Maiores partidos do Congresso rejeitam proposta de eleições diretas

Domingo 28 de Maio, por Juliana Ribeiro

Dos dez maiores legendas da Câmara e do Senado, todos se declararam abertamente contra as Diretas Já

Foto: Agência Senado
Foto: Agência Senado

A maioria do Congresso nacional é eleições diretas caso o presidente Michel Temer (PMDB) deixe o poder. De acordo com levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo, deputados e senadores querem manter a exclusividade de escolher quem comandará o país até dezembro de 2018.

Dos dez maiores partidos da Câmara e do Senado, que reúnem 72 senadores (89% do total) e 397 deputados (77%), todos se declararam abertamente contra as Diretas Já.

Os oposicionistas PT, PSB e PDT não representam nem 30% das dez maiores bancadas. Para alterar a Constituição, é necessário o apoio de pelo menos 60% dos parlamentares em cada Casa.


Maia diz a aliados que será o último a desembarcar do governo Temer

Domingo, 28 de Maio por Juliana Ribeiro

Pessoas próximas ao presidente da Câmara dizem que não há risco de ele aceitar um impeachment de Temer

Foto: Zeca Ribeiro/Câmara do Deputados
Foto: Zeca Ribeiro/Câmara do Deputados

Favorito para suceder Michel Temer (PMDB) num cenário de eleição indireta, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse a aliados que será o último a abandonar o barco do peemedebista caso o naufrágio se torne iminente.

De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o democrata sabe que qualquer movimento precipitado afastaria o PMDB de sua órbita e reduziria suas chances numa disputa

Pessoas próximas ao presidente da Câmara dizem que não há risco de ele aceitar um impeachment de Temer.


Neto fala sobre candidatura em 2018 e ataca Rui: ‘Falsa propaganda’

Domingo, 28 de Maio  por Camila Matos, Foto/Reprodução

“A segurança pública faliu! Antes do PT havia enfrentamento correto, justo e honesto ao banditismo”, afirmou o democrata ao defender que o “povo” quer extensão do seu trabalho

O prefeito ACM Neto (DEM) disse neste sábado (27), durante o Encontro Estadual da Juventude Democratas, que sua candidatura nas eleições governamentais de 2018 depende daquilo que ele chamou de “chamado do povo baiano”. Neto afirma haver, contudo, um “desejo geral” para a extensão do seu trabalho na capital baiana ao interior do estado.

“Quem vê Salvador hoje, depois dos últimos quatro anos, enxerga muitos avanços, consequência de trabalho e compromisso com a palavra. Não prometemos o que não podemos cumprir”, continuou o democrata.

Governo do Estado – Nem só de planos para o futuro falou o chefe do Executivo municipal. Durante o encontro, Neto atacou a gestão de Rui Costa (PT) e afirmou “ficar abismado” com a “falsa propaganda”.

“Fico abismado com a irresponsabilidade dos gastos e mentiras contadas pelo governo nas peças publicitárias. A segurança pública em nossa terra faliu! Antes do PT havia enfrentamento correto, justo e honesto ao banditismo. Hoje somos reféns da violência que vitima milhares de baianos, principalmente, jovens, negros e pobres”, bravejou.


Ex-braço-direito de Janot negociou migração para defesa da JBS

Domingo,28 maio por Juliana Ribeiro/Foto: Reprodução

Marcello Miller, ex-procurador da Lava Jato, é um dos responsáveis pela negociação do acordo de leniência

O ex-braço-direito do procurador da República, Rodrigo Janot, Marcello Miller negociou por meses sua ida para o escritório responsável por negociar o acordo de leniência da JBS. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a exoneração do MPF foi no dia 4 de março, três dias antes de Joesley Batista gravar conversa com Michel Temer.

A exoneração de Miller, porém, só foi publicada um mês depois, 5 de abril. Oficialmente, ele se tornou sócio do escritório de advocacia em 15 de maio.


Baiano Isaquias Queiroz vai à final da Copa do Mundo de Canoagem

Sábado, 27 de Maio por Juliana Ribeiro Foto

O ubaitabense marcou 3min50s968, um segundo a mais que o polonês Tomasz Kaczor, a quem ultrapassou com 250m de prova

Foto: Divulgação/ Comitê Olímpico Brasileiro
Foto: Divulgação/Comitê Olímpico Brasileiro

O baiano Isaquias Queiroz vai para a decisão da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade após ter vencido a semifinal da competição, nesta sexta-feira (28), em Szeged, na Hungria.

O ubaitabense marcou 3min50s968, um segundo a mais que o polonês Tomasz Kaczor, a quem ultrapassou com 250m de prova. Na classificação geral, o tempo de Isaquias foi o terceiro


Em Brasília, Neto articula para Maia assumir presidência da República

or Cíntia Kelly Foto Reprodução

Na incerteza sobre o futuro da política – entre eleições diretas ou indiretas – com a saída de Michel Temer no Palácio do Planalto, os partidos e suas lideranças se articulam em Brasília. Uma dos líderes do DEM, prefeito ACM Neto esteve na quarta-feira (24) na Câmara dos Deputados.

Justamente no dia em que o presidente da Casa, Rodrigo Maia, amigo pessoal do prefeito, estava articulando. Informações de bastidores dão conta de que Maia quer se viabilizar candidato à presidência da República, caso o que prevê o artigo 81 da Constituição Federal seja concretizado. A convocação de eleições indiretas em caso de vacância nos últimos dois anos do período presidencial.

Embora negue que renunciará, Temer pode perder o mandato via Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou processo de impeachment, opção menos provável já que o processo demanda muito tempo.

Segundo fontes a imprensa ACM Neto e a cúpula do DEM estão apoiando o nome de Maia para assumir mandato ‘tampão’. Por fora, os cardeais do PSDB apoiam a candidatura do presidente nacional da legenda, senador Tasso Jereissati (CE) e do ex-presidente FHC.

Para fora, todos negam. Dizem que continuam apoiando o combalido Michel Temer


PSDB-BA se divide entre ‘Fora, Temer’, ‘Fica, Temer’ e em cima do muro

Quinta feira, 25 de Maio por Camila Matos // Câmara dos Deputados | Montagem B.Ba

João Gualberto, Antonio Imbassahy e Jutahy Júnior divergem em relação ao futuro do presidente Michel Temer

Fotos: Zeca Ribeiro / Gustavo Lima / Luis Macedo 

O ninho tucano está dividido na Bahia. De um lado, o deputado federal João Gualberto clama a saída do presidente Michel Temer (PMDB). Do outro, o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, dá coro ao grupo do “Fica, Temer”. No meio, Jutahy Magalhães Júnior se posiciona, literalmente, “em cima do muro”.

imprensa, Jutahy se manifestou contrário ao impeachment, pois entende ser um “processo muito longo e doloroso” que iria “fragilizar” o país. No entanto, o parlamentar afirma que não é contra a saída do peemedebista do Palácio do Planalto.

Na sua avaliação, é preciso ter “paciência”, já que a “crise é gigantesca” e “preocupante”, mas o peemedebista pode conseguir reverter a situação e enfrentar o desemprego e a desaceleração econômica.

Se não conseguir, o melhor caminho, ao seu ver, seriam a renúncia ou a cassação da chapa Temer-Dilma pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), um trajeto “menos doloroso”.

“Aí deve ser cumprida a Constituição. Tem que ter nova eleição e o novo presidente ser eleito pelos deputados e senadores. Eu fui constituinte e, na época, se avaliou que este era o melhor para o Brasil. Então, o melhor e único caminho é seguir a Constituição”, pontuou, em entrevista ao imprensa

O argumento é o mesmo deferido pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), considerado líder do grupo de oposição ao PT no estado.


Grupo de trabalho do MP apresenta diagnóstico geral sobre sistema prisional na Bahia

Quinta feira, 25 de Maio por Camila Matos via George Brito (DRT-BA 2927 Foto: Cecom/MP

Um panorama da primeira fase de coleta de dados e informações que está sendo realizada pelo Grupo de Trabalho de Acompanhamento do Sistema Prisional da Bahia, do Ministério Público estadual, foi apresentado na manhã de hoje, dia 25, à procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado. As informações estatísticas, mostradas em gráficos, resultam de um trabalho de apuração e pesquisa realizado por integrantes do grupo, a partir de visitas in loco às unidades prisionais baianas, iniciadas desde a criação do GT em janeiro deste ano. Estes dados iniciais apontam para um diagnóstico geral do sistema penitenciário da Bahia, com informações sobre estrutura física e administrativa, qualidade de gestão, relação entre lotação e capacidade, distribuição dos detentos, entre outras.

A apresentação foi realizada pelo procurador de Justiça Geder Gomes, o promotor de Justiça de Execução Penal Edmundo Reis e pela analista da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI) do MP, Maria Cláudia. Segundo Edmundo Reis, responsável pelo trabalho de coleta, a próxima etapa consiste em aprofundar o trabalho, com elaboração de diagnóstico por unidade prisional, o que implicará na realização de entrevistas com os gestores e demais integrantes do sistema prisional. Na reunião, também foi discutida a possibilidade de criação no MP de uma unidade de monitoramento do sistema.

A procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado agradeceu aos integrantes do GT pelo minucioso trabalho, que, após apresentação do relatório final, “contribuirá para conhecimento e proposição de ajustes no sistema prisional baiano”. Também participaram da reunião o promotor de Justiça Rogério Queiroz, coordenador do Centro de Apoio em Defesa da Saúde (Cesau); e os servidores Carla Franca, do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (Caodh); Celso Santanna, do Centro de Apoio Operacional Criminal (Caocrim); e Renato Mendes e Sandra Regina Cardoso, do Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp).

Fonte e informações via Cecom/MP

Rui se reúne com prefeitos para tratar de policlínicas regionais

Quinta feira, 25 de Maio por Camila Matos

Foto: Carol Garcia/ GOVBA

Uma reunião entre o governador Rui Costa, o secretário estadual de Saúde Fábio Vilas-Boas, técnicos da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) e gestores dos consórcios públicos de saúde discutiu nesta quinta-feira (25), na Governadoria, as especialidades que serão disponibilizadas nas policlínicas regionais, além dos roteiros dos ônibus que levarão os pacientes dos municípios vizinhos às unidades de saúde. De acordo com a Sesab, as policlínicas de Jequié, Irecê, Guanambi e Teixeira de Freitas devem ser entregues em setembro deste ano. “Com a obra ficando pronta e os equipamentos sendo instalados, nós estamos passando o bastão para os consórcios de saúde. Estamos cuidando da gestão, padronização e da qualidade do serviço”, afirmou Rui. Cada unidade recebeu, em média, R$ 20 milhões de investimentos em obras e equipamentos. Juntas, as quatro policlínicas cobrirão 80 municípios e uma população de aproximadamente 1,87 milhão de pessoas. Já as unidades de Santo Antônio de Jesus, Valença, Alagoinhas e Feira de Santana estão em fase de terraplanagem e limpeza do terreno, enquanto os serviços ainda serão iniciados na unidade de Camaçari. Os municípios de Paulo Afonso, Brumado, Senhor do Bonfim e Ribeira do Pombal também receberão as policlínicas regionais de saúde. Os consórcios públicos que administrarão essas unidades estão em processo de implantação, com exceção da região de Paulo Afonso, que já foi implantado. Neste modelo, o Estado fica responsável pela construção e aquisição dos equipamentos das policlínicas, além de financiar até 40% da manutenção, enquanto os municípios consorciados irão ratear os outros 60%.