Senado ignora decisão do Supremo e mantém Aécio na lista de senadores em exercício

Segunda feira 12 de Junho, por Juliana Ribeiro, Foto Divulgação

O nome do tucano ainda permanece no painel de votação e na lista dos senadores em exercício no site da Casa

O Senado Federal descumpre há 20 dias a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) das funções parlamentares. O nome do tucano ainda aparece na lista de senadores em exercício no site da Casa e no painel de votação. De acordo com a Folha, o gabinete de Aécio também tem funcionado normalmente. Se comparecesse a uma sessão, ele estaria apto a votar. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), não se manifestou sobre a questão. A Mesa do Senado ainda não debateu o tema, embora alguns senadores tenham pedido reunião do colegiado a Eunício. Na próxima semana pode haver uma reunião do colegiado sobre o assunto. Na decisão de 17 de maio, o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo, determinou que Aécio fosse suspenso das funções parlamentares e de qualquer outra função pública, impedindo-o também de encontrar réus ou investigados e de deixar o país. A assessoria do tucano disse que ele está afastado de suas funções legislativas, conforme decisão de Fachin. Não se sabe ainda se Aécio continuará recebendo sua remuneração de R$ 33.763 e os demais benefícios.


Jhully Portela (PMDB) convida a população de Irajuba, para Audiência Pública no Plenário da Câmara Municipal

Segunda feira, 12 de Junho,por Juliana Ribeiro, em Politica Foto -Reprodução Facebook- Matéria atualizada ás 00:02hs

Audiência  Pública, Será realizada nesta (Segunda feira  dia 12 de junho), onde vai debater Projeto de Lei nº 02 do legislativo que Cria premio por desempenho a profissionais da Saúde

A vereadora Jhully Fontana Portela da Silva, de 31 anos (PMDB), a enfermeira e agora política se tornou a segunda mulher eleita no município, para exercer o mandato  e ocupar um cargo político em defesa do povo em Irajuba,  ocupando a segunda colocação na lista dos vereadores eleitos a qual a mesma obteve  281 Votos nas eleições municipais ocorrida em 2016, em seu primeiro mandato a frente no Legislativo Municipal, A vereadora  que faz parte da bancada de oposição ao Atual Gestor Jeronimo Santos (PSD), vem se destacando juntamente com os demais representante  da oposição o qual os mesmos vem realizando seus  trabalhos a fim de fiscalizar a gestão publica e viabilizar ações em pro da população do município de Irajuba.

Jhully Portela, em contato com a redação do blogcafénobule, diz que é de fundamental importância o referido projeto de lei onde a mesma já conta com 04 votos da base aliada e espera contar com o apoio dos vereadores da bancada da situação a fim da aprovação do referido projeto de lei que tramita no legislativo Municipal, Sendo assim  ao mesmo tempo a edil, convida a população de Irajuba, e as autoridades locais, onde no uso de suas atribuições legais, e em concordância com o presidente da casa legislativa, e demais autoridades regionais para participarem da AUDIÊNCIA PÚBLICA  que será realizada no dia 12 de junho (segunda – feira) às 17h00 no Plenário da Câmara Municipal, localizado à Praça Santo Antônio, 136 – Centro, onde será discutido o Projeto de Lei nº 02 do legislativo,do  prêmio por desempenho, que dispõe sobre a criação no município de Irajuba – Ba.

Redação Bcbule

Em Salvador Ato contra Temer reúne 10 mil no Farol da Barra, diz CUT

Domingo 11 de Julho por Camila Matos/ em Politica / Foto: Divulgação/ CUT-BA

PM não fez estimativa de público; protesto reuniu mais de 20 atrações musicais, como Daniela Mercury, Baiana System e Mano Góes

Cerca de 10 mil pessoas marcaram presença no ato contra o presidente Michel Temer (PMDB), neste domingo (11), no Farol da Barra, em Salvador, de acordo com a Central Única dos Trabalhadores da Bahia (CUT-BA). A Polícia Militar não fez estimativa de público.

O evento, organizado pela Frente Brasil Popular, foi iniciado por volta das 15h20 e contou com apresentações musicais de nomes como Pedro de Rosa Morais, Daniela Mercury, Baiana System, Márcia Castro, Mano Góes, Gerônimo, Zelito Miranda e Márcia Short.

Discursos inflamados, gritos de “Fora Temer” e pedidos de eleições diretas marcaram as manifestações, que contaram ainda com faixas e cartazes de protesto contra o peemedebista, cuja chapa com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi inocentada na última sexta-feira (9) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A CUT convoca mais uma greve geral no país para o próximo dia 30 de junho.


SE FOR CANDIDATA, DILMA DEVE SER BARRADA EM 2018

Domingo 11 de Julho por Camila Matos/ em Politica / Agencia Brasil
TSE MANTEVE DIREITOS, MAS ELA FOI CONDENADA EM ÓRGÃO COLEGIADOTSE MANTEVE DIREITOS, MAS ELA FOI CONDENADA EM ÓRGÃO COLEGIADO

Sem definir se fica ou não no governo, PSDB vive crise de identidade

Domingo 11 de Julho por Camila Matos/Foto Reprodução

O dilema sobre continuar ou não apoiando o governo Michel Temer jogou o PSDB na maior crise de sua história, um ano antes de a sigla completar 30 anos. O partido informou que iria se decidir após o julgamento da chapa Dilma/Temer no TSE, ocorrido na última sexta-feira (9) que absolveu os políticos. Se sair da base de apoio de Temer,  a agremiação ganhará a pecha de traidora, já que apoia o presidente desde sua posse interina em 2016.
O PMDB já disse que não apoiará um candidato tucano à Presidência em 2018 se for abandonado agora, e há um fato com que a classe política não contava quando eclodiu a crise da delação da JBS: o cenário em que Temer resiste até o fim do governo. Se ficarem, os tucanos abraçam um Temer infectado pelo vírus da impopularidade, às vésperas de 2018.
De favorito para a sucessão do peemedebista, o PSDB passou a incógnita após ter sua cúpula atingida pela Lava Jato –seu presidente, Aécio Neves (MG), foi afastado do mandato de senador e corre o risco de ser preso. Não é casual que o nome do prefeito paulistano, o novato João Doria, esteja à manga como saída de emergência: sem respingos da Lava Jato, encarnando o “novo” e ligado a um grupo vital no PSDB, o do governador Geraldo Alckmin (SP).
Por sua vez, se sobreviver às citações na Lava Jato, Alckmin se vê candidato, e torce para que Temer fique para evitar a ascensão de um presidenciável já no Planalto. O governador sempre manteve distância do governo, e pode usar isso à frente.O fato de a pressão pelo desembarque ter sido iniciada por parlamentares jovens é reflexo do óbvio: eles terão de enfrentar o eleitor. Aqui e ali ameaçam deixar o partido, mas poucos acreditam em uma debandada, talvez de 10 dos 46 deputados.
Segundo um integrante da cúpula, toda essa incerteza torna imperativo tirar caráter decisório da reunião ampliada que acontecerá na segunda (12) em Brasília, incluindo a Executiva Nacional, congressistas e governadores.
BCbule ;Com informação da Folha de São Paulo 

ACM Neto volta a ponderar 2018 e estabelece prazo limite para definir futuro político

Sexta, 09 de Junho por Estela Marques / Ailma Teixeira

ACM Neto volta a ponderar 2018 e estabelece prazo limite para definir futuro político

Foto: Estela Marques / Bahia Notícias

Enquanto representantes do DEM baiano exaltam a pesquisa que coloca ACM Neto à frente da disputa pelo governo do Estado, o prefeito de Salvador volta a pedir cautela quanto ao seu futuro político em 2018. Durante o “Ouvindo Nosso Bairro 2017”, Neto ressalta que está focado na gestão municipal com o lançamento de projetos e investimentos em prol da capital baiana. “É óbvio que a partir dos dados apresentados pela pesquisa há um clima, sobretudo, no interior, de lideranças que se manifestaram muito satisfeitas, animadas, eu recolho isso com muita humildade. Mas, com todo o respeito, eu me recuso nesse momento a tratar de 2018”, afirma o prefeito. Divulgada nesta quarta (7), a Paraná Pesquisas coloca o democrata na liderança das intenções de votos em todos os cenários disputados com o atual governador, Rui Costa (PT) (veja aqui). Os índices fizeram ambas as bases políticas se manifestarem. Enquanto membros do DEM usaram o levantamento para afirmar que há um desgaste da população com os governos do PT (veja aqui), o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Everaldo Anunciação, ironizou a credibilidade da pesquisa (veja aqui). “Quem me conhece sabe que eu não funciono sob pressão, nem de aliados nem de adversários e o meu tempo de decisão não é agora”, firma Neto. O prefeito aponta que essa decisão será anunciada em janeiro. “Podem ficar muito calmos, não adianta especulação demais porque não passará disso. Eu vou ficar na minha, trabalhando e quando chegar a hora certa, em 2018, essa decisão será tomada”, garante.

Fonte e informações via Bahia Notícias


Wagner lidera intenções de voto ao Senado em dois cenários;

Sexta, 09 de Junho por Juliana Ribeiro
 

O ex-governador do Estado e atual secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jaques Wagner, lidera as intenções de voto para o Senado, nas eleições de 2018, segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, requisitado pela Record Bahia. Ele foi lembrado por 36,1% dos entrevistados, quando questionados em quem votariam caso o pleito ocorresse no dia da consulta. Cada entrevistado poderia escolher duas opções. A deputada federal Alice Portugal obteve 26,6% e aparece em segundo, seguida do ministro Antônio Imbassahy, com 18%; o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, com 15,2%; Geddel Vieira Lima, com 13,3%; o vice-governador João Leão, 10,2%; e o deputado federal Márcio Marinho, 6,5%. Entre os entrevistados, 18,5% não escolheriam nenhum dos candidatos apresentados; 5,1% não souberam ou não opinaram. Em um segundo cenário, com a inclusão da deputada federal licenciada e secretária municipal Tia Eron e o deputado federal Jutahy Magalhães Jr., e a saída de Imbassahy e Marinho, Wagner continua à frente, com 36% das intenções de voto. Alice também mantém o segundo lugar e com índice semelhante: 26,8%. Na sequência aparecem Jutahy, com 16,5%; José Ronaldo, com 15,2%; Geddel, com 13,4%; Tia Eron, 11,7%; e João Leão, com 9,7%. Foram entrevistadas 1.510 pessoas em 70 municípios baianos, entre os dias 31 de maio e 4 de junho. A margem de erro da pesquisa é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. ?


PSDB decidirá se irá sair da base do governo até segunda-feira, diz presidente

Quinta feira, 08 de Junho, por Juliana Ribeiro

PSDB decidirá se irá sair da base do governo até segunda-feira, diz presidente

Foto: Divulgação / PSDB

O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissatti (CE), afirmou que o PSDB irá decidir se sai da base do governo federal até segunda-feira (12). Com a informação de que o presidente Michel Temer utilizou um jatinho do dono da JBS, Joesley Batista, o partido ficou ainda mais pressionado para se posicionar a favor ou contra a gestão de Michel Temer. A decisão foi adiada para segunda após a previsão de que o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) só termine no sábado (10). “Cada dia é um fato novo, não vai parar de ter fato novo nunca. Isso vai mudando a cabeça dos senadores. Segunda-feira é o limite do PSDB”, determinou Jereissatti. A reunião será realizada com a participação de governadores, deputados, senadores, ministros e presidentes de diretórios estaduais. “Daqui para lá pode ter coisa nova. Estou preocupado com esse novo roteiro do TSE. Se absolver Temer e Dilma a casa cai”, ressaltou. O senador ainda comentou a governabilidade do presidente após sucessivos escândalos políticos. “A percepção é que o TSE vai absolver os dois, Dilma e Temer. Mas aí como será o cotidiano do governo? Não governa. Hoje Temer está preocupado em dar explicações sobre o avião. Amanhã será outra coisa. Está acuado, é uma situação terrível”, criticou.


Lúcio: ‘Pesquisa deve servir de estímulo e não de berço esplêndido’

Quarta feira, 07 de Junho //Foto Jonatas Anjos/Ag Haack

Peemedebista diz que “Neto é candidato, já afirmou que é candidato”, rebate ironia de Solla, mas pede cautela aos aliados: “Temos que trabalhar porque a eleição é dura”

Embora tenha comemorado o resultado da pesquisa sobre eleição estadual de 2018,que dá vantagem ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), contra o governador Rui Costa, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) adverte: “A pesquisa deve servir de estímulo e não de berço esplêndido”.

Em entrevista a imprensa  o peemedebista disse não duvidar que o democrata será postulante ao Palácio de Ondina – “Neto é candidato, já afirmou que é candidato” – e contestou a ironia do colega de Câmara, Jorge Solla (PT), ao pregar “humildade”.

“Vejo o resultado com alegria e felicidade, mas não é hora de calçar sapato alto. Comemora-se no dia e depois trabalha. O PT tem que lembrar que o palanque não é agora. O palanque é lá na frente. Para o PT, pesquisa só vale quando eles estão na frente, inclusive do Instituto Paraná. Quando dá resultados favoráveis a Lula, mesmo com uma rejeição enorme. Agora, que dá vantagem a Neto, não vale. Ele pelo menos poderia usar a desculpa tradicional, de que pesquisa é a fotografia do momento, até porque, eleição não se ganha de véspera”, rebateu.

Mesmo para os aliados do seu campo político, o parlamentar pediu cautela. “Apesar desses números, não podem achar que a eleição é fácil. Temos que trabalhar porque a eleição é dura. O governador está trabalhando e viajando todo dia. Não podemos relaxar”, disse Lúcio.


Crise no PP: partido tenta manter protagonismo na Bahia

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Gilberto Júnior

O Partido Progressista na Bahia passa por um período de turbulência inegável. Nacionalmente há uma pressão para que os pepista deixem a nau petista e saltem para a caravela do prefeito de Salvador ACM Neto. Por outro lado, o vice-governador João Leão tem mantido a palavra dada ao ex-governador Jaques Wagner e ao atual Rui Costa e resistido às investidas.

A aliança permanece assegurada pelo menos até 2018. O deputado federal Cacá Leão, filho do presidente estadual do partido, já declarou que o cenário eleitoral do próximo ano ainda é turvo e, portanto, seria contraproducente se posicionar neste momento. O fato é que o planejamento do atual governo mantém a estrutura atual na ocupação das vagas na majoritária com uma mudança: sai Lídice da Mata para entrar um candidato indicado pelo PSD.

Em 2010, quando a chapa majoritária contava com quatro espaços, dois foram ocupados por petistas (Jaques Wagner e Pinheiro – senado), o PP teve Otto Alencar como vice-governador (depois fundou o PSD e pulou) e o PSB indicou Lídice da Mata. No atual cenário, se não houver impedimentos judiciais, a chapa tem assegurada as presenças de Rui Costa (reeleição) e Jaques Wagner (Senado), o PSD deve indicar o outro postulante ao Senado e o PP manter João Leão na vice.

Mas o perigo mora ai: Ronaldo Carletto, deputado federal do PP, não esconde o desejo de ser candidato ao Senado. Já se cogitou a possibilidade de migrar para o PSD para ocupar a outra vaga. Hipótese ainda não descartada, embora tenha esfriado. O deputado estadual Robinho, apadrinhado por Carletto, é quem manifesta insatisfação com a direção partidária sob orientação do federal.

É neste sentido que surgem declarações colocando em dúvida o comando de Leão. As respostas vieram na mesma linha. Cacá Leão diz que o partido não tem interesse em manter quem não quer ficar. Antônio Henrique Júnior, deputado estadual em primeiro mandato e filho do ex-prefeito de Barreiras, também coaduna com o filho do vice-governador.

Em nota enviada à imprensa deixa claro o recado: os nossos correligionários reconhecem no vice-governador João Leão “o governador do oeste baiano”. Tantos são os seus feitos e as suas ações políticas e administrativas em benefício da população oestina. Sabemos que ele tem o seu jeito peculiar de fazer política e tocar projetos… É dessa forma que vejo o presidente do PP na Bahia, João Leão, nosso líder.

A declaração é interessante, pois a reafirmação de uma posição é vista sempre como sinal de fragilidade politica. Isso quer dizer que se alguém precisa afirmar que tem liderança é porque esta liderança está ameaçada. Isso em geral.

Outra situação interessante que acontece no PP baiano é a tentativa de atração do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM). Todos os envolvidos negam publicamente as conversas sobre adesão, no entanto, nos bastidores é sabido que o dialogo está avançando. Se entrar de fato no PP deve ser para ter um lugar na chapa majoritária.

A entrada em campo um novo jogador que tem dialogo aberto com ACM Neto não pode ser ignorada. A jogada ainda não está consolidada e não há como cravar se Zé Ronaldo vai de fato para o PP e, uma vez desembarcando, se vai mudar o espectro político, ou seja, se aliar a Rui Costa. Qualquer definição só será revelada mais adiante.

No mais o PP tem, na avaliação de seus próprios quadros coadjuvantes, que manter-se numa espécie de “em cima do muro” porque esta ‘insegurança’ pode evitar que o passe dos pepistas seja rebaixado antes da definição das chapas.
O PSD se valorizou com as vitórias eleitorais municipais. Partido da base que mais elegeu prefeito. Tem hoje o comando da União dos Municípios da Bahia (UPB) e a presidência da Assembleia Legislativa. A primeira pedida será deles. O PP, neste sentido, tem que encontrar formas de valorizar o passe.
PR, PDT, PSB, além do PCdoB são partidos da base que observam as movimentações e que pleiteiam também um lugar ao sol.