Recesso na ALBA é suspenso para votação de projeto

Foto;Ascom Alba/Ba

A  Assembleia Legislativa da Bahia (AL) entrou em recesso na última terça (7), após os deputados estaduais aprovarem a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do governo do Estado para o exercício de 2016, mas um pedido do presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Eserval Rocha, fez com que a pausa nas atividades dos parlamentares só tenha início na próxima semana.Constitucionalmente, o Legislativo baiano deu início ao recesso do meio de ano, desde o dia 1º de julho, após a aprovação da LDO. Mas o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT), convocou uma sessão extraordinária para a próxima terça (14), após pedido do chefe do Poder Judiciário, para votar o projeto de lei que define o quadro de servidores da Câmara Especial do Extremo Oeste. A matéria prevê a criação de quatro cargos de desembargador e 34 cargos de juiz de direito substituto de segundo grau.Segundo o TJ-BA, a Câmara do Oeste é uma unidade judicial que, na prática, atenderá os cidadãos de todas as comarcas que desejem recorrer, após uma decisão judicial desfavorável em sua comarca. Para isso, não será mais preciso se deslocar até Salvador. Todos poderão entrar com um recurso em Barreiras.A Câmara do Oeste vai apreciar e julgar os processos em grau de recurso e os originários, oriundos das comarcas de Angical, Baianópolis, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, Santa Maria da Vitória, Santana, São Desidério, Serra Dourada, Wanderley e seus respectivos distritos. Fonte ;Ascom alba.


Rui pede para Nilo dar um chá de “Seakalm” aos deputados

Por Juliana Nobre /Fotos: Gilberto Jr                                                                        Gov Rui Costa (PT),

Se o governo do estado diz que está tudo tranquilo com os deputados da base aliada na Assembleia Legislativa da Bahia, a teoria ‘caiu por terra’, na tarde desta quinta-feira (9). Durante discurso no evento de assinatura dos convênios entre a Secretaria de Educação e prefeituras, o governador Rui Costa (PT), contou que disse ao presidente da Alba, Marcelo Nilo, que levasse chá de ‘Seakalm’ para os parlamentares. Pela manhã, Rui Costa esteve na inauguração da fábrica de medicamentos do grupo Natulab em Santo Antônio de Jesus. A empresa fabrica o medicamento Seakalm, indicado para o tratamento de desordens da insônia e ansiedade. “Durante a visita recebemos o chá e eu disse a Nilo que distribuísse o chá de Seakalm para os deputados”, riu o governador. A insatisfação dos deputados perpassa pela articulação do secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes, cobrado para atender as demandas do interior. E os deputados não querem chá de espera. Os parlamentares esperam que suas emendas impositivas sejam validadas e o pedido de mais cargos sejam atendidos. Fonte BNews.


Chapada: Delegado solta o verbo e manda recado para bandidos de Jacobina

delegado de jacobina - reprodução

Eduardo Brito Delegado da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior(Coorpin)

Em entrevista à imprensa, Brito repudiou a atitude de bandidos que atentam contra a vida de policiais durante a apresentação do balanço das operações policiais realizadas no último final de semana no município de Jacobina, na Chapada Diamantina, o delegado da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), Eduardo Brito, fez declarações duras contra; As informações são do site Bocão News.leia mais


Fábrica Natulab, amplia produção e gera 800 empregos no Recôncavo.

Fotos: Manu Dias/GOVBA
natubela
O laboratório farmacêutico Natulab inaugurou, com a presença do governador Rui Costa, na manhã desta quinta-feira (9), duas novas linhas de produção, que vão gerar 800 vagas de emprego – 300 delas preenchidas imediatamente –, no município de Santo Antônio de Jesus, localizado no Recôncavo baiano. A empresa de capital aberto, que já emprega mil pessoas na Bahia, e tem abrangência nacional, passa a produzir medicamentos em aerossol e dermocosméticos, o que, segundo o presidente da companhia, Marconi Sampaio, são o futuro no tratamento de diversas doenças, principalmente as respiratórias. “O aerossol é mais barato e é uma substância que permite a excelência no tratamento de doenças. Vamos poder atender o SUS em alto nível. A gente trabalha com a redução de custo sem perder a qualidade”, ressaltou Sampaio.                                                       
nrui
                                              Fotos: Manu Dias/GOVBA
A Natulab conta com o apoio do Governo do Estado, por meio de incentivos fiscais, e, somente em 2015, já investiu cerca de R$ 65 milhões. Até 2017, a previsão é atingir a meta de R$ 185 milhões em investimentos no ramo farmacêutico, o que deve contribuir para o crescimento econômico na região. “É muito positivo ter uma empresa desse porte oferecendo não só vagas de emprego, mas também desenvolvimento e formação de pessoas e pesquisa. Temos que comemorar e continuar apoiando esse crescimento que será ainda maior nos próximos anos”, destacou o governador Rui Costa. Fonte: Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia.

Pacto: Rui conclama líderes da sociedade a ajudar a superar a violência

Pacto: Rui conclama líderes da sociedade a ajudar a superar a violência

Foto: Carol Garcia/ GOVBA
O governador Rui Costa (PT) aproveitou a presença de líderes religiosos na reunião do Comitê Executivo do Programa Pacto pela Vida, nesta quarta-feira (8), para conclamar as religiões a discutir e ajudar a superar a violência. “Todos os líderes da sociedade podem e devem se envolver e ajudar a superar este quadro difícil da cultura da violência em nosso estado e nosso país”, declarou Rui, que disse ter a intenção de “replicar isso com outras lideranças da sociedade”. O governador aproveitou a oportunidade para falar sobre o ensino de religião nas escolas, já que considera importante discutir a história do catolicismo, das religiões protestantes e os valores e princípios espíritas. “Não tenho a intenção de transformar a escola em um instrumento para cooptar as pessoas para as religiões. O que pretendemos proporcionar é conhecimento e reflexão para essa juventude, que deve discutir filosofia e referências de vida”, acrescentou o governador. Esta ideia é defendida pelo representante espírita João Neves da Rocha, para que o aluno seja estimulado na tolerância e compreensão da igualdade do ser humano, ao invés da divergência e competição. André Luiz Nascimento dos Santos, da Casa de Oxumaré, sugeriu propostas à ideia de Rui, como articulação da trajetória do povo negro na educação e envolvimento dos templos religiosos como mediadores de políticas públicas. Na reunião do comitê, ocorrida na sede do Ministério Público, estiveram presentes representantes de órgãos de segurança pública, de secretarias estaduais, da Defensoria Pública e do Tribunal de Justiça da Bahia

EXCLUSIVA: Ataque de Wagner a Neto anima petistas para 2016

Foto: Divulgação/Arquivo

jw                                            Ex Gov. Jaques Wagner chamou o prefeito ACM Neto de “falso”

surpreendente ataque dirigido pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner, ao prefeito ACM Neto (DEM) teve o condão de animar a militância petista. Grande parte do partido acha que o governador Rui Costa (PT) tem sido excessivamente diplomático com o democrata. Por este motivo, as declarações de Wagner chamando o prefeito de “falso” geraram comemoração na legenda, onde a posição do ex-governador baiano reacendeu a expectativa de que ele possa se lançar candidato à sucessão municipal em 2016, quando Neto vai disputar a reeleição. “Tem prefeito que é só sorriso quando recebe investimento de um bilhão em mobilidade e depois ataca pelas costas quando inaugura obra local. Nosso governo seguirá investindo (…) sem se importar com o partido nem com a falsidade do abraço do prefeito”, disse o ministro. A declaração seria uma resposta ao fato de Neto ter feito discurso, durante a recente inauguração do Mercado de Periperi, no qual disse que a Prefeitura tem conseguido realizar obras na cidade porque não permite desvio de recursos como os registrados no mensalão e no petrolão.A candidatura de Wagner é vista como a única forma de o PT partir para a disputa em 2016 em Salvador realmente com competitividade. O partido não tem hoje candidato natural à Prefeitura e trabalha com a idéia de lançar vários nomes no campo da oposição como forma de levar a briga para o segundo turno e vencer o prefeito.


Otto reconsidera e PSD não deve ter candidato a prefeito de Salvador em 2016

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

otto                                                                       Senador e presidente do PSD, Otto Alencar

O senador e presidente do PSD, Otto Alencar, recuou em relação à indicação de Alan Sanches às eleições municipais de 2016 em Salvador e deve não lançar candidato para a disputa do Palácio Thomé de Souza. Em entrevista ao Bahia Notícias, Otto sugeriu que a saída de Sanches da sigla “está certa”, ao dizer que o deixou “à vontade para tomar o caminho que quiser”. Se a escolha for pela desfiliação, Otto lamenta perder “um grande amigo, grande político, com grande militância” e “que pode ter ascensão para chegar a ser prefeito, alcançar cargos maiores”. O senador disse que respeitará a decisão de Sanches, que deve se desfiliar acompanhado de seu filho, o vereador de Salvador Duda Sanches, e usou uma reflexão bíblica para concluir resumir seu posicionamento. “Quando alguém faz uma coisa dessa natureza, mando sempre ler a bíblia na Carta de Paulo aos Romanos. É uma letra jurídica agora. Em Romanos, capítulo 2, define bem isso e diz algo mais ou menos assim: ‘Portanto, é indesculpável quando alguém julga o outro tendo feito a mesma coisa”, numa referência à própria saída do PP para fundar o PSD. Em janeiro, Alan Sanches se colocou como candidato do PSD à prefeitura de Salvador em 2016, o quefoi reiterado pelo senador Otto Alencar no mês seguinte. Com a saída de Sanches do partido, o PSD deve manter aliança com grupo do governador Rui Costa (PT) e do ex-governador Jaques Wagner (PT). “A aliança deu certo em 2010, deu certo em 2012, deu certo em 2014, vai ter que dar certo em 2016 e em 2018. O time está jogando e está ganhando, não pode mexer. Então, tem que procurar conversar, chegar a entendimento”, declarou. O presidente do PSD, no entanto, não deu certeza sobre a aliança porque o momento ainda não exige decisões.


Oposição avalia seis meses de governo e diz que não houve avanços na Bahia

Foto Reprodução

sandro-itinerante-400x300                                                         DEP: SANDRO REGIS LIDER DA OPOSIÇÃO ( DEM BA)

Há exatos seis meses de início do governo Rui Costa, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa reflete que a Bahia não tem o que comemorar. Os parlamentares do bloco se revezaram em pronunciamento na sessão plenária da ALBA/BA,destacaram que o estilo petista de governar continua sendo o de muita propaganda e pouca realização. Segundo eles, ao longo desses seis meses não houve avanço em nenhum dos setores importantes e essenciais para o Estado, como o da educação, da saúde, da segurança e da infraestrutura. “O governador Rui Costa até agora só entregou unidades do Minha Casa Minha Vida, que é programa do governo federal”, ironizou o líder da bancada, Sandro Régis, que fez citação da fala do governador quando abriu os trabalhos da Casa Legislativa.

” Em seu pronunciamento o governador Rui Costa prometeu inaugurar o novo HGE, ampliar os hospitais de Jequié, Vitória da Conquista e o Dantas Bião de Alagoinhas, além de iniciar a construção de novo hospital de Feira de Santana e o da Costa do Cacau, em Ilhéus. “Cadê essas obras?” questionou o líder, frisando que as promessas do governador simplesmente congelaram no papel. Ele lembrou ainda obras estruturantes alardeadas pelo governo e que hoje nem se ouve falar como a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna, a ponte Salvador-Itaparica, a ponte Ilhéus-Pontal, além do outras emblemáticas como a Porto Sul e a Ferrovia Oeste Leste. Sandro Régis revelou que a reforma do hospital de Ilhéus, obra contratada em 2013 por R$, 6,5 milhões, com prazo de execução para 300 dias, não foi concluído e que a obra do Costa do Cacau, sequer foi iniciada. “A reforma do HGE fez aniversário de dois anos e também não foi concluída”, criticou.

O deputado tucano. Adolfo Viana, listou uma série de obras prometidas durante a campanha eleitoral de Rui Costa, beneficiando diversos municípios baianos e com prazo de execução de um ano, mas que não foram finalizadas ou iniciadas. Ele citou o exemplo da construção de 38 unidades do Sistema de Segurança Pública, cujo valor contratado de R$ 111,6 milhões deverá ser aditado por não cumprimento do prazo de vigência de 12 meses. ” Esse governo precisa entender que compromissos feitos e iniciados devem ser concretizados”, ponderou o parlamentar, acrescentando que além de perder dinheiro o governo vem perdendo a credibilidade. O deputado Luciano Ribeiro (DEM) comparou a gestão Rui Costa com à da presidente Dilma que vem despencando em popularidade e registrando apenas 9% de aprovação, conforme atesta pesquisa divulgado no dia, 01/07/2015, pelo Ibope/CNI. “Ao longo de oito anos e seis meses esse governo consolidou a sua marca de inaptidão e ineficiência, reforçou Ribeiro. O democrata Pablo Barrozo fez críticas ao programa Pacto pelo Educação que, segundo ele, é o retrato fiel do programa Todos pela Educação, de Jaques Wagner, que chegou ao final sem apresentar metas, avanços e sem indicar a fonte dos recursos. Fonte: ASCOM Liderança da Oposição. para a redação do blogcafenobule.com.br


Prefeitura dará contrapartida de R$ 30 milhões para obras no Trobogy

Foto: Estela Marques/Bahia NotíciasPrefeitura dará contrapartida de R$ 30 milhões para obras no Trobogy

Prefeito ACM Neto
A prefeitura de Salvador vai apresentar contrapartida de R$ 30 milhões para viabilizar as obras de retificação e dragagem do rio Trobogy. A informação foi citada pelo prefeito ACM Neto durante a assinatura da autorização do Ministério das Cidades para obras de saneamento e pavimentação em dez cidades baianas. “A capital estava proibida há três anos e meio de firmar convênios e receber recursos federais, porque mais de 123 itens causavam a inadimplência da primeira capital do Brasil”, disse Neto. O ministério investirá ao todo, na capital, r$ 67 milhões nas intervenções. O democrata mencionou os impactos das chuvas ocorridas nos últimos meses na capital baiana, causados pela falta de drenagem na cidade. “Também é bom destacar o convênio que foi assinado com o governo do estado para as intervenções na Cidade Baixa. Quando há um excesso de chuvas em salvador como aconteceu neste ano de 2015 – nós tivemos entre abril e maio a segunda maior precipitação pluviométrica de toda a historia de nossa capital – quando acontece isso, simplesmente a gente tem uma realidade em Salvador que muitos bairros da nossa cidade ficam embaixo d’água , eles são alagados. E é claro que o grande problema é a falta de drenagem. Por isso é fundamental o investimento em macro e microdrenagem”, afirmou.

Otto alerta para seca do Rio São Francisco e diz que Kassab tem ‘ajudado muito a Bahia’

Foto: Estela Marques

Otto alerta para seca do Rio São Francisco e diz que Kassab tem 'ajudado muito a Bahia'

Senador Otto Alencar (PSD-BA)
O senador  afirmou que este ano, pela primeira vez em quase 70 anos, o trecho do Rio São Francisco que passa pela cidade de Bom Jesus da Lapa pode secar temporariamente. Defensor da revitalização do Velho Cicho, Otto apresentou um projeto no Senado que visa proibir que qualquer rio do país passe pelo processo de transposição antes de ser revitalizado. “Antes da transposição, a gente tem que garantir que o rio não seque”, destacou, em entrevista ao Bahia Notícias. Ainda de acordo com Alencar, o ministro Gilberto Kassab (PSD) tem “ajudado muito a Bahia”. “Ele ajuda a trazer grandes recursos para grandes obras no nosso estado”, apontou. Otto, Kassab, o governador Rui Costa e o prefeito de Salvador, ACM Neto, participam na tarde desta segunda-feira (6), da inauguração das obras de saneamento e pavimentação em dez cidades baianas – que acontece em na capital baiana.por Estela Marques/ Alexandre Galvão