Mucugê é a única cidade da Bahia que ainda não registrou dengue, zika ou chikungunya

Quarta Feira, 09, por Juliana Ribeiro //Foto: Reprodução / Guia Chapada Diamantina

GEDSC DIGITAL CAMERA

Enquanto 288 municípios baianos sofrem com o zika vírus, outros 237, com a chikungunya e mais 380 registraram agravo da dengue no ano passado, uma cidade no território da Chapada Diamantina vive outra realidade. A 462 quilômetros de distância da capital baiana, Mucugê ainda não registrou casos autóctones de nenhuma das três doenças, cujos vírus são transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti. A superintendente de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Ita de Cácia, contou ao BN que não foi encontrado nenhum vetor da dengue, zika e chikungunya na cidade, mas ainda não se sabe o porquê. “Merece estudo”, diz ela. Segundo levantamento da Sesab feito com dados coletados até 27 de fevereiro, mostra que outros 234 municípios vivem realidade semelhante à de Mucugê no que diz respeito aos casos de Zika: nenhum registro da doença neste ano. Fonte Sesab/Ba


Chapada: Companhia aérea deve aumentar dias de voos para Lençóis

Terça 26/ por Juliana Ribeiro/ Foto: Ilustração/Manu Dias/Gov/Ba

Aeroporto-Teixeira.-Foto-Manu-Dias-GOVBA

A ação demonstra o grande fluxo de passageiros transitando pela Chapada Diamantina A partir do próximo dia 10 de fevereiro, a companhia aérea Azul Viagens deverá disponibilizar mais um voo partindo de Lençóis, do aeroporto Horácio de Mattos.Após esta data, quem tiver interesse em ir para a Chapada Diamantina voando terá três voos semanais, sempre às quartas, quintas e domingos. De acordo com guias turísticos da região isso demonstra o grande fluxo de passageiros transitando pela Chapada. Agora é esperar para poder desfrutar de mais essa cômoda novidade para os viajantes.


Temor sobre rompimento de barragem em Itaberaba ganha força com fortes chuvas

Quarta, por Juliana Ribeiro // Foto: Reprodução/Facebook

20160119144233-640x360                                 Imagem aponta para os furos na barragem em Itaberaba

O município de Itaberaba, na Chapada Diamantina, assim como outros da região, é atingido por fortes chuvas. Enquanto algumas pessoas comemoram o transbordamento do açude Juracy Magalhães, outros temem o rompimento do velho barramento. De acordo com informações enviadas ao Jornal da Chapada, a situação da barragem é preocupante devido à erosão. “Está mais furado do que uma tábua de pirulitos”, aponta em tom jocoso um dos seguidores.

Construído no ano de 1932, o Juracy Magalhães foi inaugurado em janeiro de 1933, um ano depois. Nesse período, não passou por nenhum reparo em sua estrutura e são vistos, a olho nu, os buracos em sua grande estrutura de concreto. Com as chuvas, crescem o temor de moradores de bairros que estão no caminho das águas do açude. “A situação é complicada e é preciso de estudos para resolver o caso antes que aconteça uma tragédia. A região é tida como ponto turístico, porém quem a visita tem que ter cuidado, pois o perigo é iminente”, salienta outro seguidor em rede social.Com informações do Jornal da Chapada


Chapada: Turista dá sinal aos pais; família brasileira segue buscas

Sábado,. por Juliana Ribeiro,Foto: Divulgação / PF

IMAGEM_NOTICIA_5

O croata Sandro Pitcek, de 38 anos, desaparecido desde 24 de dezembro passado no Vale do Capão, Chapada Diamantina, enviou uma mensagem de texto para os pais, na Croácia. O turista disse que está bem. No entanto, a esposa dele, a brasileira Marina Olaran, afirmou que o turista não informou onde se encontra nem apareceu no Vale do Capão, onde foi visto pela última vez, o que aumenta a desconfiança em torno do caso. A cunhada de Sandro, Huija Olaran, usou as redes sociais neste sábado (16) para informar que Sandro deu notícia aos pais. Falou que estava em uma fazenda sem conexão com a internet e que tinha ficado assustado com as buscas por ele. Já Marina informou que Sandro enviou aos pais um SMS com o seguinte texto: “Estou bem. O que são esses pôsteres?”. Para ela, a mensagem não faz sentido. “Se for ele mesmo, que todos nós conhecemos em família, ele teria entrado em contato com a gente, com a empresa que ele alugou o carro, comigo que sou a mãe da filha dele”, afirmou. A Polícia Federal continua as buscas pelo turista e orientou que informações sobre Sandro devem ser encaminhadas para o e-mail interpol.srba@dpf.gov.br ou pelos telefones (71) 3338-4589 / 4568 / 4550. A esposa de Sandro divulgou fotos e pediu ajuda para encontrar o marido através do perfil dela no Facebook.


Chapada: Caminhonete capota e deixa 11 feridos na BA-148

Terça Feira, 12/01/16, por Camila Matos //Foto: Adailton Silva/Via Comunidade WhatsApp

IMG-20160112-WA0022                                                                Não há informações sobre os feridos

Um acidente na BA-148, aos pés de uma serra entre os municípios de Marcolino Moura e Rio de Contas, a 27 quilômetros de Livramento de Nossa Senhora, deixou 11 feridos na manhã da última segunda-feira (11), conforme informações do site L12 Notícias. Uma caminhonete, modelo D10, que transportava trabalhadores rurais em sua caçamba capotou após o motorista, de identidade ainda desconhecida, perder o controle do veículo em um declive da pista.

Os trabalhadores foram projetados para fora da caçamba, tendo ficado no solo até o atendimento das ambulâncias do SAMU, que prestaram os primeiros socorros no local. Depois as vítimas foram levadas ao hospital de Livramento de Nossa Senhora.Com informações do Jornal da Chapada


Chapada: Onça é encontrada morta em rodovia na região de Rio de Contas

Terça Feira, 12/01/16, por Camila Matos //Foto: Reprodução

onça-L12-Notícias-            O bicho seria uma jaguatirica, de tamanho médio, considerado terceiro maior felino da América

Uma onça foi encontrada morta às margens da rodovia BA-148 em Rio de Contas, na Chapada Diamantina. O animal, com cerca de 1 metro de comprimento, foi achado perto do aeródromo local, no acostamento da rodovia. Segundo o site L12 Notícias, as marcas de pneus próximo ao corpo da onça sugerem que animal tenha sido atropelado.

O bicho seria uma jaguatirica, de tamanho médio, considerado terceiro maior felino da América, atrás apenas da onça pintada e do puma. Ainda segundo o site, não é a primeira vez que uma onça da mesma espécie é encontrada morta ás margens da BA-148. Com informações do L12 Notícias e do Bahia Notícias.


Pontos turísticos da Chapada Diamantina ganham volume de água com chuvas; confira fotos

Sábado 09 /01/16, Por Camila Matos, Via JChapada//Foto: Reprodução/Ícaro Vogelaar/Facebook

Depois do período de seca e queimadas, as Cachoeiras da chapada volta com suas belezas naturais e  emociona os turistas e visitantes  com o volume de água. As chuvas que finalmente chegaram à Chapada Diamantina esta semana trouxeram esperança e alegria para a natureza e para os moradores da região. Além de acabar com o fogo, que perdurou por mais de 70 dias, as chuvas revitalizaram a flora, a fauna.

Confira fotos de alguns pontos turísticos atualmente:

Para os turistas que se afastaram da região por conta dos focos de incêndio, este é o melhor momento para aproveitar a Chapada, pois os rios estão cheios e o fogo extinto. A seguir, confira as imagens recentes de como ficaram importantes pontos turísticos após as fortes chuvas, que atingiram as cidades de Mucugê, Lençóis (Ribeirão do Meio, Cachoeira da Primavera, Rio Lençóis e Capivari), Ibicoara (Buracão, Rio Espalhado e Cachoeira do Rio Preto), Jacobina (Cachoeira do Tombador), Morro do Chapéu (Cachoeira do Ferro Doido), Palmeiras, mais especificamente no Vale do Capão (Cachoeira da Fumaça e Cachoeirinha) e na região do Vale do Pati (Cachoeirão).Fonte com informações jornal da chapada.

foto5

Imagem captada pelo fotógrafo Talles Lins e enviado por internautas mostra a natureza se recuperando.
 Foto: Reprodução/Talles Lins/Facebook

Chuva ameniza fogo, mas Chapada ainda tem focos de incêndio

Terça  05/01/16, por Juliana Ribeiro //Foto: Reprodução / Jornal da Chapada / Açony Santos

IMAGEM_NOTICIA_5

As chuvas que chegaram à Chapada Diamantina têm ajudado no combate aos focos de incêndio. Porém, um novo voo de monitoramento será feito nesta terça-feira, segundo informações da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), para avaliar a quantidade de pontos de fogo. De acordo com o portal G1 Bahia, equipes da Sema estiveram no Morro do Camelo, nas proximidades de Lençóis e Palmeiras, no domingo (3), e o fogo foi contido. Outros dois locais ainda com chamas estão localizados no Morro Branco e em Paridas, em Lençóis. A Sema divulgou que cinco helicópteros e seis aviões atuam no combate aos incêndios na Chapada. Além dos aviões, há brigadistas baianos e de Pernambuco; Corpo de Bombeiros do estado e do Distrito Federal. Por causa dos incêndios na região, o turismo acabou sendo afetado, e a taxa de ocupação de hotéis e pousadas ficou, na maioria dos locais, abaixo da média dos últimos anos.


Além da Chapada, ao menos 12 áreas federais protegidas tiveram incêndios na Bahia

Segunda, 28 de Dez por Camila Matos, em chapada//Foto Reproduçãoocambio fogo

Em maior ou menor grau, a Bahia possui experiência em algumas catástrofes ambientais. Mas que lição evidente pode ser tirada, por exemplo, das secas históricas, estiagens prolongadas e, mais enfaticamente, das queimadas? Afinal, elas são tão inéditas quanto as imagens do gado morto no semiárido ou mesmo dos ilhados sob as chuvas torrenciais. Desde 1998, há ao menos 3.700 focos de incêndio por ano no estado, sendo que em 2015 eles foram observados em até 249 locais, de um único parque, entre as áreas de conservação protegidas que o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) monitora. Ao menos outras 12 unidades de conservação federal no estado, além do Parque Nacional da Chapada Diamantina, também sofreram com o fogo ao longo do ano. Entre elas estão a Estação Ecológica (Esec) Serra Geral do Tocantins, e o Refúgio de Vida Silvestre (Revis) das Veredas do Oeste Baiano, de bioma Cerrado; a Reserva Extrativista (Resex) de Canavieiras, de bioma Marinho Costeiro, a Revis de Boa Nova, com Mata Atântica.


Colisão entre carro e caminhão deixa quatro mortos na Chapada Diamantina

Sexta feira 25, por Juliana Ribeiro , em chapada Fotos: Blog do AndersonxIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.-9E1oQKiz2

Quatro pessoas de uma mesma família morreram, na tarde desta quinta-feira (24), devido a uma colisão frontal entre um carro de passeio e um caminhão na BA-142, no trecho entre os municípios de Mucugê e Andaraí, na Chapada Diamantina. De acordo com informações do Blog do Anderson, o veículo com placa de São Paulo seguia para Nova Redenção, onde as vítimas passariam o Natal.

 IMG-20151225-WA0075IMG-20151225-WA0082

Após necropsias no Instituto Médico Legal de Irecê, os corpos seguiram para Nova Redenção onde foram velados e sepultados no final da tarde desta sexta-feira (25). Não há informações sobre identidade ou causa do acidente. A Polícia Civil investiga o caso. Fonte das informações via Blog do Anderson