Dilma e Lula vão depor em julho na ação que tem Gleisi Hoffmann como ré

Quarta feira, 07 de Junho por Juliana Ribeiro//Foto: José Cruz/Agência Brasil

Senadora é acusada de solicitar e receber R$ 1 milhão desviado do esquema de corrupção na Petrobras

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin marcou os depoimentos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, no processo criminal no qual a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), é ré na Lava Jato.

De acordo com o G1, Lula deverá ser ouvido pela Justiça às 9h30, do dia 7 de julho, na sede da Seção Judiciária do estado de São Paulo. Já a ex-presidente Dilma prestará depoimento no dia 28 de julho, às 13h, na sede da Seção Judiciária do estado do Rio Grande do Sul.

Gleisi e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, são acusados pela Procuradoria Geral da República de terem solicitado e recebido R$ 1 milhão desviado do esquema de corrupção que atuava na Petrobras. A senadora nega.


CASO DA CHAPA DILMA-TEMER TERÁ LONGO CAMINHO PELA FRENTE

Quarta feira, 07 de Junho por Juliana Ribeiro// Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

RECURSOS E VISTAS ARRASTARÃO JULGAMENTO ATÉ O FIM DO GOVERNO


REUNIÃO NO QG DO EXÉRCITO PARA DISCUTIR POLÍTICA INQUIETA O CONGRESSO

Quarta feira, 07 de Junho por Juliana Ribeiro// Foto Divulgação

REUNIÃO COM ‘RESERVA PRÓ-ATIVA’ OCORREU NO QG DO EXÉRCITO


LULA AMEAÇA DELATAR TODO MUNDO SE FOR PRESO!

Sábado, 03 de junho por Camila Matos – Foto: Divulgação 

A BOMBA NUCLEAR DA POLÍTICA BRASILEIRA. VAI CAIR MINISTRO, PROCURADOR, PROMOTORES, JUÍZES.. NÃO VAI FICAR UM EM PÉ

“Vai cair ministro, procurador, promotores, juízes, não vai ficar um em pé. Eu sei de muita coisa e estou pedindo pra me deixar de canto”.
O estado de nervos de Lula é dos piores. Em recente conversa de bastidores, tentando convencer o PMDB a se manter na base de Dilma, ameaçou contar tudo o que sabe e detonar todo mundo se vier a ser preso. A ameaça deve ter deixado não só PMDB, mas meia Brasília em pânico. Afinal, não deve ter negócio nebuloso, malcheiroso ou ilícito na política brasileira nos últimos 14 anos que o Chefão não tenha conhecimento ou, quem sabe, maior envolvimento.
Se cumprir o que disse, Lula vai explodir uma bomba nuclear sobre o mundo político brasileiro. Ruim para os corruptos, bom para o Brasil. Só podemos torcer para que a ameaça se cumpra com todos os seus horrores.A ameaça de Lula (que parece estar ligada a estranha divulgação de doações da Odebrecht, que mistura doações legais e ilegais colocando todos políticos na mesma canoa, é suspeita de ser manobra do PT), é relatada pelo jornalista Ricardo Noblat, de O Globo, um dos mais bem informados do Brasil.
Confira a nota, intitulada “Ameaça no ar”:
“A dois líderes do PMDB, com os quais conversou nas últimas 48 horas, Lula, o bom de gogó, disse, em meio a uma conversa até ali amena: Se eu cair, não cairei sozinho.Para ser exato: ele não usou o verbo “cair”. Usou outro, mais de acordo com sua habitual maneira de se expressar.”

MP solicita prisão preventiva de Garotinho

Sábado, 03 de Maio, por Juliana Ribeiro -Foto: Renato Araújo/ABr.

Os promotores afirmam que o ex-governador do Rio de Janeiro ameaçou de morte algumas testemunhas de acusação

Foto: Renato Araújo/ABr

O Ministério Público (MP) do Estado do Rio solicitou a prisão do ex-governador Anthony Garotinho. A solicitação foi feita ao juizado da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, onde o processo contra ele, por distribuição de cheques-cidadão na última eleição para prefeito, tramita.

Garotinho havia sido preso em 17 de novembro de 2016 e chegou a ser levado ao Complexo Prisional de Gericinó, em Bangu. Depois disso, no entanto, conseguiu ser transferido para prisão domiciliar e posteriormente teve a liberdade concedida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio de um habeas corpus.

O MP alega, no pedido, que Garotinho estaria pressionando e constrangendo testemunhas do processo, através de redes sociais, por meio de um blog que ele mantém na internet. Os promotores afirmam que Garotinho também ameaçou de morte algumas testemunhas de acusação.


Mantega prepara delação que implica Dilma, diz revista

Sábado,03 de junho por Camila Matos

Segundo a “Época”, ex-ministro está à procura de um advogado que o oriente nas tratativas com o Ministério Público Federal

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Em busca de um advogado especializado em acordos de delação, o ex-ministro  da Fazenda Guido Mantega se propõe a apresentar citações que comprovariam o envolvimento da ex-presidente Dilma e dezenas de petistas em utilização de recursos não declarados durante campanhas políticas. A informação é da revista Época e confirma suspeitas de que Mantega seria o operador do caixa-dois do Partido dos Trabalhadores ao longo de vários pleitos eleitorais.

De acordo com a publicação, Mantega está à procura de um advogado que o oriente nas tratativas com o MPF. Para fechar a delação, o ex-ministro precisa oferecer provas consistentes das acusações e, sobretudo, evidências de crimes contra o sistema financeiro, a exemplo do uso de informações privilegiadas da equipe econômica petista.

Equiparada à delação do também ex-ministro Antônio Palocci – ainda em negociação,mas em estágio avançado –  a colaboração de Mantega pode preencher as lacunas que os procuradores precisam para provar o recebimento de propinas pelo PT.


Marco Aurélio diz que só vai analisar denúncia de Aécio após julgar recursos

Sábado, 03 de Junho por Camila Matos  Foto: Carlos Humberto/ SCO/ STF

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou em despacho publicado nesta sexta-feira (2), que só vai analisar a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), após julgar os recursos apresentados pela defesa do tucano e dos três presos na investigação – a irmã dele, Andrea Neves, o primo Frederico Pacheco e o assessor parlamentar Mendherson Lima. Os três querem a revogação da prisão preventiva determinada pelo ministro Edson Fachin, que era o relator do inquérito, enquanto Aécio pede a revogação do afastamento do Senado também determinada pelo relator da Lava Jato. Mais cedo, no entanto, Marco Aurélio havia pedido para a Procuradoria-Geral da República se manifestar “urgentemente” sobre os pedidos das defesas. Somente após isso acontecer, ele vai levar os recursos para julgamento na Primeira Turma do Supremo, da qual faz parte. Nesta sexta, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou denúncia contra Aécio, Andrea, Frederico e Mendherson por corrupção passiva. O tucano também é acusado de obstrução da Justiça para tentar impedir o avanço da Operação Lava Jato. Após a PGR apresentar a denúncia, cabe ao ministro relator notificar os acusados, que terão 15 dias para apresentar suas defesas prévias.


MPF pede que Lula seja preso e pague multa milionária

Sábado, 03 de Junho por Camila Matos via Estadão

Força-tarefa da Lava Jato cobra R$ 87,6 milhões do ex-presidente relativos a suposto dano à Petrobrás

Depoimento de Lula a Moro em Curitiba (Foto: Reprodução/GloboNews)

A Procuradoria da República pediu, em alegações finais, nesta sexta-feira, 2, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em regime fechado na ação penal do caso triplex. O petista é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção pela força-tarefa da Lava Jato, que atribui ao ex-presidente o papel de ‘comandante máximo do esquema de corrupção’ identificado na operação.

Documento

A denúncia do Ministério Público Federal sustenta que Lula recebeu R$ 3,7 milhões em benefício próprio – de um valor de R$ 87 milhões de corrupção – da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012. As acusações contra Lula são relativas ao suposto recebimento de vantagens ilícitas da empreiteira OAS por meio do triplex no Guarujá, no Solaris, e ao armazenamento de bens do acervo presidencial, de 2011 a 2016.


PGR APRESENTA DENÚNCIA CONTRA AÉCIO NEVES AO STF

Sexta, feira 02 de junho por Camila Matos /Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

JANOT APONTA CRIMES DE CORRUPÇÃO PASSIVA E OBSTRUÇÃO À JUSTIÇA

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF), denúncia contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) pelos crimes de corrupção passiva e obstrução à Justiça.Janot baseia a denúncia na delação e áudios apresentados pelos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, e do executivo da empresa Ricardo Saud.

Aécio foi afastado do cargo após a revelação dos áudios em que pede R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista para, segundo ele, pagar os advogados que fariam sua defesa no âmbito da operação Lava Jato.Além do senador mineiro, foram denunciados sua irmã, Andrea Neves, e o primo Frederico Pacheco. Ambos foram presos após operações controladas da Polícia Federal confirmarem os pagamentos em malas com R$ 500 mil.

O ministro Marco Aurélio Mello será o relator do caso, que deve ser julgado pela Primeira Turma do STF.


Lula chama Joesley de ‘canalha’ e diz: ‘Tá na hora de parar de palhaçada’

Sexta-feira 02 de Junho por Camila Matos,

O ex-presidente atacou a Operação Lava Jato e também criticou o PT, que para ele adotou um discurso focado apenas na própria militância

Foto: Ricardo StuckertFoto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou de “canalha” o empresário Joesley Batista, da J&F, que, em delação premiada, disse que pagou propina no valor de US$ 150 milhões para o petista e sua sucessora Dilma Rousseff por meio de contas no exterior.

“Um canalha de um empresário diz que fez uma conta no exterior pra mim e pra Dilma, mas a conta está no nome dele e ele que mexe na grana [plateia ri]. Tá na hora de parar de palhaçada, que o país não aguenta mais viver nessa situação, nesse achincalhamento”, completou o ex-presidente, sobre a Operação Lava Jato. A fala aconteceu durante o seu discurso na abertura do 6º Congresso Nacional do PT, em Brasília, na noite desta quinta-feira (1º).

Réu em cinco ações penais, Lula repetiu que “já provou” sua inocência e agora quer que “eles provem minha culpa”: “Eu não quero que vocês se preocupem com o meu problema pessoal, esse eu quero decidir com o representante do Ministério Público da Lava Jato”.

Reconexão – O ex-presidente também criticou o PT, que para ele adotou um discurso focado na própria militância, e recomendou que o partido se reconecte à esquerda e radicalize posições, se quiser voltar a governar o país a partir de 2018. Até o sábado (3), dirigentes do PT vão eleger o novo presidente da sigla – a favorita é a senadora Gleisi Hoffmann (PR), ré na Lava Jato