conhecido por Maradona, lamentou o fato e a interrupção precoce da sessão.


ACM Neto é 29º em ranking de influenciadores políticos, aponta jornal

Quinta, 20 de Abril , por Juliana Ribeiro
 Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ). (Foto: Raul Spinassé/Folhapress)

O prefeito ACM Neto (DEM-BA) aparece como 29º em um ranking de influenciadores políticos realizado pelo jornal Gazeta do Povo. O ranking tem como base as redes sociais e tem como objetivo elencar quais são os políticos que estão influenciando o debate político no país. O ranking traz quem têm mais seguidores e mais engajamento no Facebook, além de dados específicos sobre outras redes sociais. Os dados foram coletados entre os dias 13 a 19 de abril. O prefeito totalizou um engajamento de 17.054 durante o período, sendo 1.421 comentários, 730 compartilhamentos e 14.903 “reações” totais. Do total de reações, 94,3% eram curtidas, 4,8% foram reações “amei” e 0,2% de reações “grr”. A média de interações por postagem foi de 2.436. O engajamento total desde janeiro também foi colhido pelo jornal, que observou que o prefeito obteve um pico de engajamento em fevereiro. O primeiro lugar foi do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP). Doria aparece com engajamento total de 810.998 e com 2.446.347 de seguidores no Facebook e 367.603 no Twitter. O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) é o segundo político com maior engajamento, apresentando 532.876 de engajamento total, seguido do deputado Pastor Feliciano (PSC-SP) que totalizou engajamento de 438.920. O jurista Deltan Dallagnol, que ganhou notoriedade por integrar a força-tarefa da Operação Lava Jato se posicionou em quinto lugar no ranking nacional, apresentando 289.187 de engajamento total. O ex-presidente Lula ficou em sétimo lugar, com 248.411 de engajamento total, além de 2.840.179 seguidores no Facebook. Já a ex-presidente Dilma Rousseff ficou posicionada em 15º lugar, com 95.203 de engajamento total e 3.134.543 seguidores no Facebook. O presidente da República, Michel Temer, ficou posicionado em 27º lugar, com 21.012 de engajamento total e 569.954 seguidores no Facebook. O ranking elencou os 50 políticos com maiores engajamentos do país. Além do prefeito ACM Neto, nenhum outro político baiano apareceu na lista.


Neto sobre Wagner: ‘Qual moral ele tem? Ele é acusado de corrupção’

Quinta, 20 de Abril l, por Juliana Ribeiro //Foto: Roberto Viana/ Ag. Haack/ bahia.ba

Prefeito subiu o tom ao reafirmar ser inocente nas suspeitas da Lava Jato e admitiu que Lucas Cardoso, acusado de receber caixa 2, é seu amigo “de uma vida inteira”

Alvo de um pedido de investigação por suspeita de receber caixa 2 da Odebrecht, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), subiu o tom, nesta quinta-feira (20), ACM Neto nega caixa 2  nos crimes investigados pela Operação Lava Jato.

Em entrevista a imprensa, após o 1° Workshop Salvador Cidade Resiliente, na Casa do Comércio, na Avenida Tancredo Neves, o gestor soteropolitano atacou diretamente o ex-governador e atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT), para quem o inquérito atrapalha os planos futuros do democrata, que estuda a possibilidade de disputar o Palácio de Ondina em 2018.

“Qual a moral que ele tem? Ele é acusado de corrupção. Eu não. Não tenho nada a ver com corrupção nem com a Lava Jato. Certo? O PT, sim, tem a ver com corrupção e com Lava Jato. Eles é que sabem tratar desse assunto”, afirmou.

Neto se irritou ainda ao comentar a tese de alguns aliados do governo, como o deputado federal Jorge Solla (PT), de que ele perdeu o discurso de “ética” após ser citado em delações de executivos e ex-executivos da empreiteira.

“Ele procurou saber de Rui Costa, do Jaques Wagner alguma coisa? Não. Não me meça pela régua deles. O PT é o partido mais corrupto do Brasil e não pode querer generalizar isso. Estou absolutamente tranquilo. Não sou acusado de corrupção. Não tenho nada a ver com Lava Jato e não me misturo, nem com Jorge Solla, nem com os partidários dele”, disse.

Em relação a Lucas Cardoso, apontado no depoimento do ex-superintendente da construtora, andré Vital, como recebedor de verbas ilegais para o financiamento da sua campanha à prefeitura em 2012, ACM Neto admitiu conhecê-lo intimamente, mas negou que ele seja funcionário municipal. “Amigo meu de uma vida inteira. Não tem nenhum cargo público. Nunca foi [funcionário da prefeitura]”, declarou.

O prefeito nega ter recebido dinheiro da Odebrecht além das prestações apresentadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).