‘Primeiro tiro que Bolsonaro dará será no bolso do contribuinte’, diz Alckmin em Salvador

Sábado, 21 de Setembro por Juliana Ribeiro/foto Reprodução

“Vejo um candidato que quer resolver tudo na bala e o primeiro tiro que ele dará será no bolso do contribuinte”

Geraldo Alckmin, candidato do PSDB à Presidência da República, voltou a atacar Jair Bolsonaro (PSL) durante sua passagem por Salvador, nesta sexta-feira (21). O tucano vem aumentando o tom dos ataques contra o adversário nos últimos dias, como forma de captar votos do deputado federal. 

“O Brasil já tem problema demais. Nós não podemos ter um presidente para ser mais um problema. Precisamos de um presidente para resolver”, discursou Alckmin durante comício no Pelourinho. Ao lado de ACM Neto (DEM), José Ronaldo (DEM) e outras figuras do centrão, partidos que fazem parte da sua base aliada, o candidato também criticou o economista de Bolsonaro, Paulo Guedes, que recentemente defendeu o retorno da CPMF.

“Vejo um candidato que quer resolver tudo na bala e o primeiro tiro que ele dará será no bolso do contribuinte”, citou o ex-governador de São Paulo sobre a declaração de Guedes. 

Candidato do PT, Fernando Haddad também foi alvo de ataques pelo tucano. “O sonho de todo pai, de todo avó, de todo trabalhador, é o emprego e a renda. Esses 13 milhões de desempregados no Brasil é obra do PT. Foi dona Dilma e o PT os responsáveis. Haddad não conseguiu dar conta da prefeitura de São Paulo. Como vai dar conta do Brasil? Não vai”, completou. 

A estratégia de atacar os adversários pretende reverter a situação do ex-governador de São Paulo nas eleições deste ano. Alckmin está estagnado com 9% das intenções de voto, de acordo com a última pesquisa Datafolha


‘Eleitor está junto com Bolsonaro porque está com medo do PT’, diz Alckmin

Quarta, 19 de Setembro por Martha Alves | Folhapress

'Eleitor está junto com Bolsonaro porque está com medo do PT', diz Alckmin

Foto: Divulgação

Com 7% nas intenções de voto segundo a pesquisa Ibope, o candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, diz acreditar que pode ganhar as eleições porque tem menor rejeição entre os eleitores que o primeiro colocado Jair Bolsonaro (PSL).

“Uma parte do eleitor está junto com o Bolsonaro porque está com medo do PT”, ressaltou o candidato.

Na entrevista ao Jornal da Globo, na madrugada desta quarta-feira (19), o ex-governador de São Paulo falou que pretende fazer a reforma na Previdência Social logo no começo do governo.

“Não vamos reduzir o teto de R$ 5.600 para R$ 4.000 como tem candidato querendo fazer. Vamos agir contra os privilégios que o trabalhador de menor renda paga”, explicou.

Questionado sobre educação, Alckmin afirmou que a avaliação do ensino em São Paulo caiu porque o MEC (Ministério da Educação) não inclui as escolas de ensino técnico. “Os alunos não são avaliados corretamente”.

O presidencial ressaltou que São Paulo tem a melhor rede de ensino técnico e tecnológico da América Latina e que três universidades do estado estão entre as melhores do mundo.

Alckmin também disse que pretende zerar a fila por vagas na pré-escola para que as crianças entrem no primeiro ano praticamente alfabetizadas. “Quero ser o presidente da primeira infância”, falou.

Sobre segurança, o presidencial explicou que pretende integrar as inteligências das polícias e Forças Armadas, investir mais em tecnologias e criar uma guarda nacional para ampliar mais rapidamente o controle das fronteiras. “Não produzimos violência, o nosso problema é na fronteira”, falou o candidato.


Ibope: Eduardo Paes (DEM) 23%, Romário Faria (Podemos) 20% estão empatados no Rio

Segunda, 10 de Setembro por Camila Matos
Os candidatos ao governo do Rio, Eduardo Paes e Romário estão tecnicamente empatados

A Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (10) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Governo do Rio de Janeiro: Eduardo Paes (DEM) 23%, Romário Faria (Podemos) 20%, Anthony Garotinho (PRP) 12%, Tarcísio Motta (PSOL) 5%, Indio (PSD) 4%, Pedro Fernandes (PDT) 2%, Marcelo Trindade (Novo) 2%, Marcia Tiburi (PT) 1%, André Monteiro (PRTB) 1%, Dayse Oliveira (PSTU) 1%, Wilson Witzel (PSC) 1%, Luiz Eugenio (PCO) 0%. Brancos/nulos: 20%, Não sabe/Não respondeu: 9%. A pesquisa foi encomendada pelo jornal O Globo e pela TV Globo. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral. De acordo com o site G1, no levantamento anterior, feito entre 17 e 20 de agosto, os percentuais de intenção de voto eram os seguintes: Romário Faria: 14%; Eduardo Paes: 12%; Anthony Garotinho: 12%; Tarcísio Motta: 5%; Indio: 3%; Pedro Fernandes: 2%; Marcelo Trindade: 1%; Marcia Tiburi: 2%; André Monteiro: 1%; Dayse Oliveira: 1%; Wilson Witzel, 1%; Luiz Eugênio: 0%; brancos/nulos/nenhum: 35%; não sabe: 11%. A pesquisa tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.204 eleitores em 39 municípios de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais. O levantamento foi feito entre 7 e 9 de setembro e está registrado no TRE-RJ 01952/2018 e no TSE 08034/2018. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


PESQUISA IBOPE Em São Paulo, Skaf tem 22%, Doria, 21%; França, 8% e Marinho, 5%

Segunda, 10 de Setembro, por Juliana Ribeiro 
Brancos e nulos somam 21% e 7% não sabem ou não responderam, segundo IbopePaulo Skaf e João Doria, candidatos a governador de São Paulo. Foto: Divulgação/Redes sociais

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (10) aponta João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB) tecnicamente empatados em primeiro lugar ao governo do Estado de São Paulo. Skaf aparece com 22% e Doria, com 21%. A margem de erro é de três pontos porcentuais. Em relação à última pesquisa Ibope, divulgada em 20 de agosto, Skaf foi o que mais subiu, com quatro pontos a mais. Já Doria oscilou positivamente em um ponto.

Em terceiro lugar aparece Márcio França, com 8% — três a mais do que na última pesquisa. Em seguida, a pesquisa mostra Luiz Marinho (PT), que oscilou positivamente de 4% para 5%, Major Costa e Silva (DC), com 2%, e Professora Lisete (PSOL), Marcelo Candido (PDT), Professor Claudio Fernando (PMN), Rodrigo Tavares (PRTB), Toninho Ferreira (PSTU) e Rogerio Chequer (Novo), cada um com 1%. O candidato Edson Dorta (PCO) não pontuou.

Brancos e nulos somam 24%. Não sabe ou não respondeu, somam 13%.

Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), Doria aparece com 9% — aumento de quatro pontos em relação à última pesquisa. Skaf está numericamente empatado com o tucano, também com 9%, com cinco pontos percentuais a mais. Márcio França aparece em seguida, com 3% das intenções, oscilação de um ponto em comparação ao dia 20 de agosto. Luiz Marinho tem 2%, também com diferença de um ponto percentual a mais. Os outros candidatos não pontuaram. Brancos e nulos somaram 22%; entrevistados que não souberam ou não quiseram responder foram 50%.


Eleições 2018:Em Cícero Dantas, José Ronaldo promete construir estrada

Sexta, 31 de Agosto por Juliana Ribeiro
Em Cícero Dantas, José Ronaldo promete construir estrada

Foto: Angelo Pontes / Divulgação

O candidato ao governo da Bahia pelo DEM, José Ronaldo, visitou nesta quinta-feira (30) a cidade onde passou parte da sua infância e adolescência. O ex-prefeito de Feira de Santana esteve em Cícero Dantas, onde chegou garoto para fazer o ginásio, após deixar Paripiranga, conciliou os estudos com trabalho e que mantém fortes laços de amizade. Ele também esteve em Fátima, firmando compromissos com a região Nordeste.

Em Cícero Dantas, o candidato do Democratas firmou um compromisso com a população para construir a estrada até Euclides da Cunha, uma demanda antiga da cidade.

Juntamente com a candidata a vice-governadora, Mônica Bahia, os candidatos ao Senado Jutahy Junior e Irmão Lázaro e candidatos a deputados pela coligação, percorreu a cidade e reuniu centenas de pessoas na praça Matriz.


Bahia Eleições 2018:Após chegar aos dois dígitos em pesquisa, Zé Ronaldo garante: ‘Vou ganhar em 1º turno’

Quarta, 22 de Agosto por João Brandão / Bruno Luiz

Após chegar aos dois dígitos em pesquisa, Zé Ronaldo garante: 'Vou ganhar em 1º turno'

Foto: João Brandão/ Bahia Notícias

O candidato ao governo do Estado pelo DEM, José Ronaldo, está otimista quanto à sua vitória nas eleições deste ano. Mesmo com uma pesquisa eleitoral divulgada nesta quarta-feira (22) apontando vitória do governador Rui Costa (PT) no primeiro turno, o democrata acha que vence justamente no primeiro turno. 

“O que você vai ver de pesquisa a pesquisa é meu nome crescendo e o governador caindo. As pessoas estão começando a se situar na política agora. Sinto nas ruas uma vontade de mudança. As pessoas vão ver que tudo o que governador falou era propaganda”, afirmou Zé Ronaldo, que aparece na pesquisa com 18% e, pela primeira vez, chegou dois dígitos. 

Fonte via BnBNotico


Wagner lidera disputa pelo Senado, mostra pesquisa; Lázaro aparece em segundo

Quarta, 22 de Agosto

Wagner lidera disputa pelo Senado, mostra pesquisa; Lázaro aparece em segundo

Foto: Montagem/ Bahia Notícias

O ex-governador Jaques Wagner (PT) lidera a disputa para o Senado na Bahia. Em segundo lugar na disputa, aparece Irmão Lázaro (PSC). Os resultados são da pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record TV Itapoan e divulgada na manhã desta quinta-feira (22).

Segundo o levantamento, Wagner tem 36% das intenções de voto, enquanto o deputado federal Irmão Lázaro (PSC), surge com 15%.

O deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB) fica com 10% das intenções de voto, empatado com Angelo Coronel (PSD), que também teve a mesma porcentagem. Comandante Rangel ficou com 1%. Somados, os candidatos Adroaldo dos Santos (PCO), Celsinho Cotrim (PRTB), Fábio Nogueira (PSOL), Francisco José (Rede), Jorge Vianna (MDB) e Marcos Maurício (DC) ficaram com 1%. Nulos e brancos somaram 14%, e indecisos registraram 13%.

A pesquisa ouviu 1.200 eleitores entre 16 e 17 de agosto, em 38 municípios baianos. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-05201/2018.


Datafolha: Lula lidera com 39%; Bolsonaro, 19%; Marina, 8%; Alckmin, 6%; Ciro, 5%

Quarta, 22 de Agosto de 2018 – 06:45

Datafolha: Lula lidera com 39%; Bolsonaro, 19%; Marina, 8%; Alckmin, 6%; Ciro, 5%

Foto: Divulgação / PT

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (22) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera 39% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PSL), em 19%, e Marina Silva (Rede), com 8%. Confira o cenário completo:
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%;
Ciro Gomes (PDT): 5%;
Alvaro Dias (Podemos): 3%;
João Amoêdo (Novo): 2%;
Henrique Meirelles (MDB): 1%;
Guilherme Boulos (PSOL): 1%;
Cabo Daciolo (Patriota): 1%;
Vera (PSTU): 1%;
João Goulart Filho (PPL): 0%;
Eymael (DC): 0%;
Branco/nulos/nenhum: 11%;
Não sabe: 3%.

O levantamento também apontou os percentuais de intenção de voto para presidente da República com a inclusão do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad no segundo. Nesse cenário, o resultado seria:

Jair Bolsonaro (PSL): 22%;
Marina Silva (Rede): 16%;
Ciro Gomes (PDT): 10%;
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%;
Alvaro Dias (Podemos): 4%;
Fernando Haddad (PT): 4%;
João Amoêdo (Novo): 2%;
Henrique Meirelles (MDB): 2%;
Vera (PSTU): 1%;
Cabo Daciolo (Patriota): 1%;
Guilherme Boulos (PSOL): 1%;
João Goulart Filho (PPL): 1%;
Eymael (DC): 0%;
Branco/nulos/nenhum: 22%;
Não sabe: 6%;

A pesquisa foi registrada com número BR 04023/2018. Foram ouvidos 8.433 eleitores em 313 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.


Apoio de Tonha, em Candeias, e de Tude, em Camaçari, é comemorado por Jutahy

Terça, 21 de Agosto   Foto: Divulgação/Arquivo
Candidato a senador Jutahy Magalhães Jr.

O candidato a senador Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) comemorou ontem o apoio dos candidatos Tonha Magalhães, em Candeias, e de José Tude, em Camaçari, destacando que as iniciativas fortalecem imensamente sua candidatura ao Senado na região metropolitana de Salvador. Ele fez questão de participar do lançamento da candidatura de Tonha, ontem, em Candeias, onde Tude e o prefeito Elinaldo, de Camaçari, fizeram questão de anunciar publicamente o apoio à sua candidatura.


Eleições 2018:A rejeição ao poste de Lula chega 60% diz pesquisa

Terça feira, 21 de Agosto por Csenna via o Antagonista
A pesquisa Ibope/Estadão/Globo também fez a seguinte pergunta aos eleitores: “Se Lula for impedido de disputar a eleição e declarar apoio a Fernando Haddad, você…”

Nada menos que 60% completaram a frase dizendo que “não votarão em Haddad de jeito nenhum”. Outros 14% disseram que “poderão votar”, e só 13% votarão “com certeza”.

Fonte e informações via o Antagonista