ONU proíbe o PT de usar sua marca em propaganda eleitoral

Swgunda fwira, 17  de Setembro por Camila Matos

Partido usou sem autorização a marca da entidade na propaganda eleitoral

PT usou logomarca da ONU sem autorização e entidade ordenou o fim da apropriação

A Organização das Nações Unidas (ONU) exigiu que o PT retirasse sua logomarca da propaganda eleitoral do partido. O PT mostrou seus candidatos sob o slogan “a ONU garante Lula candidato” ao lado da marca na cor azul. O uso do emblema da ONU sem autorização é ilegal. O PT atendeu a exigência da ONU para não desfazer a lorota de que a entidade “apoia” o ex-presidente preso por corrupção. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Escritório de Assuntos Jurídicos da ONU precisa autorizar expressamente a utilização do emblema do qual o PT se apropriou.,O PT criou ao menos quatro peças publicitárias com a logomarca da ONU. Teve de retirá-las de todas as plataformas e redes sociais.

Segundo o Adendo 2 da Instrução Administrativa 189, o uso do emblema é restrito a órgãos da própria ONU. O comitê de direitos humanos, de funcionários contratados, não pode liberar o uso da marca da ONU. Nem tem autoridade para soltar Lula.


TSE concede liminar e Garotinho está de volta às eleições

segunda feira, 17 de Setembro por Camila Matos

O candidato do PRP teve a candidatura ao governo do estado barrada e ainda não divulgou se pretende retomar a campanha; por outro lado, o Ministério Público ainda pode recorrer da decisão

Foto: Reprodução/ Twitter
Foto: Reprodução/ Twitter

O ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PRP), teve uma liminar acatada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode voltar a concorrer às eleições deste ano.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a decisão do ministro Og Fernandes, no domingo (16), suspendeu os efeitos do despacho do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), que enquadrou o político na Lei da Ficha Limpa.

Garotinho teve a candidatura ao governo do estado barrada e ainda não divulgou se pretende retomar a campanha. Por outro lado, o Ministério Público ainda pode recorrer da decisão do TSE.


Vídeo; Pela primeira vez após atentado, Bolsonaro usa rede social para falar ao vivo

Domingo 16 de Setembro Por G1, Brasília    

Da cama do quarto no hospital onde está internado, o candidato do PSL à Presidência da República usou o Facebook para fazer transmissão ao vivo.

Jair Bolsonaro durante transmissão ao vivo pela internet — Foto: Reprodução/Facebook

Pela primeira vez após o atentado que sofreu, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, falou ao vivo neste domingo (16) em transmissão pelo Facebook.

presidenciável do PSL levou uma facada no abdômen no último dia 6 durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) e, desde então, só tem postado mensagens e fotos em suas redes. Bolsonaro passou por duas cirurgias e segue internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Na tarde deste domingo, o boletim médico informou que ele segue “estável”. Nas redes sociais, o candidato escreveu que teve autorização da equipe médica do hospital para fazer a transmissão ao vivo.

Segundo Bolsonaro, o que está em jogo no momento “é o futuro de todos vocês que estão aí”. “Até de você que apoia o PT. Você é um ser humano também. Vejo muito petista mudando de lado”, declarou.

Ele disse que espera estar em casa em uma semana “e conversando toda noite durante o horário eleitoral gratuito com vocês”.

Veja Vídeo 


Filho de ditador africano tem dólares e relógios avaliados em R$ 69 mi apreendidos pela PF

Domingo, 16 de Setembro
Filho de ditador africano tem dólares e relógios avaliados em R$ 69 mi apreendidos pela PF

Foto: Reprodução / G1

A Polícia Federal apreendeu malas com US$ 1,5 milhão (aproximadamente R$ 6,3 milhões) e R$ 55 mil em dinheiro, além de cerca de 20 relógios avaliados em US$ 15 milhões (cerca de R$ 63 milhões), com uma comitiva da Guiné Equatorial que chegou ao Brasil nesta sexta-feira (14), pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, a 93 km de São Paulo)

Os valores dos itens apreendidos, quando somados, equivalem a mais de R$ 69 milhões e não foram declarados à Receita Federal.

Conforme informações da Folha de são Paulo, o vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Mangue, estava na comitiva. Ele é filho do ditador Teodoro Obiang, que governa o país há quase 40 anos.

A comitiva prestou depoimentos por quatro horas na sala da PF no aeroporto e foi liberada. Os 11 passageiros estão hospedados em um hotel em Campinas.

Um dos funcionários da embaixada disse que o vice-presidente estava no Brasil para realizar um tratamento médico e posteriormente seguiria para Singapura em missão oficial. Segundo ele, os relógios são de uso pessoal do vice-presidente.

Segundo o jornal O Globo, uma investigação feita por agentes franceses revelou que Teodorín tem vários imóveis no Brasil, que valem mais de US$ 200 milhões de dólares.


Estado de Bolsonaro é estável e não apresenta complicações, dizem médicos

 Sábado, 15 de Setembro por Juliana Ribeiro

“Hoje prosseguirá com sessões de fisioterapia, incluindo exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular”, informou o boletim médico

O boletim médico divulgado na manhã deste sábado (15) informou que o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do centro médico, onde “encontra-se afebril e sem outros sinais de infecção. Evolui sem dor, recebendo as medidas de prevenção de trombose venosa.”

“Hoje prosseguirá com sessões de fisioterapia, incluindo exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular”, termina o comunicado divulgado neste sábado.

Bolsonaro está internado no Einstein desde o último sábado (9), um dia após ele sofrer ataque com facada no abdômen durante ato de campanha e passar por cirurgia em Juiz de Fora (MG).


Gilmar Mendes acata recurso e manda soltar Beto Richa

Sábado, 15 de Setembro
Gilmar Mendes acata recurso e manda soltar Beto Richa

Foto: Reprodução / Gazeta do Povo

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) deixou a prisão na madrugada deste sábado (15) onde estava detido desde a terça-feira (11) em Curitiba (ver aqui). Richa foi beneficiado por um habeas corpus concedido na noite desta sexta-feira (14) pelo ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF). Conforme o G1, o ex-governador estava preso no Regimento da Polícia Montada, no bairro Tarumã, em Curitiba.

Segundo a Coluna de Mônica Bergamo, da Folha, foram também soltos por decisão de Mendes, a mulher do ex-governador, Fernanda Richa; o irmão de Richa e ex-secretário de Infraestrutura, Pepe Richa; o ex-chefe de gabinete, Deonilson Roldo; e o ex-secretário Ezequias Moreira. Richa

Conforme o Ministério Público, Beto Richa é suspeito de liderar uma organização criminosa que ordenava o recebimento de propinas de fornecedores do governo do Paraná. Ele foi detido na 53ª fase da Operação Lava Jato deflagrada na última terça-feira (11). Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido em Salvador em que o alvo é um empresário com residência na capital baiana


DiasToffoli assume presidência do STF

quinta-feira,13 de Setembro Foto: André Dusek/Estadão

O ministro José Antônio Dias Toffoli assume, nesta quinta-feira, 13, o Supremo Tribunal Federal (STF)

O ministro José Antônio Dias Toffoli assume, nesta quinta-feira, 13, o Supremo Tribunal Federal (STF). Aos 50 anos, Toffoli é o mais jovem ministro a presidir o STF desde o Império. Ele sucede Cármen Lúcia, cuja presidência foi marcada por acontecimentos turbulentos que aprofundaram as divisões da Corte. Ao deixar o cargo de presidente do STF, Cármen substituirá Toffoli como membro da Segunda Turma de ministros do tribunal. Toffoli deve destacar, em sua fala, a pluralidade e as diferenças de opiniões e ideias como essência da democracia. Ele também defende a harmonia entre os poderes.

Estadão Conteúdo

STF rejeita denúncia de racismo contra Jair Bolsonaro

Terça, 11 de Setembro  Por Luiz Felipe Barbiéri, G1, Brasília  

Ministro Alexandre de Moraes desempatou julgamento ao votar a favor do presidenciável; caso será arquivado. Bolsonaro foi denunciado pela PGR por falas consideradas racistas em palestra no Rio.

Por 3 votos a 2, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL), que foi acusado do crime de racismo em relação a quilombolas e refugiados.

O julgamento começou no último dia 28 e foi suspenso por um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes. Na ocasião, o placar estava empatado em 2 a 2. Nesta terça-feira (11), Moraes trouxe seu voto pela rejeição da acusação.

“Apesar do erro das declarações, não me parece que a conduta teria extrapolado os limites para um discurso de ódio, de incitação ao racismo, de xenofobismo”, afirmou Moraes.

Os ministros Marco Aurélio, relator do processo, e Luiz Fux já tinham votado por rejeitar a denúncia. Do outro lado, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber foram favoráveis ao recebimento da denúncia (em relação somente aos quilombolas) e consequente abertura de ação penal, mas acabaram vencidos


Dodge pede arquivamento de inquérito contra Aécio

11 de Setembro por Marina Dias | Folhapress

Investigação apura se senador agiu em 2005 para maquiar dados do Banco Rural repassados à CPI dos Correios

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, opinou pelo arquivamento de inquérito instaurado no Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar se o senador Aécio Neves (PSDB) agiu em 2005 para maquiar dados do Banco Rural repassados à CPI dos Correios, que investigou o esquema do mensalão.

A investigação foi iniciada após delação do senador cassado Delcídio do Amaral, que presidiu o colegiado entre 2005 e 2006.

Em depoimento, o ex-petista afirmou que uma quebra dos sigilos da instituição financeira comprometeria políticos tucanos, entre eles o próprio Aécio, na época governador de Minas Gerais.

No entanto, para a chefe da PGR, não há provas da atuação de Aécio, segundo informações do Globo. O posicionamento de Dodge é contrário ao da Polícia Federal, que defendeu a existência de provas contra o tucano, em relatório concluído em maio.

Com o pedido da Procuradoria-Geral da República, a tendência é que o ministro Gilmar Mendes, relator do caso no Supremo, determine o arquivamento.


Palocci diz que Lula agia diretamente em pedido de propina

11 de Setembro por Marina Dias | Folhapress

Ex-ministro prestou depoimento no âmbito da Operação Greenfield, deflagrada em 2016

Foto: Antonio Cruz/ ABr

Em depoimento no âmbito da Operação Greenfield, o ex-ministro Antonio Palocci afirmou que o ex-presidente Lula agiu diretamente no pedido de propina.

Em um dos trechos revelados pelo Jornal Nacional, o ex-ministro diz que o comportamento do ex-chefe do Palácio do Planalto começou a mudar a partir da descoberta do pré-sal. no segundo mandato do seu governo.

“O presidente Lula começa a se descuidar da parte legal de sua atuação como presidente, passa a atuar diretamente no pedido de propina”, declarou Palocci.

O ex-ministro acrescentou: “Ele [Lula] sempre soube que tinha ilícito e sempre apoiou as iniciativas de financiamento de campanha etc. Mas, no caso do pré-sal, ele começou a ter uma atuação pessoal”.

Deflagrada no Distrito Federal em 2016, a Operação Greenfield investiga fraudes em fundos de pensão, no FGTS e na Caixa Econômica Federal.